Banco de Dados
  • <p style="text-align: justify;"><em>Decinho</em>, um tímido treinador de cavalos do <em>Jockey Club Brasileiro</em>, se apaixona por <em>Lena</em>, uma bela mulher que não sabe rir. E para conquistá-la, esse gigante – que por acaso é anão – estará disposto a tudo, inclusive a tornar-se um comediante.</p>

    Altas Expectativas (Em Finalização)

    Decinho, um tímido treinador de cavalos do Jockey Club Brasileiro, se apaixona por Lena, uma bela mulher que não sabe rir. E para conquistá-la, esse gigante – que por acaso é anão – estará disposto a tudo, inclusive a tornar-se um comediante.

  • Filme Sinopse Elenco Ficha Técnica Galeria Bibliografia Filme Sinopse >> Sinopse . << FilmeElenco >> Elenco << SinopseFicha Técnica >> Ficha Técnica Por trás dos filmes, além dos atores, dos […]

    Medea (2017)

    Filme Sinopse Elenco Ficha Técnica Galeria Bibliografia Filme Sinopse >> Sinopse . << FilmeElenco >> Elenco << SinopseFicha Técnica >> Ficha Técnica Por trás dos filmes, além dos atores, dos […]

  • <p style="text-align: justify;">Os desafios do presente, as expectativas para o futuro e os sonhos de quem vive a realidade do Ensino Médio nas escolas públicas do Brasil. Na voz de estudantes, gestores, professores e especialistas, <em>Nunca me sonharam</em> reflete sobre o valor da educação.</p>

    Nunca Me Sonharam (2017)

    Os desafios do presente, as expectativas para o futuro e os sonhos de quem vive a realidade do Ensino Médio nas escolas públicas do Brasil. Na voz de estudantes, gestores, professores e especialistas, Nunca me sonharam reflete sobre o valor da educação.

  • <p style="text-align: justify;">Animação que parte do encontro de um casal de amigos numa cafeteria. Apaixonados pela bebida, eles começam um papo descontraído sobre a história do café. Acompanhando a conversa, o espectador vai descobrindo curiosidades sobre a bebida, sua importância histórica, influência na economia e na cultura brasileiras. O filme resgata questões como a escravidão, a imigração, a <em>Semana de Arte Moderna</em>, de forma bem-humorada. Baseado no livro <strong>A História do Café</strong>, de <strong>Ana Luiza Martins</strong>.</p>

    Café, um dedo de prosa (2017)

    Animação que parte do encontro de um casal de amigos numa cafeteria. Apaixonados pela bebida, eles começam um papo descontraído sobre a história do café. Acompanhando a conversa, o espectador vai descobrindo curiosidades sobre a bebida, sua importância histórica, influência na economia e na cultura brasileiras. O filme resgata questões como a escravidão, a imigração, a Semana de Arte Moderna, de forma bem-humorada. Baseado no livro A História do Café, de Ana Luiza Martins.

  • <p style="text-align: justify;">A história de <strong>Rogério Sampaio</strong> rumo à conquista olímpica distingue-se pelo seu forte componente de superação. Ausente por quase três anos de competições oficiais e logo após ter sofrido com a morte trágica de seu irmão Ricardo, seu mentor e companheiro de treinos, o atleta teve que driblar a desconfiança geral. A escolha de um diretor com enorme relação com o judô –cortado às vésperas das <em>Olimpíadas de Atlanta 1996</em> e <em>Sidney 2000</em> –conferirá ao documentário um caráter intimista.</p>

    Ippon – A Superação Olímpica de Rogério Sampaio (2013)

    A história de Rogério Sampaio rumo à conquista olímpica distingue-se pelo seu forte componente de superação. Ausente por quase três anos de competições oficiais e logo após ter sofrido com a morte trágica de seu irmão Ricardo, seu mentor e companheiro de treinos, o atleta teve que driblar a desconfiança geral. A escolha de um diretor com enorme relação com o judô –cortado às vésperas das Olimpíadas de Atlanta 1996 e Sidney 2000 –conferirá ao documentário um caráter intimista.

  • Filme de <strong>Cavi Borges</strong>.

    O Sonho de Rui (Em Finalização)

    Filme de Cavi Borges.

