Técnicos Arquivo

  • Your ads will be inserted here byEasy Plugin for AdSense.Please go to the plugin admin page toPaste your ad code OR Suppress this ad slot. Sinopse Sinopse

    LIVRO – Como fazer documentários

    Your ads will be inserted here byEasy Plugin for AdSense.Please go to the plugin admin page toPaste your ad code OR Suppress this ad slot. Sinopse Sinopse

    Continue Lendo...

  • LIVRO – Cinema de Animação – Artenova Arte Livre

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">O livro <strong>Rio, eu te amo</strong>, organizado pelo jornalista <strong>Pedro Butcher</strong> e com pesquisa de <strong>Flávia Mattar</strong>, foca o trabalho dos diretores, seus métodos de criação, linguagens, visões de mundo, pensamentos e a maneira como cada um deles realiza o seu trabalho. É um livro precioso e estimulante para todos aqueles que amam, pensam, estudam e, sobretudo, fazem cinema. Além dos capítulos com as dez histórias e pontos de vista de cada um dos respectivos diretores, o livro ainda apresenta um sobre os desafios enfrentados por Vicente Amorim para as cenas de transição.</p>

    LIVRO – Rio, Eu Te Amo: 11 Diretores em Ação

    O livro Rio, eu te amo, organizado pelo jornalista Pedro Butcher e com pesquisa de Flávia Mattar, foca o trabalho dos diretores, seus métodos de criação, linguagens, visões de mundo, pensamentos e a maneira como cada um deles realiza o seu trabalho. É um livro precioso e estimulante para todos aqueles que amam, pensam, estudam e, sobretudo, fazem cinema. Além dos capítulos com as dez histórias e pontos de vista de cada um dos respectivos diretores, o livro ainda apresenta um sobre os desafios enfrentados por Vicente Amorim para as cenas de transição.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Uma história contada no cinema envolve muitos elementos. Cenário, figurino, luz, cor, personagem e até mesmo o ângulo particular de uma cena são recursos que criam a atmosfera da narrativa. Nesse processo, o papel do diretor de arte é fundamental. Mas o que é exatamente direção de arte? Qual a abrangência dessa atividade na realização de um filme? Como se configuram as relações do diretor de arte com os diversos profissionais em uma produção audiovisual?</p>
<p style="text-align: justify;">As respostas a essas questões - surgidas no dia a dia de seu trabalho como diretora de arte e cenógrafa, <strong>Vera Hamburger</strong> encontrou nas muitas reflexões com colegas de trabalho e nas entrevistas com diretores de arte que vivenciaram a formação e a estruturação da profissão no Brasil. O material iconográfico pesquisado em acervos particulares, instituições públicas ou privadas ajudou a compor esse retrato.</p>

    Livro – Arte em Cena: a Direção de Arte no Cinema Brasileiro

    Uma história contada no cinema envolve muitos elementos. Cenário, figurino, luz, cor, personagem e até mesmo o ângulo particular de uma cena são recursos que criam a atmosfera da narrativa. Nesse processo, o papel do diretor de arte é fundamental. Mas o que é exatamente direção de arte? Qual a abrangência dessa atividade na realização de um filme? Como se configuram as relações do diretor de arte com os diversos profissionais em uma produção audiovisual?

    As respostas a essas questões - surgidas no dia a dia de seu trabalho como diretora de arte e cenógrafa, Vera Hamburger encontrou nas muitas reflexões com colegas de trabalho e nas entrevistas com diretores de arte que vivenciaram a formação e a estruturação da profissão no Brasil. O material iconográfico pesquisado em acervos particulares, instituições públicas ou privadas ajudou a compor esse retrato.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Segundo os próprios autores, roteiristas do premiadíssimo filme <strong>Cidade de Deus</strong>, este é um manual que já nasceu com crise de identidade. Para <strong>Leandro Saraiva</strong> e <strong>Newton Cannito</strong>, a escrita de um roteiro depende basicamente de processos individuais e que não podem ser reduzidos a regras gerais.</p>

    LIVRO – Manual de Roteiro

    Segundo os próprios autores, roteiristas do premiadíssimo filme Cidade de Deus, este é um manual que já nasceu com crise de identidade. Para Leandro Saraiva e Newton Cannito, a escrita de um roteiro depende basicamente de processos individuais e que não podem ser reduzidos a regras gerais.

    Continue Lendo...

  • Dados Técnicos Dados Técnicos Título: Câmera na mão: som direto e informação Autor: Edgar Moura Editora: FUNARTE / Instituto Nacional de Fotografia Ano da Edição: 1985

    LIVRO – Câmera na mão: som direto e informação

    Dados Técnicos Dados Técnicos Título: Câmera na mão: som direto e informação Autor: Edgar Moura Editora: FUNARTE / Instituto Nacional de Fotografia Ano da Edição: 1985

    Continue Lendo...

