Análises Arquivo

  • Sinopse Sinopse O livro Animação Brasileira – 100 Filmes Essenciais traz textos analíticos sobre as principais animações produzidas no país, escritos por mais de 100 críticos, professores e estudiosos da […]

    LIVRO – Animação Brasileira: 100 Filmes Essenciais

    Sinopse Sinopse O livro Animação Brasileira – 100 Filmes Essenciais traz textos analíticos sobre as principais animações produzidas no país, escritos por mais de 100 críticos, professores e estudiosos da […]

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">O Livro percorre cinquenta anos de cinema da brasileira <strong>Helena Solberg</strong>. Do Cinema Novo ao Documentário Contemporâneo, da militância política e feminista nos anos de 1970 e 1980 à ficção em longa-metragem com o premiado <strong>Vida de Menina</strong>, a autora analisa 15 filmes da cineasta, dentre eles, <strong>Carmen Miranda - Bananas Is My Business</strong>, marco do documentário brasileiro.</p>

    LIVRO – Helena Solberg: do cinema novo ao documentário contemporâneo

    O Livro percorre cinquenta anos de cinema da brasileira Helena Solberg. Do Cinema Novo ao Documentário Contemporâneo, da militância política e feminista nos anos de 1970 e 1980 à ficção em longa-metragem com o premiado Vida de Menina, a autora analisa 15 filmes da cineasta, dentre eles, Carmen Miranda - Bananas Is My Business, marco do documentário brasileiro.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">O documentário <strong>A Entrevista</strong> merece ser considerado <em>o marco fundante do cinema brasileiro moderno de autoria feminina</em>. Quem atribui papel tão relevante ao curta-metragem de <strong>Helena Solberg</strong>, realizado em 1966, portanto há mais de 50 anos, é a pesquisadora e cineasta <strong>Karla Holanda</strong>, organizadora, junto com <strong>Marina Cavalcanti Tedesco</strong>, do livro <strong>Feminino e Plural: <em>Mulheres no Cinema Brasileiro</em></strong>, lançado recentemente, pela editora <strong>Papirus</strong>, na prestigiosa <strong><em>Coleção Campo Imagético</em></strong>.</p>

    LIVRO – Feminino e Plural Mulheres no Cinema Brasileiro

    O documentário A Entrevista merece ser considerado o marco fundante do cinema brasileiro moderno de autoria feminina. Quem atribui papel tão relevante ao curta-metragem de Helena Solberg, realizado em 1966, portanto há mais de 50 anos, é a pesquisadora e cineasta Karla Holanda, organizadora, junto com Marina Cavalcanti Tedesco, do livro Feminino e Plural: Mulheres no Cinema Brasileiro, lançado recentemente, pela editora Papirus, na prestigiosa Coleção Campo Imagético.

    Continue Lendo...

  • Livro da escritora e psicóloga <strong>Rosângela Rossi</strong>, que mistura de ficção, biografia e análise psicológica, a obra narra uma visita de Nava ao psicanalista na qual o escritor repassa sua vida e apresenta os principais motivos de seu suicídio.

    LIVRO – Pedro Nava no divã

    Livro da escritora e psicóloga Rosângela Rossi, que mistura de ficção, biografia e análise psicológica, a obra narra uma visita de Nava ao psicanalista na qual o escritor repassa sua vida e apresenta os principais motivos de seu suicídio.

    Continue Lendo...

