Patrimônio Arquivo

  • <p style="text-align: justify;">Nova edição do livro <strong>A Segunda Cinelândia Carioca: <em>cinemas, sociabilidade e memória na Tijuca</em></strong> é o resultado de uma pesquisa, desenvolvida entre os anos de 2007 e 2009, por <strong>Talitha Ferraz</strong> em sua dissertação de Mestrado do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura da ECO-UFRJ.</p>

    LIVRO – A Segunda Cinelândia Carioca

    Nova edição do livro A Segunda Cinelândia Carioca: cinemas, sociabilidade e memória na Tijuca é o resultado de uma pesquisa, desenvolvida entre os anos de 2007 e 2009, por Talitha Ferraz em sua dissertação de Mestrado do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura da ECO-UFRJ.

    Continue Lendo...

  • Your ads will be inserted here byEasy Plugin for AdSense.Please go to the plugin admin page toPaste your ad code OR Suppress this ad slot. Sinopse Dados Técnicos Sinopse O […]

    LIVRO – Percepção do intangível: entre genealogias e apropriações do patrimônio cultural

    Your ads will be inserted here byEasy Plugin for AdSense.Please go to the plugin admin page toPaste your ad code OR Suppress this ad slot. Sinopse Dados Técnicos Sinopse O […]

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">O livro conta e analisa a história das duas décadas iniciais da <em>sétima arte</em> no Brasil, mostrando o papel que Rio e São Paulo tiveram na fixação e no usufruto da mercadoria cinematográfica. Dos exibidores ambulantes às primeiras salas fixas de cinema, dos filmetes de dois minutos aos longas-metragens, do predomínio da produção francesa à hegemonia norte-americana, o livro acompanha ainda a saga dos pioneiros da produção e da exibição de filmes, como o português <strong>Antônio Leal</strong>, os irmãos italianos <strong>Afonso</strong> e <strong>Paschoal Segreto</strong> e o espanhol <strong>Francisco Serrador</strong>. Mostra também a divisão entre os cinemas de elite nas ruas elegantes e os galpões populares nos bairros pobres das duas cidades, e a influência do cinema na sociedade, moldando o comportamento do público.</p>

    LIVRO – Imagens do passado: São Paulo e Rio de Janeiro nos primórdios do cinema

    O livro conta e analisa a história das duas décadas iniciais da sétima arte no Brasil, mostrando o papel que Rio e São Paulo tiveram na fixação e no usufruto da mercadoria cinematográfica. Dos exibidores ambulantes às primeiras salas fixas de cinema, dos filmetes de dois minutos aos longas-metragens, do predomínio da produção francesa à hegemonia norte-americana, o livro acompanha ainda a saga dos pioneiros da produção e da exibição de filmes, como o português Antônio Leal, os irmãos italianos Afonso e Paschoal Segreto e o espanhol Francisco Serrador. Mostra também a divisão entre os cinemas de elite nas ruas elegantes e os galpões populares nos bairros pobres das duas cidades, e a influência do cinema na sociedade, moldando o comportamento do público.

    Continue Lendo...