  • Sinopse Autor Ficha Técnica Sinopse Atento às novas tendências da indústria cinematográfica e ao crescimento na construção de salas de projeção no Brasil, Luiz Gonzaga de Luca apresenta ao leitor […]

    LIVRO – Cinema Digital e 35mm

    Sinopse Autor Ficha Técnica Sinopse Atento às novas tendências da indústria cinematográfica e ao crescimento na construção de salas de projeção no Brasil, Luiz Gonzaga de Luca apresenta ao leitor […]

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Edição revista, atualizada e ampliada do livro de <strong>Doc Comparato</strong>, originalmente lançado pela <strong>Summus Editorial</strong> em 1995. Focaliza desde a ideia e os primeiros apontamentos até o roteiro final, passando por tópicos como conflito, personagem, construção, tempo e unidade dramáticos. Ao mesmo tempo que aborda a teoria, <strong>Doc Comparato</strong>, experiente roteirista de cinema e televisão, propõe exercícios práticos para testar a apreensão dos conteúdos. O livro aborda os tipos de diálogo, a estrutura dramática, a filosofia da idéia, as qualidades criativas necessárias ao roteirista e como escrever ficção para o ciberespaço. Traz ainda planilhas de avaliação, análise de roteiros, exercícios atualizados, glossário e relação de sites importantes.</p>

    LIVRO – Da Criação ao Roteiro: teoria e prática

    Edição revista, atualizada e ampliada do livro de Doc Comparato, originalmente lançado pela Summus Editorial em 1995. Focaliza desde a ideia e os primeiros apontamentos até o roteiro final, passando por tópicos como conflito, personagem, construção, tempo e unidade dramáticos. Ao mesmo tempo que aborda a teoria, Doc Comparato, experiente roteirista de cinema e televisão, propõe exercícios práticos para testar a apreensão dos conteúdos. O livro aborda os tipos de diálogo, a estrutura dramática, a filosofia da idéia, as qualidades criativas necessárias ao roteirista e como escrever ficção para o ciberespaço. Traz ainda planilhas de avaliação, análise de roteiros, exercícios atualizados, glossário e relação de sites importantes.

    Continue Lendo...

  • Vídeo sub é um guia completo para iniciantes nessa fascinante aventura que é a cinegrafia subaquática. Aqui o leitor encontrará tudo o que necessita para dar os primeiros passos na […]

    LIVRO – Video Sub: teoria e prática

    Vídeo sub é um guia completo para iniciantes nessa fascinante aventura que é a cinegrafia subaquática. Aqui o leitor encontrará tudo o que necessita para dar os primeiros passos na […]

    Continue Lendo...

  • Este livro objetiva discutir a função da produção sonora em audiovisuais, abordando os vários estímulos que o espectador de um audiovisual recebe simultaneamente. Para isso, estuda a articulação entre disciplinas […]

    LIVRO – A Dimensão Sonora da Linguagem Audiovisual

    Este livro objetiva discutir a função da produção sonora em audiovisuais, abordando os vários estímulos que o espectador de um audiovisual recebe simultaneamente. Para isso, estuda a articulação entre disciplinas […]

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Quebrar o silêncio que reside nas formas, fazendo ressaltar sua geometria contundente, pela luz ou pelo inusitado dos ângulos de suas imagens, essa é a marca, às vezes crua, de <strong>Thomaz Farkas</strong>, fotógrafo húngaro, naturalizado brasileiro. Fotógrafo, produtor de cinema, diretor de documentários, professor, suas atividades o distinguem, desde a década de 1940, como um dos mais criativos artistas, sendo em grande parte o reponsável pelas atividades fotográficas em nosso país. Como um verdadeiro viajante "estrangeiro", Farkas ajudou a redescobrir o Brasil, incentivando e consagrando vários outros documentaristas.</p>

    LIVRO – Thomaz Farkas – Vol. 10

    Quebrar o silêncio que reside nas formas, fazendo ressaltar sua geometria contundente, pela luz ou pelo inusitado dos ângulos de suas imagens, essa é a marca, às vezes crua, de Thomaz Farkas, fotógrafo húngaro, naturalizado brasileiro. Fotógrafo, produtor de cinema, diretor de documentários, professor, suas atividades o distinguem, desde a década de 1940, como um dos mais criativos artistas, sendo em grande parte o reponsável pelas atividades fotográficas em nosso país. Como um verdadeiro viajante "estrangeiro", Farkas ajudou a redescobrir o Brasil, incentivando e consagrando vários outros documentaristas.

    Continue Lendo...

  • O livro trata da formação do diretor de arte a partir de uma base sólida. Noções de desenho, perspectiva, composição, proporção, tipografia, cores, processo criativo, passo a passo de uma […]

    LIVRO – Os primeiros segredos da Diretor de Arte

    O livro trata da formação do diretor de arte a partir de uma base sólida. Noções de desenho, perspectiva, composição, proporção, tipografia, cores, processo criativo, passo a passo de uma […]

    Continue Lendo...

Página 1 de 212