Boleiros – Era uma vez o futebol (1998)

Sinopse

Grupo de ex-jogadores se reúne em bar de São Paulo freqüentemente em todas as tardes para relembrar antigas glórias e histórias curiosas do tempo em que ainda eram jogadores profissionais. Num típico bar paulistano onde fotos de jogadores estão espalhadas pelas paredes, um grupo de homens tem algo em comum: todos são boleiros, profissionais e ex-profissionais do futebol. Eles costumam reunir-se ali para relembrar fatos e tecer comentários sobre jogos, atletas, times e juízes. Este é o ponto de partida de Boleiros, quinto longa-metragem de Ugo Giorgetti, produzido a quatro mãos, por ele e Malu Oliveira.

Os ex-jogadores Naldinho (Flávio Migliaccio) e Otávio (Adriano Stuart) costumam encontrar-se todas as tardes com outros ex-atletas do esporte: Ari (João Acaiabe), Tito (Oswaldo Campozana), Juiz (Rogério Cardoso) e Mamamá (César Negro). Reunidos à mesa, eles alinhavam aqui e ali uma observação que os remete a algum caso curioso e inesquecível de que tiveram notícia. É assim, por exemplo, que se fala das peripécias de um juiz corrupto (Otávio Augusto), empenhado em fazer um time ganhar; do jogador Paulinho Majestade (Aldo Bueno), que anuncia a venda de troféus e medalhas porque está na miséria; do craque mirim (João Motta) que se envolve com marginais; de Azul (Cléber Colombo), autor do mais belo gol dos últimos tempos, alçado à condição de herói por uma noite; do atleta contundido (André Bicudo), que apela ao pai-de-santo para se curar; e do jogador metido a garanhão (Paulo Coronato), que tenta burlar a vigilância na concentração para conquistar uma sedutora hóspede do hotel (Marisa Orth) em que está o seu time. Ancorado numa nostalgia debochada, Giorgetti povoa o seu filme de personagens comuns, com episódios que algum dia já ouvimos a respeito de alguém. Faz isso com tamanha habilidade que acabamos nos convencendo de que todas as pessoas realmente têm uma história que vale a pena conhecer, só precisam aprender a contá-la.

Direção e roteiro são de Ugo Giorgetti.

Elenco

Adriano Stuart
Flávio Migliaccio
Otávio Augusto
Cássio Gabus Mendes
Rogério Cardoso
João Acaiabe.

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.