Carmen Verônica

Biografia

Carmelita Varella Alliz Sicart, em arte mais conhecida como Carmen Verônica é uma atriz e ex-vedete brasileira nascida na cidade de Recife (PE) no dia 12 de junho de 1933.

Nos anos 50, Carmem foi uma das vedetes mais belas e cobiçadas do país. Ficou por dez anos na lista das Certinhas do Lalau, escrita pelo jornalista Sérgio Porto (Stanislaw Ponte Preta) que elegia as maiores beldades do país.

Carmem ficou conhecida nos anos 50 como a Rainha da Frescura devido à sua voz melosa, suas piscadelas de cílios e o jeito mole de falar.

É conhecida também pelos bordões, tanto o de suas personagens como os próprios, e por frases suas irreverentes, como “a bunda cai, mas o talento fica”. Em 1992, ela popularizou Oh, darling!, com a Xena; ,Oooooh, Môôôôôônicaaaa!, de Mary Montilla, e Ô prima você é otima, da Prima Rica, e também Chichanellll.

A parceria com Íris Bruzzi em os Furacões de Cuba, como são conhecidas as personagens delas em Belíssima, agradou ao público.

Carmen Verônica fez uma participação em Paraíso tropical como Mary Montilla. Foi a primeira vez que uma personagem criada por outro autor aparece numa novela. Trata-se de uma homenagem de Gilberto Braga ao grande amigo Sílvio de Abreu.

É casada há mais de 50 anos com o industrial francês Jacques Sicart.

Filmografia

2013 :: Vendo ou Alugo …. Dagmar
2013 :: A Casa da Mãe Joana 2 …. Madame Pedregal
1967 :: A Espiã que Entrou em Fria …. Jane Bond
1960 :: Amor para Três …. Estela
1959 :: Aí Vem Alegria

Bibliografia

Livros:

FRAGATA, Cláudio. Carmem Verônica: o riso com glamour. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Carmen Verônica. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/carmen-veronica/

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.