André Abujamra

Biografia

André Cibelli Abujamra, em arte mais conhecido como André Abujamra, é um cantor, ator, compositor e multinstrumentista brasileiro nascido na cidade de São Paulo (SP) em 15 de maio de 1965. É filho do ator e diretor de teatro Antônio Abujamra.

Montou na década de 1980, junto com Maurício Pereira, a banda Os Mulheres Negras. Eles se autodenominavam a terceira menor big band do mundo. A banda produzia pop rock experimental com instrumentos eletrônicos. Tocou na banda Vexame (que tinha também a Marisa Orth) e integrou (*ou ainda integra, já que ele disse nessa entrevista que a banda não acabou) a massa banda Karnak. Dirigiu também vários videoclips, entre eles os de João Suplicy, Charles Brown Jr. e alguns do próprio Karnak.

André Abujamra também é produtor musical nos Estúdios Voz do Brasil e realiza um maravilhoso trabalho solo de música pop, com vários CDs lançados. Lançou os CDs Música Serve para Isso (1988) e Música e Ciência (1990).

No cinema, como ator, estreou em 1995 no curta A Origem dos Bebês Segundo Kiki Cavalcanti. Atou também em filmes como Sábado e Boleiros, de Ugo Giorgetti, Quando dois corações se encontram, de Torero e no excelente Durval Discos, de Anna Muylaert. Destacou-se também nos filmes Boleiros – Era Uma Vez o Futebol (1998) e, mais recentemente, É Proibido Fumar (2009).

Foi ator e diretor do Grupo Boi Voador.

Na televisão, atuou no seriado As Aventuras de Tiazinha, pela TV Bandeirantes, em 1999.

Como cantor e compositor, além de participar da banda Karnak, André Abujamra passa a especializar-se em trilhas para cinema, tendo hoje respeitável curriculum. Sua primeira trilha foi para o curta Hip-Hop SP, em 1990, direção de Francisco César Filho. Ao longo de sua carreira, compôs mais de 50 trilhas para teatro e cinema.

No cinema, André Abujamra compôs a trilha de filmes importantes como Carlota Joaquina, Baile Perfumado (1997), Carandiru (2002), Encarnação do Demônio (2008), De passagem, O Caminho das Nuvens, Bicho de 7 Cabeças, 1,99, Nem Gravata nem Honra, Cafundó, Domésticas e do já citado Durval Discos.

Também compôs trilhas e vinhetas para diversos programas televisivos como o Provocações, do próprio pai Antônio Abujamra, “Telecurso 2000”, “Programa Multishow” e do sempre presente “Castelo Ratimbum”.

Filmografia

:: Filmografia como Compositor de Trilha Sonora ::

2017 :: Praça Paris
2013 :: Até que a Sbornia nos separe
2009 :: Do começo ao Fim
2008 :: Encarnação do Demônio
2006 :: Os 12 Trabalhos
2006 :: Achados e Perdidos
2005 :: Cafundó
2003 :: O Caminho das Nuvens
2003 :: 1,99 – Um Supermercado que vende palavras
2003 :: De passagem
2002 :: Durval Discos
2002 :: Carandiru
2002 :: Nem Gravata nem Honra
2001 :: Bicho de Sete Cabeças
2000 :: Domésticas – O Filme
1997 :: Os Matadores
1997 :: Baile Perfumado
1994 :: Carlota Joaquina
1990 :: Hip-Hop SP

:: Filmografia como Ator ::

2013 :: Até que a Sbornia nos separe
2012 :: Brichos-2 – A Floresta é nossa …. Ratão
2009 :: É proibido fumar …. Pablo
2008 :: Caixa Preta
2006 :: O Livro Multicolorido de Karnak
2004 :: Como Fazer Um Filme de Amor …. Alfred
2002 :: Durval Discos
2000 :: Coda (CM)
1998 :: Boleiros – Era uma Vez o Futebol …. Pai Vavá
1996 :: Almoço Executivo (CM)
1996 :: A Origem dos Bebês Segundo Kiki Cavalcanti (CM)
1995 :: Sábado

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

ANDRÉ ABUJAMRA – SITE OFICIAL. Disponível no endereço: http://www.andreabujamra.com.br/
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. . Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/

Print Friendly, PDF & Email

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.