Antropologia Arquivo

  • Your ads will be inserted here byEasy Plugin for AdSense.Please go to the plugin admin page toPaste your ad code OR Suppress this ad slot.

    LIVRO – O Dilema da America Latina

    Your ads will be inserted here byEasy Plugin for AdSense.Please go to the plugin admin page toPaste your ad code OR Suppress this ad slot.

    Continue Lendo...

  • Sinopse Dados Técnicos Sinopse . Dados Técnicos >> Dados Técnicos Título: Os Índios e a Civilização Autor: Darcy Ribeiro << Sinopse

    LIVRO – Os Índios e a Civilização

    Sinopse Dados Técnicos Sinopse . Dados Técnicos >> Dados Técnicos Título: Os Índios e a Civilização Autor: Darcy Ribeiro << Sinopse

    Continue Lendo...

  • LIVRO – Os Brasileiros: Teoria do Brasil

    Continue Lendo...

  • LIVRO – Teoria do Brasil (Ed. 2013)

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;"><strong>Darcy Ribeiro</strong> era antropólogo e, além de fundar o <em>Museu do Índio</em> e criar o <em>Parque Indígena do Xingu</em>, escreveu vasta obra etnológica e em defesa da causa indígena. Este livro reúne cinco ensaios de etnologia e indigenismo, registros dos modos de ser e de pensar de grupos indígenas, com os quais ele conviveu e cujas vivências e visões procurou entender.</p>

    LIVRO – Uirá sai à procura de Deus: Ensaios de Etnologia e Indigenismo (Ed. 2016)

    Darcy Ribeiro era antropólogo e, além de fundar o Museu do Índio e criar o Parque Indígena do Xingu, escreveu vasta obra etnológica e em defesa da causa indígena. Este livro reúne cinco ensaios de etnologia e indigenismo, registros dos modos de ser e de pensar de grupos indígenas, com os quais ele conviveu e cujas vivências e visões procurou entender.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Já no prefácio de <strong>As Américas e a civilização</strong> — que integra a <strong><em>Coleção Estudos de Antropologia da Civilização</em></strong>, obra seminal de <strong>Darcy Ribeiro</strong> — o autor rejeita tanto as interpretações tradicionais das Américas quanto os dogmas marxistas que revaleciamnos anos... e busca um corpo teórico novo, capaz de dar conta das complexidades dos povos e do processo civilizatório nas Américas. A novidade surge na conceituação então proposta por ele, dividindo os povos americanos em três: Novos-Testemunho, sobreviventes dos grandes impérios précolombianos; Povos Novos, produto da mistura racial e cultural entre colonizador, nativo e escravo; e Povos Transplantados, que mantêm as matrizes racial e cultural da metrópole. À essa nova conceituação Darcy alia o conceito de espoliação, que permeia todo o livro e explica a cisão entre países ricos e países pobres.</p>

    LIVRO – As Américas e a Civilização: processo de formação e causas do desenvolvimento cultural desigual dos povos americanos (Ed. 2007)

    Já no prefácio de As Américas e a civilização — que integra a Coleção Estudos de Antropologia da Civilização, obra seminal de Darcy Ribeiro — o autor rejeita tanto as interpretações tradicionais das Américas quanto os dogmas marxistas que revaleciamnos anos... e busca um corpo teórico novo, capaz de dar conta das complexidades dos povos e do processo civilizatório nas Américas. A novidade surge na conceituação então proposta por ele, dividindo os povos americanos em três: Novos-Testemunho, sobreviventes dos grandes impérios précolombianos; Povos Novos, produto da mistura racial e cultural entre colonizador, nativo e escravo; e Povos Transplantados, que mantêm as matrizes racial e cultural da metrópole. À essa nova conceituação Darcy alia o conceito de espoliação, que permeia todo o livro e explica a cisão entre países ricos e países pobres.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Os brasileiros se sabem, se sentem e se comportam como uma só gente, pertencendo a uma mesma etnia. Essa unidade não significa porém nenhuma uniformidade. O homem se adaptou ao meio ambiente e criou modos de vida diferentes. A urbanização contribuiu para uniformizar os brasileiros, sem eliminar suas diferenças. Fala-se em todo os país uma mesma língua, só diferenciada por sotaques regionais.</p>

    LIVRO – O Povo Brasileiro: a formação e o sentido do Brasil (Ed. 2015)

    Os brasileiros se sabem, se sentem e se comportam como uma só gente, pertencendo a uma mesma etnia. Essa unidade não significa porém nenhuma uniformidade. O homem se adaptou ao meio ambiente e criou modos de vida diferentes. A urbanização contribuiu para uniformizar os brasileiros, sem eliminar suas diferenças. Fala-se em todo os país uma mesma língua, só diferenciada por sotaques regionais.

    Continue Lendo...

  • LIVRO – O Processo Civilizatório

    Continue Lendo...