  • 3 atletas olímpicos de judô. 3 heróis!

    Heróis (2017)

    3 atletas olímpicos de judô. 3 heróis!

  • <p style="text-align: justify;">O chef (<strong>Cassio Gabus Mendes</strong>) de um restaurante estrelado, mas um tanto ultrapassado, vê toda sua clientela ir para um novo <em>food truck</em> em frente ao seu estabelecimento. Para piorar, ele é obrigado a aceitar uma auditora do banco (<strong>Kéfera Buchmann</strong>) que quer promover uma verdadeira revolução no restaurante. O nervosismo é tanto que leva o chef a perder o seu paladar. Um novo cardápio parece ser a solução para recuperar o restaurante, mas como criá-lo sem sentir gosto algum?</p>

    Gosto se Discute (2017)

    O chef (Cassio Gabus Mendes) de um restaurante estrelado, mas um tanto ultrapassado, vê toda sua clientela ir para um novo food truck em frente ao seu estabelecimento. Para piorar, ele é obrigado a aceitar uma auditora do banco (Kéfera Buchmann) que quer promover uma verdadeira revolução no restaurante. O nervosismo é tanto que leva o chef a perder o seu paladar. Um novo cardápio parece ser a solução para recuperar o restaurante, mas como criá-lo sem sentir gosto algum?

  • <p style="text-align: justify;">Os fantasmas da <strong><em>Boca do Lixo</em></strong>. O cineasta <em>Ido Oliveira</em> ainda caminha pela <em>Rua do Triumpho</em>.</p>

    Aquela Rua Tão Triumpho (2016)

    Os fantasmas da Boca do Lixo. O cineasta Ido Oliveira ainda caminha pela Rua do Triumpho.

  • <p style="text-align: justify;"><strong>Cine Rio Branco</strong> é um curta documentário que conta a história de um dos mais antigos cinemas do Brasil, o majestoso <strong>Rio Branco</strong>, fundado em 1927, situado na cidade de Nazaré das Farinhas.</p>

    Cine Rio Branco – Documentário (2017)

    Cine Rio Branco é um curta documentário que conta a história de um dos mais antigos cinemas do Brasil, o majestoso Rio Branco, fundado em 1927, situado na cidade de Nazaré das Farinhas.

  • Sinopse Elenco Ficha Técnica Galeria Bibliografia Sinopse . Elenco >> Elenco Maitê Proença Gabriel Godoy << SinopseFicha Técnica >> Ficha Técnica Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, […]

    Sinopse (Em Produção)

    Sinopse Elenco Ficha Técnica Galeria Bibliografia Sinopse . Elenco >> Elenco Maitê Proença Gabriel Godoy << SinopseFicha Técnica >> Ficha Técnica Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, […]

  • <p style="text-align: justify;"><em>Feliciano</em>, nordestino e de aproximadamente 40 anos, está em um bar onde conhece um homem que se apresenta como <em>Morte</em>. Surpreso com a notícia de que não está mais entre os vivos, ele relembra os principais momentos de sua existência, onde o passado e o presente se misturam.</p>

    A Dança de Feliciano (2013)

    Feliciano, nordestino e de aproximadamente 40 anos, está em um bar onde conhece um homem que se apresenta como Morte. Surpreso com a notícia de que não está mais entre os vivos, ele relembra os principais momentos de sua existência, onde o passado e o presente se misturam.

  • <p style="text-align: justify;"><strong>São Paulo, sinfonia da metrópole</strong> é um documentário que retrata a cidade de São Paulo no final da década de vinte. Para a realização do filme os diretores <strong>Rodolfo Lustig</strong> e <strong>Adalberto Kemeny</strong> inspiraram-se na idéia de <strong><em>Berlim: sinfonia da metrópole</em></strong> (1927) (<strong><em>Berlin: Die Sinfonie der Großstadt</em></strong> – 1927), documentário dirigido pelo alemão <strong>Walter Ruttmann</strong>.</p>

    São Paulo, Sinfonia da metrópole (1929)

    São Paulo, sinfonia da metrópole é um documentário que retrata a cidade de São Paulo no final da década de vinte. Para a realização do filme os diretores Rodolfo Lustig e Adalberto Kemeny inspiraram-se na idéia de Berlim: sinfonia da metrópole (1927) (Berlin: Die Sinfonie der Großstadt – 1927), documentário dirigido pelo alemão Walter Ruttmann.

