Adhemar de Oliveira

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Biografia

FOTO Adhemar de OliveiraAdhemar de Oliveira é um empresário brasileiro dos setores da exibição e distribuição cinematográfica. Nascido na cidade de Jaboticabal, em São Paulo, onde o pai era proprietário de um parque de diversões itinerante, não ficava mais de um mês em uma única cidade. Quando residiu em Ourinhos, participou do Cineclube Ourinhos, em 1972.

Começou como cineclubista, da geração dos anos 70/80, e fez um grande trabalho como agitador cultural voltando-se para o cinema nacional e off hollywoodiano (chamado de cinema cult), pois preservou as características de um amante dos cineclubes e as aliou às de um moderno executivo de cinema, capaz de aproveitar criativamente as vantagens das novas tecnologias da exibição e adaptá-las a conceitos inovadores, como o do arteplex, um multiplex voltado para os filmes de arte.

Hoje, como empresário, Adhemar de Oliveira é dono de diversas empresas de exibição do país, entre elas a Espaço de Cinema, e é um dos grandes responsáveis pela transformação do circuito exibidor de filmes de arte no Rio de Janeiro e em São Paulo nos últimos 30 anos.

Em meados dos anos 80, começou a programar o Cineclube Bexiga, em São Paulo, para pouco depois passar para o Cineclube Macunaíma, no Rio de Janeiro. Em 1985, foi um dos fundadores do Cineclube Estação Botafogo, que, com uma exibição heterogênea e de qualidade formou uma nova geração de cinéfilos, e, em seguida, expandiu-se para outras salas e cidades.

Em 1989, participou da criação da então Mostra Banco Nacional de Cinema, que se tornou um dos eventos cinematográficos mais importantes do calendário carioca. Afim de desenvolver projetos de expansão do Estação levaram Adhemar de Oliveira para São Paulo, onde criou em 1993 o Espaço Unibanco, um projeto que transformou um decadente cinema de rua em três salas, com livraria e café. Pouco depois de trazer este mesmo conceito para o Rio, Adhemar acabou desligando-se do Grupo Estação. Em pouco tempo, o Espaço Unibanco se transformou no circuito mais cultuado de São Paulo, recebendo cerca de um milhão de espectadores por ano e investindo também no espectador do futuro por intermédio do Projeto Escola, que tem coordenação de Patrícia Durães, colaboradora de Adhemar de Oliveira em diversas atividades há muitos anos.

Dentro do novo conceito de Arteplex, a Espaço de Cinema inaugurou salas nas cidades de Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo.

Em 2000, fundou a distribuidora Mais Filmes, em parceria com Leon Cakoff, com quem também partilha o empreendimento das salas Arteplex. A Espaço de Cinema totalizou 72 salas em 2008, sendo, naquela ocasião, a sétima maior exibidora de filmes do país.

Em janeio de 2009, abriu a primeira sala IMAX (de tela gigante, que leva o mesmo nome) no Brasil, localizada no Espaço Unibanco Pompéia, em São Paulo.

Adhemar de Oliveira figura entre os maiores exibidores do país, possuindo salas ao redor do Brasil. Como representante de classe, Adhemar de Oliveira é Membro Fundador da ABRAPLEX – Associação Brasileira das Empresas Exibidoras Cinematográficas Operadoras de Multiplex.

Cineclubista da geração dos anos 80, sua empresa de exibição, a Espaço de Cinema, em 2008, totalizou 72 salas, ficando em sétimo lugar entre os maiores exibidores do país. Exibidor, distribuidor e principalmente um agitador cultural que preservou as características de um amante dos cineclubes e as aliou às de um moderno executivo de cinema, capaz de aproveitar criativamente as vantagens das novas tecnologias da exibição e adaptá-las a conceitos inovadores, como o do arteplex, um multiplex voltado para os filmes de arte. Desde 2000 é sócio da distribuidora Mais Filmes, em parceria com Leon Cakoff, com quem também partilha o empreendimento das salas arteplex. É um dos grandes responsáveis pela transformação do circuito exibidor de filmes de arte no Rio de Janeiro e em São Paulo nos últimos 20 anos. Em meados dos anos 80, começou a programar o Cineclube Bexiga, em São Paulo, para pouco depois passar para o Cineclube Macunaíma, no Rio de Janeiro. Em 1985, foi um dos fundadores do Cineclube Estação Botafogo, que, com uma exibição heterogênea e de qualidade formou uma nova geração de cinéfilos, e, em seguida, expandiu-se para outras salas e cidades. Em 1989, participou da criação da então Mostra Banco Nacional de Cinema, que se tornou um dos eventos cinematográficos mais importantes do calendário carioca. Projetos de expansão do Estação levaram Adhemar para São Paulo, onde criou em 1993 o Espaço Unibanco, um projeto que transformou um decadente cinema de rua em três salas, com livraria e café. Pouco depois de trazer este mesmo conceito para o Rio, Adhemar acabou desligando-se do Grupo Estação. Em pouco tempo, o Espaço Unibanco se transformou no circuito mais cultuado de São Paulo, recebendo cerca de um milhão de espectadores por ano e investindo também no espectador do futuro por intermédio do Projeto Escola, que tem coordenação de Patrícia Durães, colaboradora de Adhemar em diversas atividades há muitos anos. Patrícia Durães é educadora e musicista nascida em Belo Horizonte em 1957. Criou em 1985, ao lado de Adhemar Oliveira e Eliane Monteiro, o Cineclube Escola no Cinema, projeto de formação de público que atende escolas públicas e particulares, no Rio de Janeiro. Em 1993, levou o projeto para São Paulo e, atualmente, leva a programação do Projeto Escola no Cinema para outras cidades do país, como Santo André, Juiz de Fora, Porto Alegre e Brasília. Em 1998, tornou-se sócia do Circuito Cinearte e do Circuito Espaço, com salas em São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Juiz de Fora, Curitiba e Porto Alegre. No ano seguinte, tornou-se sócia também da distribuidora paulista Mais Filmes, ao lado de Adhemar Oliveira, Leon Cakoff, Renata Almeida e Eliane Monteiro. Criou, em 2001, o projeto Clube do Professor, no Unibanco Arteplex, que visa ampliar o repertório cinematográfico dos educadores. Desde 2002, colabora com a Mostra de São Paulo, prestando consultoria ao Festival da Juventude, uma seleção de filmes para alunos do colegial.

Dentro do novo conceito de Arteplex, a Espaço de Cinema inaugurou salas nas cidades de Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo. Em janeiro de 2009, abriu a primeira sala IMAX (formato de tela gigante) no Brasil, localizada no Espaço Unibanco Pompéia, em São Paulo.

Bibliografia

Livros:

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.