  • Sinopse Dados Técnicos Sinopse . Dados Técnicos >> Dados Técnicos Título: Limite: Filme de Mário Peixoto Autor: Paulo Pereira de Mello << Sinopse

    LIVRO – Limite: Filme de Mário Peixoto

    Sinopse Dados Técnicos Sinopse . Dados Técnicos >> Dados Técnicos Título: Limite: Filme de Mário Peixoto Autor: Paulo Pereira de Mello << Sinopse

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Publicado pela <strong>Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine)</strong> em parceria com o <strong>Canal Brasil</strong> e o <strong>Grupo Editorial Letramento</strong>, o livro reúne 100 ensaios sobre documentários de diferentes épocas e formatos, escolhidos em votação realizada no primeiro semestre de 2017, com a participação de integrantes da <strong>Abraccine</strong> e convidados. Conta ainda com 20 textos sobre personagens e movimentos importantes na história do gênero no Brasil.</p>

    LIVRO – Documentário Brasileiro: 100 Filmes Essenciais

    Publicado pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) em parceria com o Canal Brasil e o Grupo Editorial Letramento, o livro reúne 100 ensaios sobre documentários de diferentes épocas e formatos, escolhidos em votação realizada no primeiro semestre de 2017, com a participação de integrantes da Abraccine e convidados. Conta ainda com 20 textos sobre personagens e movimentos importantes na história do gênero no Brasil.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;"><strong>Lima Barreto</strong> (1881-1922) é um dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos. Duramente rechaçado pelos críticos de sua época – por usar uma linguagem coloquial e criticar abertamente sociedade hipócrita e racista de então –, entrou para a galeria dos <em>malditos</em>. Autor de obras-primas como <strong>Triste fim de Policarpo Quaresma</strong> e <strong>Recordações do escrivão Isaías Caminha</strong>, produziu contos, crônicas, peças de teatro e diários. Vítima de preconceito por ser negro e pobre, só teve a obra reconhecida décadas após sua morte. Este livro analisa a produção de <strong>Lima Barreto</strong> e mostra a atualidade dos problemas que ele apontou no início do século XX.</p>

    LIVRO – Lima Barreto: Retratos do Brasil Negro

    Lima Barreto (1881-1922) é um dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos. Duramente rechaçado pelos críticos de sua época – por usar uma linguagem coloquial e criticar abertamente sociedade hipócrita e racista de então –, entrou para a galeria dos malditos. Autor de obras-primas como Triste fim de Policarpo Quaresma e Recordações do escrivão Isaías Caminha, produziu contos, crônicas, peças de teatro e diários. Vítima de preconceito por ser negro e pobre, só teve a obra reconhecida décadas após sua morte. Este livro analisa a produção de Lima Barreto e mostra a atualidade dos problemas que ele apontou no início do século XX.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Organizado por <strong>Beatriz Resende</strong>, especialista na obra de <strong>Lima Barreto</strong> (1881-1922), este livro – uma coedição com a <strong>Fundação Biblioteca Nacional</strong> – reúne alguns dos textos mais importantes e saborosos do escritor sobre a cidade do Rio de Janeiro. Nas páginas de <strong>Lima Barreto – cronista do Rio</strong>, passeamos pelas ruas da capital carioca, do final do século XIX a meados do XX, seguindo de perto o olhar atento e crítico do autor, em crônicas que espelham vários pontos e bairros do Rio, seus principais logradouros e sua mais viva expressão cultural. Para enriquecer o volume, as narrativas são ilustradas com fotos da época, do acervo da Biblioteca Nacional: são imagens do Teatro Municipal, das praças, da Lapa, das ruas do Centro, de Botafogo, do Passeio Público, entre outras. Uma merecida homenagem a Lima Barreto, escritor que morreu esquecido, vítima de preconceito e incompreensão.</p>