  • <p style="text-align: justify;"><em>Ognatoque</em> é uma cidade como outra qualquer, onde pessoas se afogam em rios, tecem teias disformes, respiram um ar descompassado e mentem prá quem estiver disposto a ouvir.</p>

    As ruas de Ognatoque (2013)

    Ognatoque é uma cidade como outra qualquer, onde pessoas se afogam em rios, tecem teias disformes, respiram um ar descompassado e mentem prá quem estiver disposto a ouvir.

  • <p style="text-align: justify;">Sem recursos para o aluguel de outro apartamento, dois velhinhos resolvem suicidar-se depois de receberem uma intimação de despejo.</p>

    Denúncia Vazia (1979)

    Sem recursos para o aluguel de outro apartamento, dois velhinhos resolvem suicidar-se depois de receberem uma intimação de despejo.

  • <p style="text-align: justify;">Aitaré namora Cora, uma moça da aldeia. Numa viagem de jangada em dia tempestuoso, ele salva o roco Coronel Felipe Rosa e sua filha, que ficam retidos nessa pequena aldeia de pescadores até a chegada de um barco, que os leva de volta à cidade de Recife. Por causa das intrigas, Cora e Aitaré se desentendem. Somente cinco anos mais tarde, tudo será esclarecido e eles se reconciliarão.</p>

    Aitaré da Praia (1925)

    Aitaré namora Cora, uma moça da aldeia. Numa viagem de jangada em dia tempestuoso, ele salva o roco Coronel Felipe Rosa e sua filha, que ficam retidos nessa pequena aldeia de pescadores até a chegada de um barco, que os leva de volta à cidade de Recife. Por causa das intrigas, Cora e Aitaré se desentendem. Somente cinco anos mais tarde, tudo será esclarecido e eles se reconciliarão.

  • Malandro e aproveitador, Ancelmo (<strong>Leandro Hassum</strong>) morre e acaba ficando preso no limbo. Para garantir seu lugar no céu, ele precisa praticar uma boa ação e bancar o cupido, pois recebe a missão de unir um homem (<strong>Bruno Garcia</strong>) e uma mulher (<strong>Flávia Alessandra</strong>) com personalidades muito divergentes.

    O amor dá trabalho (Em Produção)

    Malandro e aproveitador, Ancelmo (Leandro Hassum) morre e acaba ficando preso no limbo. Para garantir seu lugar no céu, ele precisa praticar uma boa ação e bancar o cupido, pois recebe a missão de unir um homem (Bruno Garcia) e uma mulher (Flávia Alessandra) com personalidades muito divergentes.

  • <p style="text-align: justify;"><strong>Desabafo</strong> conta a história de três casais em crise, vivendo momentos cruciais em suas vidas. Cada família representando uma classe social e um grupo de valores, um conjunto de objetivos. A tediosa opulência da riqueza, a frustração de uma classe média focada em metas, a difícil tarefa de lidar com as limitações impostas pela pobreza. De alguma forma, essas vidas representam a todos nós. Juntas as histórias revelam o quadro de uma sociedade em declínio.</p>

    Desabafo (2016)

    Desabafo conta a história de três casais em crise, vivendo momentos cruciais em suas vidas. Cada família representando uma classe social e um grupo de valores, um conjunto de objetivos. A tediosa opulência da riqueza, a frustração de uma classe média focada em metas, a difícil tarefa de lidar com as limitações impostas pela pobreza. De alguma forma, essas vidas representam a todos nós. Juntas as histórias revelam o quadro de uma sociedade em declínio.

Sugestões de Leitura
  • <strong>Marcio Paschoal</strong> mergulha na alma de Astolfo e mostra como, com talento e superação, ele transformou sua maior criação, <strong>Rogéria</strong>, num sucesso absoluto. Nascida <strong>Astolfo Barroso Pinto</strong>, teve de enfrentar grandes desafios para se afirmar como homossexual, ícone do transformismo e, acima de tudo, artista. Movida por uma enorme paixão pela arte e pela vida, conquistou, ao longo de mais de 50 anos de carreira, seu espaço no teatro, no cinema e na televisão, consagrando-se como uma personagem irresistível, quase mítica: <strong>Rogéria</strong>, o travesti da família brasileira.

