A noite do meu bem (1968)

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sinopse

Dolores Duran tenta um lugar na carreira artística. Conhece Alberto, que lhe dá apoio e por quem se apaixona. A escalada para o sucesso se inicia, mas Alberto se revela mal companheiro, egoísta e ambicioso, e a abandona na primeira oportunidade, quando Dolores sofre um ataque cardíaco. Na fase de recuperação Dolores intensifica a amizade por Marcelo, dedicado e desinteressado e casa-se com ele, embora continue amando Alberto. Este reaparece em sua vida, porém continua o mesmo homem, explorando-a como antes. Uma noite, sozinha, Dolores compõe A Noite do Meu Bem enquanto espera Alberto, que se diverte com outra mulher. É a última noite, a última canção.

Elenco

Joana Fomm …. Dolores Duran
Carlos Eduardo Dolabella …. Alberto
Irma Alvarez …. Eliane Prado
Edson Silva …. Marcelo
Raquel Martins …. Mãe de Dolores
Regina Célia …. Amiga de Dolores
Pietro Mário …. Rapaz que ama Dolores
Pedro Pimenta
Antonio Patiño
Edu da Gaita

Ficha Técnica

Direção: Jece Valadão
Assistência de direção: Victor di Mello
Roteiro: Jece Valadão
Produção: Jece Valadão
Produtor assistente: Lívio Bruni
Direção de fotografia: Antônio Smith
Assistência de câmera: Walter Naslausky
Montagem: Rafael Justo Valverde
Música: Maestro Carioca
Autor da canção: Dolores Duran
Empresa Produtora: Magnus Filmes Ltda.
Empresa Distribuidora: Magnus Filmes Ltda.

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
Guia de Filmes, 19
Certificado de Censura Federal
Gazeta Esportiva, 11.03.1969
Correio da Manhã, 13.02.1969

Fontes consultadas:
ACPJ/II
JRT/MPTC

Observações:
Certificado de Censura Federal observa que houve redução das cenas da artista principal em trajes íntimos.
ACPJ/II indica a distribuição da ; como produtor; como gerente; como assistente; argumento de ; sonografia de e cenografia de .
Correio da Manhã de 13.02.1969, indica que “as canções foram gravadas com a voz da própria biografada”.
Letreiros iniciais não localizados.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.