    LIVRO – Lima Barreto: Cronista do Rio

    Organizado por Beatriz Resende, especialista na obra de Lima Barreto (1881-1922), este livro – uma coedição com a Fundação Biblioteca Nacional – reúne alguns dos textos mais importantes e saborosos do escritor sobre a cidade do Rio de Janeiro. Nas páginas de Lima Barreto – cronista do Rio, passeamos pelas ruas da capital carioca, do final do século XIX a meados do XX, seguindo de perto o olhar atento e crítico do autor, em crônicas que espelham vários pontos e bairros do Rio, seus principais logradouros e sua mais viva expressão cultural. Para enriquecer o volume, as narrativas são ilustradas com fotos da época, do acervo da Biblioteca Nacional: são imagens do Teatro Municipal, das praças, da Lapa, das ruas do Centro, de Botafogo, do Passeio Público, entre outras. Uma merecida homenagem a Lima Barreto, escritor que morreu esquecido, vítima de preconceito e incompreensão.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Ao deparar-se com a urgência de filmar operários em seus embates políticos, oito cineastas intervieram e representaram os novos movimentos sociais que ressurgiram durante a ditadura civil e militar no Brasil. Com base nisso, o livro Filmar operários: registro e ação política de cineastas durante a ditadura militar no Brasil propõe-se a analisar os embates e jogos desse processo de representação nas narrativas cinematográficas sobre os trabalhadores industriais urbanos, tendo como enfoque os processos de produção audiovisual e as temáticas que envolveram operários urbanos entre as décadas de 1970 e 80.</p>

    LIVRO – Filmar operários: registro e ação política de cineastas durante a ditadura militar no Brasil

    Ao deparar-se com a urgência de filmar operários em seus embates políticos, oito cineastas intervieram e representaram os novos movimentos sociais que ressurgiram durante a ditadura civil e militar no Brasil. Com base nisso, o livro Filmar operários: registro e ação política de cineastas durante a ditadura militar no Brasil propõe-se a analisar os embates e jogos desse processo de representação nas narrativas cinematográficas sobre os trabalhadores industriais urbanos, tendo como enfoque os processos de produção audiovisual e as temáticas que envolveram operários urbanos entre as décadas de 1970 e 80.

    Continue Lendo...

  • Sinopse Dados Técnicos Sinopse Dados Técnicos >> Dados Técnicos Título: Documentário e o Brasil na segunda guerra mundial: o antimilitarismo e o anticomunismo como matrizes sensíveis Autor: Cássio dos Santos […]

    LIVRO – Documentário e o Brasil na Segunda Guerra Mundial

    Sinopse Dados Técnicos Sinopse Dados Técnicos >> Dados Técnicos Título: Documentário e o Brasil na segunda guerra mundial: o antimilitarismo e o anticomunismo como matrizes sensíveis Autor: Cássio dos Santos […]

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Livro publicado originalmente em 1986, traz o inventário definitivo do também chamado <strong><em>Cinema Marginal</em></strong>, <strong><em>Experimental</em></strong> ou <strong><em>Udigrudi</em></strong>. Temos aqui a visão crítica (ou melhor, metacrítica) realizada por <strong>Jairo Ferreira</strong>, cineasta, jornalista e uma das figuras centrais do movimento, no qual atuou nas mais diversas funções, de roteirista a ator, de fotógrafo still a seletor de trilha sonora, dirigindo também seus próprios filmes.</p>

    LIVRO – Cinema de Invenção (Ed. 2016)

    Livro publicado originalmente em 1986, traz o inventário definitivo do também chamado Cinema Marginal, Experimental ou Udigrudi. Temos aqui a visão crítica (ou melhor, metacrítica) realizada por Jairo Ferreira, cineasta, jornalista e uma das figuras centrais do movimento, no qual atuou nas mais diversas funções, de roteirista a ator, de fotógrafo still a seletor de trilha sonora, dirigindo também seus próprios filmes.

    Continue Lendo...

  • Sinopse Dados Técnicos Sinopse Dados Técnicos >> Dados Técnicos Título: Que tchan é esse? Autora: Mônica Neves Leme Editora: Annablume ISBN: << Sinopse

    LIVRO – Que tchan é esse?

    Sinopse Dados Técnicos Sinopse Dados Técnicos >> Dados Técnicos Título: Que tchan é esse? Autora: Mônica Neves Leme Editora: Annablume ISBN: << Sinopse

    Continue Lendo...

Página 1 de 812345...Última »