    LIVRO – Rogéria: uma mulher e mais um pouco

    Marcio Paschoal mergulha na alma de Astolfo e mostra como, com talento e superação, ele transformou sua maior criação, Rogéria, num sucesso absoluto. Nascida Astolfo Barroso Pinto, teve de enfrentar grandes desafios para se afirmar como homossexual, ícone do transformismo e, acima de tudo, artista. Movida por uma enorme paixão pela arte e pela vida, conquistou, ao longo de mais de 50 anos de carreira, seu espaço no teatro, no cinema e na televisão, consagrando-se como uma personagem irresistível, quase mítica: Rogéria, o travesti da família brasileira.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Todo mundo vai morrer, inclusive o <strong>Sarney</strong>. E o mundo vai acabar, quer acredite em deus ou não, mais cedo ou mais tarde, que nem o governo <strong>Dilma</strong>. Aliás essa é a experiência mais comum da vida, que ela acaba. Acontece o tempo todo de diferentes maneiras, desde quando mata uma barata ou termina um relacionamento. É o fim. E mesmo assim, não nos preparamos para a coisa mais antiga e certa da vida. É essa angústia primordial que faz o ser humano inventar ideias de imortalidade, deuses e sustentar consultórios de psicanálise.</p>

    LIVRO – O fim do mundo é hoje!

    Todo mundo vai morrer, inclusive o Sarney. E o mundo vai acabar, quer acredite em deus ou não, mais cedo ou mais tarde, que nem o governo Dilma. Aliás essa é a experiência mais comum da vida, que ela acaba. Acontece o tempo todo de diferentes maneiras, desde quando mata uma barata ou termina um relacionamento. É o fim. E mesmo assim, não nos preparamos para a coisa mais antiga e certa da vida. É essa angústia primordial que faz o ser humano inventar ideias de imortalidade, deuses e sustentar consultórios de psicanálise.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;"><strong>Como Fracassar na Vida e Ser Infeliz no Amor</strong> é uma obra que parodia os livros de autoajuda, expondo ao longo do texto diversos temas tratados pela literatura do gênero, mas refutando suas verdades tidas como absolutas e, assim, mostrando ao leitor de maneira inteligente e bem-humorada que viver com base em manuais que ditam o caminho do sucesso podem levá-lo ao inverso.</p>

    LIVRO – Como fracassar na vida e ser infeliz no amor

    Como Fracassar na Vida e Ser Infeliz no Amor é uma obra que parodia os livros de autoajuda, expondo ao longo do texto diversos temas tratados pela literatura do gênero, mas refutando suas verdades tidas como absolutas e, assim, mostrando ao leitor de maneira inteligente e bem-humorada que viver com base em manuais que ditam o caminho do sucesso podem levá-lo ao inverso.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">O caminho mais comum para a realização de filmes de longa-metragem e outras obras audiovisuais no Brasil é a captação de recursos pelas leis de incentivo fiscais. No entanto, o caminho é confuso, pois existe um conjunto de mecanismos de incentivo e a leitura da legislação e dos regulamentos disponíveis é árida. Numa linguagem acessível, de forma didática, o autor <strong>Marcelo Ikeda</strong> dá exemplos práticos, descreve os mecanismos, seus percentuais de dedução fiscal para o investidor e apresenta os tipos de projetos que podem ser enquadrados em cada mecanismo.</p>

    LIVRO – Leis de Incentivo para o audiovisual: como captar recursos para o projeto de uma obra de cinema e video

