As Meninas (1995)

Sinopse

As Meninas conta a história de três adolescentes que vivem num pensionato e apesar de cada uma ter uma trajetória própria, suas vidas são marcadas pela realidade política e social do país. A ditadura é pano de fundo para outro questionamento: a dificuldade de deixar de ser adolescente para se tornar adulto.

Lorena, Lia e Ana Clara são três jovens universitárias que moram num pensionato de freias, em São Paulo. É o ano de 1971, tempos da ditadura militar, da oposição armada ao regime e de muita repressão. A faculdade está em greve, e as três meninas são as únicas pensionistas que não foram para casa. Lorena é filha de uma típica família paulista quatrocentona. Sempre rica, mas vive atormentada por seus dramas pessoais. O pai morreu cedo e a mãe, execessivamente egocêntrica, tenta uma segundo casamento com um mau-caráter, do qual não consegue se afastar. Lia, inteligente e politizada, participa do movimento estudantil. Seu namorado, Miguel, está preso por lutar contra o regime. E Ana Clara, a mais frágil das três, viveu uma infância pobre e foi deflorada ainda adolescente numa cadeira de dentista. Sonha em enriquecer rapidamente através de uma bem encaminhada carreira de modelo fotográfico, ou – melhor – de uma casamento com um milionário imaginário. É linda, mas está muito envolvida com as drogas, que lhe arrasam a beleza e prejudicam sua carreira. Alternando presente e passado, o filme mergulha nas iquietações, cumplicidade e diferenças das três meninas, em sua passagem da adolescência para a vida adulta. Lia deixa o país para viver no exílio com Miguel, que é trocado por um embaixador sequestrado; Lorena decide se afastar de um médico, casado e muito mais velho do que ela, pelo qual nutre uma paixão inviável; Ana Laura se atola nas drogas, conhecendo um final trágico.

Elenco

Adriana Esteves …. Lorena
Claudia Liz …. Ana Clara
Drica Moraes …. Lia
Paula, Sônia de (Irmã Bula)
Costa, Walney (Mieux)
Wolzik, Eduardo (Miguel)
Felipe, Eduardo (Max)
Niskier, Clarice (Bugre)
Pagnoncelli, Henri (Dr. Nemesius)
Maia, Melise (Mulher de M.N.)
Viscaino, Clemente (Dr. Algodãozinho)
Zambelli, Zaira (Empregada da mãe)
Costa, Walney (Mieux)
Moronni, Breno (Fotógrafo)
Ramoneda, Bianca (Colega de Lorena 1)
Malta, Roberta (Colega de Lorena 2)
Guimarães, Mariana (Lorena jovem)
Rücker, Cecília (Ana Clara jovem)
Costa, Alexandre da (Policial)
Couto, Márcio (Rômulo)
Martins, Adriano (Remo)
Luna, Ivan de (Joalheiro)
D’Almeida, Carla (Filha de Dr. Nemesius)
Caminha, Tom F. (Filho de Dr. Nemesius)

Participação especial:
Otávio Augusto …. Valdomiro
Camila Amado …. Madre Alix
Esther Góes …. Mãe de Lorena

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de As Meninas que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Emiliano Ribeiro
Roteiro: David Neves e Onézio Paiva
Adaptação: Onézio Paiva e David Neves
Estória: Baseada no livro homônimo de Lygia Fagundes Telles
Produção: Moletta, Carlos
Direção de produção: Tito Ameijeiras
Produtor associado: Emiliano Ribeiro; Lygia Fagundes Telles; Ansell, Sam
Assistência de produção: Cardoso, Nara; Nevez, Cezar
Produção – Dados adicionais
Transporte: Faria, Placido; Conti, Glauco
Assistência de direção: Arantes, Bebeto; Ferreira, Alicia
Continuidade: Moletta, Marcos
Direção de Fotografia: Nonato Estrela
Assistência de câmera: Miranda, Dudu; Lima, Fabrizio
Eletricista: Olivio Filho
Assistente de eletrecista: Lopes, Ronaldo
Maquinista: Negão, José Olivio
Auxiliar de maquinista: Carlão
Som direto: Muricy, Toninho
Mixagem: Goulart, Walter; Reis, Luis T.
Ruídos de sala: César, Antônio; Goulart, Rogério
Operador de microfone: Petzold, Arno
Montagem: Cury, Marco Antônio; Lacerda, Otávio; Sá, Haroldo
Direção de arte: Bueno, Clóvis
Figurinos: Murtinho, Rita
Letreiros: Ferreira, Ivan G.
Assistencia de cenografia: Dias, Ellen; Woerdenbag, Glória; Valéria, Soraya
Contra-regra/acessórios de cenografia: Chaves, Sérgio
Montagem de cenário: Ratinho, Daniel
Maquiagem: Vedrossi, Marcelo
Costureira: Barreto, Valdira
Assistência de figurino: Dantas, Pilar
Música (Genérico): Moletta, Carlos
Música original: Moletta, Carlos

Dados adicionais de música
Regente Maestro: Leme, Bia Paes

Título da música: Maio, Junho, Julia;
Música de: Moletta, Carlos;

Título da música: Hay que endurecerse
Música de: Moletta, Carlos

Instrumentista: Brazil, Marcio – piano; Chew, David – cello; Cardoso, Teco – flauta Pan; Batista, Jesrael – flugelhorn; Alvim, Rui – clarinete e Moletta, Marcos – violão

Conjuntos e bandas: E o Rio Cello Ensemble

Intérprete(s): Chew, David; Lacerda, Diana; Presgrave, Fábio; Bru, Fernando; Pilger, Hugo; Malard, Márcio; Riberio, Marcus e Moura, Saulo

Emoresa Produtora: Ipê Artes Filmes
Co-produção: Banco Real

Prêmios

:: Prêmio da FIPRESCI (Federação Internacional Críticos de Cinema) no Festival de Havana;
:: Melhor Roteiro e Melhor Atriz, no Festival de Cartagena (Colômbia);
:: Prêmio Especial do Júri e de Melhor Roteiro, Festival de Trieste (Itália).

Bibliografia

Fontes de Referência:

Livros:

TELLES, Lygia Fagundes. As Meninas. Rio de Janeiro: Record, .

Sites na Internet:

http://www.cinemateca.org.br/ – Cinemateca Brasileira – Brasil

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
FGR/24
CBMC/1995-1999
ALSN/DFB-LM
Jornal da Tarde, 27.05.1995 e 08.12.1995

Observações:
Jornal da Tarde de 27.05.1995 informa a participação especial de .
O projeto cinematográfico e o roteiro foram desenvolvidos por, e mesmo após sua morte, em 1994, o projeto teve continuidade.

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.