Adilson Maghá (1948-2016)

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Biografia

Adilson Magalhães, em arte mais conhecido como Adilson Maghá, foi um ator, cantor, compositor e diretor de teatro brasileiro nascido em Nova Lima (MG) no dia 18 de maio de 1948.

Começou sua carreira artística na década de 60 como cantor e compositor. A partir daí evoluiu para as artes cênicas, inicialmente no teatro, quando começou a fazer teatro como autor, ator e diretor. Trabalhou como administrador do Teatro Santa Maria de Belo Horizonte, atualmente desativado. Ministrou aulas de técnica teatral e ainda foi o fundador-presidente do Grupo Cena de Teatro.

Na década de 80, fez sua primeira participação em televisão, na minissérie Grande Sertão Veredas, da TV Globo. Em 2007, deu vida ao personagem Evaristo, na novela Sete Pecados, e a Raimundão, na minissérie Amazônia. Em 2009, representou o personagem Siro, um guru do personagem de Lima Duarte, Shankar, em Caminho das Índias. Em 2010, atuou na novela Araguaia. Neste ano, fez uma pequena participação na novela Velho Chico.

Adilson Maghá ainda fez diversos curtas e longas-metragens, sendo premiado por algumas produções, sendo detentor de inúmeras premiações em festivais de melhor ator: Festival Garnicê (MA), Festival de Colatina (ES), Primeiro Plano – Festival de Cinema de Juiz de Fora (MG), Festival de Vitória (ES), dentre outros.

No dia 30 de dezembro de 2016, Adilson Maghá faleceu, aos 68 anos, num hospital de Belo Horizonte. De acordo com o filho, o ator e bailarino Gustavo Marquezini, Maghá lutava com um câncer no pulmão, contra o qual o pai fazia tratamento, pois havia já atingido também o cérebro, por metástase. Maghá chegou a ser submetido a uma cirurgia cerebral nesta semana, mas não resistiu.

O diretor de teatro Pedro Paulo Cava, amigo do ator, postou uma homenagem ao ator. Último dia do ano que traz tristeza para a cena mineira. Deixou-nos esta madrugada o nosso querido Adilson Maghá, um dos mais instigantes e criativos atores brasileiros. Generoso, alegre, excelente profissional, um companheiro imprescindível nesta trajetória de lutas pelo bom teatro em Minas Gerais. Palco, TV e Cinema marcaram sua carreira, disse na ocasião ao portal G1.

Filmografia

2017 :: Vazante …. Porfírio
2015 :: Oração do amor selvagem
2009 :: O Contador de Histórias …. Comerciante da Venda
2008 :: Siri-Ará …. Cioram
2008 :: Oxicianureto de Mercúrio
2008 :: Quando o Vento Sopra …. Protagonista
2007 :: E Agora José …. Antagonista
2007 :: Era uma vez… …. Protagonista
2007 :: Cinco Frações de uma Quase História …. (Episódio: O Magarefe)
2007 :: Batismo de Sangue …. Carcereiro
2006 :: Às Três da Madrugada …. Antagonista
2005 :: Confronto Final …. Antagonista
2005 :: Estranhos que acompanham …. Protagonista
2004 :: A Carta …. Protagonista
2004 :: Sic Transit Glória Mundi …. Protagonista
2004 :: Fio de Tensão
2004 :: A Idade do Homem
2004 :: O Vestido …. Antagonista
2003 :: Jogando pelo Amanhã …. Protagonista.
2003 :: Nota de Saída
1994 :: Somehere in Brazil

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.