    O caminho mais comum para a realização de filmes de longa-metragem e outras obras audiovisuais no Brasil é a captação de recursos pelas leis de incentivo fiscais. No entanto, o caminho é confuso, pois existe um conjunto de mecanismos de incentivo e a leitura da legislação e dos regulamentos disponíveis é árida. Numa linguagem acessível, de forma didática, o autor Marcelo Ikeda dá exemplos práticos, descreve os mecanismos, seus percentuais de dedução fiscal para o investidor e apresenta os tipos de projetos que podem ser enquadrados em cada mecanismo.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">O livro que todo fotógrafo, editor de vídeo e cinema precisa ler! Descubra os segredos da correção de cor para não perder tempo e não perder dinheiro. Este livro do aclamado diretor de fotografia <strong>Edgar Moura</strong>, convida fotógrafos, produtores e diretores de cinema a entrarem no mundo da correção de cor. Esta obra ensina como funciona todo o processo de ajuste de cores para filmes, vídeos e fotos. O livro possui um conteúdo riquíssimo e será um divisor de águas na forma de você ver, entender e corrigir imagens. O prefácio do livro é do renomado autor de novelas, <strong>Gilberto Braga</strong>.</p>

    LIVRO – Da cor

    O livro que todo fotógrafo, editor de vídeo e cinema precisa ler! Descubra os segredos da correção de cor para não perder tempo e não perder dinheiro. Este livro do aclamado diretor de fotografia Edgar Moura, convida fotógrafos, produtores e diretores de cinema a entrarem no mundo da correção de cor. Esta obra ensina como funciona todo o processo de ajuste de cores para filmes, vídeos e fotos. O livro possui um conteúdo riquíssimo e será um divisor de águas na forma de você ver, entender e corrigir imagens. O prefácio do livro é do renomado autor de novelas, Gilberto Braga.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">A política e a economia do <em>Segundo Império</em> vistas por intermédio da biografia de <strong>Irineu Evangelista de Sousa</strong>, barão e visconde de Mauá, um empresário exemplar.</p>

    LIVRO – Mauá: Empresário do Império

    A política e a economia do Segundo Império vistas por intermédio da biografia de Irineu Evangelista de Sousa, barão e visconde de Mauá, um empresário exemplar.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">"... e estava assim na janela, quando ela veio por trás e se enroscou de novo em mim, passando desenvolta a corda dos braços pelo meu pescoço, mas eu com jeito, usando de leve os cotovelos, amassando um pouco seus firmes seios, acabei dividindo com ela a prisão a que estava sujeito, e, lado a lado, entrelaçados, os dois passamos, aos poucos, a trançar os passos, e foi assim que fomos diretamente pro chuveiro."
"O corpo antes da roupa", afirma o personagem de Um copo de cólera ao narrar o que acontece numa manhã qualquer, depois de uma noite de amor, quando a aparente harmonia entre ele e sua parceira se rompe de repente. Tensa, contundente, a linguagem de Um copo de cólera alcança tal intensidade e vibração que faz desta narrativa uma obra singular da literatura brasileira, um clássico dos nossos tempos.</p>

    LIVRO – Um copo de cólera

    "... e estava assim na janela, quando ela veio por trás e se enroscou de novo em mim, passando desenvolta a corda dos braços pelo meu pescoço, mas eu com jeito, usando de leve os cotovelos, amassando um pouco seus firmes seios, acabei dividindo com ela a prisão a que estava sujeito, e, lado a lado, entrelaçados, os dois passamos, aos poucos, a trançar os passos, e foi assim que fomos diretamente pro chuveiro." "O corpo antes da roupa", afirma o personagem de Um copo de cólera ao narrar o que acontece numa manhã qualquer, depois de uma noite de amor, quando a aparente harmonia entre ele e sua parceira se rompe de repente. Tensa, contundente, a linguagem de Um copo de cólera alcança tal intensidade e vibração que faz desta narrativa uma obra singular da literatura brasileira, um clássico dos nossos tempos.

    Continue Lendo...

  • Numa época em que são travados inúmeros debates sobre os espaços públicos destinados à sociabilidade, parece oportuno refletir sobre a habitação de memórias e espaços comuns das cidades. E é nesse contexto que se encontra o conteúdo do livro <strong>Os Cinemas de Rua de Juiz de Fora: <em>memórias do Cine São Luiz</em></strong>.

    LIVRO – Os Cinemas de Rua de Juiz de Fora: memórias do Cine São Luiz

    Numa época em que são travados inúmeros debates sobre os espaços públicos destinados à sociabilidade, parece oportuno refletir sobre a habitação de memórias e espaços comuns das cidades. E é nesse contexto que se encontra o conteúdo do livro Os Cinemas de Rua de Juiz de Fora: memórias do Cine São Luiz.

    Continue Lendo...