Chico Buarque de Hollanda

Biografia

Francisco Buarque de HolLanda, em arte mais conhecido por Chico Buarque é um músico, dramaturgo e escritor brasileiro nascido na cidade do Rio de Janeiro (RJ) no dia 19 de junho de 1944. É filho do historiador Sérgio Buarque de Holanda e de Maria Amélia Cesário Alvim. Em mais de trinta anos de carreira, é reconhecido como um dos maiores compositores da história da Música Popular Brasileira (MPB). Sua discografia conta com aproximadamente oitenta discos, entre eles discos-solo, em parceria com outros músicos e compactos.

Filho de uma família de sete irmãos (entre eles as cantoras Miúcha, Christina Buarque e Anna de Holanda), escreveu seu primeiro conto aos 18 anos. Acaba mudando-se para São Paulo em função do trabalho do pai.

Em 1963, ingressou na FAU (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo) da USP. Já com fortes tendências musicais, abandonou a faculdade no terceiro ano. Em 1964, compôs sua primeira canção, Tem mais Samba, e em 1965, gravou o primeiro compacto simples com as músicas Pedro Pedreiro e Sonho de um Carnaval, ganhando destaque como cantor a partir de 1966, quando lançou seu primeiro álbum, Chico Buarque de Hollanda, pela RGE. A consagração vem no mesmo ano, ao vencer o II Festival de Música Popular Brasileira da TV Excelsior, com a música A Banda.

Socialista declarado autoexilou-se na Itália em 1969, devido à crescente repressão do regime militar do Brasil nos chamados anos de chumbo, Chico Buarque tornou-se, ao retornar em 1970, um dos artistas mais ativos na crítica política e na luta pela democratização no país.

Na carreira literária, foi vencedor de três Prêmios Jabuti: o de melhor romance em 1992 com Estorvo e o de Livro do Ano, tanto pelo livro Budapeste, lançado em 2004, como por Leite Derramado, em 2010.

Como compositor, também fez a trilha sonora de dezenas de filmes. Como ator, faz pontas em diversos filmes como Garota de Ipanema (1967), Certas Palavras (1980) e Ed Mort (1997).

Em 02 de dezembro de 2012, foi confirmado por Miguel Faria Jr., um documentário, do qual apresentará um show de Chico, organizado para a produção, mesclado com depoimentos dele e de outros nomes da música nacional, além de encenações com personagens das canções mais famosas do artista.

Chico Buarque foi casado por 33 anos com a atriz Marieta Severo (de 1966 a 1999), com quem teve três filhas, Sílvia Buarque (1969), Helena (1970) e Luísa (1975). Tem cinco netos: Francisco (1996), Clara (1998) e Cecília (2006) (frutos do casamento de sua filha Helena com o cantor/compositor Carlinhos Brown); Irene (2005) (de sua filha Sílvia com o ator Chico Diaz) e Lia (de sua filha Luisa). Chico Buarque é tio da cantora Bebel Gilberto.

Ao contrário da crença popular, o dicionarista Aurélio Buarque de Holanda era apenas um primo distante de Sérgio Buarque de Holanda, pai de Chico.

Em 2006, retornou aos palcos com o show Carioca, que percorreu todo o Brasil com casa lotada. É um gênio da música popular brasileira.

Filmografia

:: Filmografia como Autor de Canção ::

2011 :: O Abismo Prateado
2005 :: A Máquina
1995 :: A Ostra e o Vento
1985 :: Ópera do Malandro
1983 :: Para Viver um Grande Amor
1983 :: Perdoa-me por me traíres
1981 :: Os Saltimbancos Trapalhões
1979 :: A noiva da cidade
1979 :: Bye-Bye, Brasil
1976 :: Dona Flor e seus Dois Maridos
1973 :: Vai Trabalhar, Vagabundo
1973 :: Joanna Francesa
1972 :: Quando o carnaval chegar
1967 :: Garota de Ipanema
1966 :: O Anjo Assassino

:: Filmografia como Ator ::

2001 :: Água e Sal (Portugal/Itália)
1997 :: Ed Mort
1995 :: O Mandarim
19 :: Amor Vagabundo
1991 :: Vai Trabalhar Vagabundo II – a Volta
1980 :: Certas Palavras
1972 :: Quando o Carnaval chegar
1967 :: Garota de Ipanema

:: Filmografia como Roteirista ::

2000 :: Estorvo
1985 :: Ópera do Malandro
1983 :: Para Viver um Grande Amor

:: Filmografia como Ele Mesmo ::

2017 :: O Processo
2017 :: Eu, Meu Pai e os Cariocas – 70 Anos de Música no Brasil
2015 :: Chico – Artista Brasileiro
2012 :: A Música segundo Tom Jobim
2009 :: Um Homem de Moral
2009 :: Palavra (En)Cantada
2007 :: A Casa do Tom
2007 :: Oscar Niemeyer – A Vida é um sopro
2007 :: Fados (Portugal/Espanha)
2006 :: Sol – Caminhando contra o Vento
2005 :: Maria Bethânia: Música é Perfume (França/Suiça)
2005 :: Vinicius
2005 :: Christo Redemptor (CM)
2003 :: Evandro Teixeira – Instantâneos da Realidade
1980 :: Certas palavras com Chico Buarque
1978 :: Siembro Viento en mi Ciudad (Cuba)

Publicações

BUARQUE, Chico. O Irmão Alemão. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.
______. Leite Derramado. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.
______. Tantas palavras. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.
______. Budapeste. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.
______. Benjamim. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
______. Estorvo. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.
______. A Bordo do Rui Barbosa. : , 1981.
______. Chapeuzinho Amarelo. : , 1979.
______. Fazenda Modelo. : , 1974.
BUARQUE, Chico; GUERRA, Ruy. Calabar. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, .

Prêmios

2003 :: Prêmio Jabuti 2004, categoria Livro do Ano – Ficção. Livro: BUDAPESTE;
2003 :: Prêmio Passo Fundo Zaffari & Bourbon 2005, categoria . Livro: BUDAPESTE;
1991 :: Prêmio Jabuti 1992, categoria Romance. Livro: ESTORVO;

Bibliografia

Livros:

ALBIN, Ricardo Cravo. Dicionário Houaiss Ilustrado da Música Popular Brasileira. Rio de Janeiro: Paracatu, 2006.
BUARQUE DE HOLANDA, Bartolomeu. Buarque, uma família brasileira: ensaio histórico-genealógico. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2007.
CARVALHO, Gilberto de. Chico Buarque, Análise Poético-musical. Rio de Janeiro: Editora CODECRI, 1982.
CÉSAR, Ligia Vieira. Poesia e Política nas Canções de Bob Dylan e Chico Buarque. São Paulo: Editora Estação Liberdade, 1993.
CHEDIAK, Almir. Songbook Chico Buarque (4 volumes). Rio de Janeiro: Lumiar Editora, 1999.
DE STEFANO, Gildo, Il popolo del samba. La vicenda e i protagonisti della storia della música popular brasileira. Prefácio de Chico Buarque de Holanda, Introdução de Gianni_Minà. Roma: RAI Ediciones, 2005.
DINIZ, Júlio. A voz e seu dono: poética e metapoética na canção de Chico Buarque de Hollanda. In. FERNANDES, Rinaldo de (Org.). Chico Buarque do Brasil. Rio de Janeiro: Garamond / Biblioteca Nacional, 2004, pp. 259–271.
DINIZ, Júlio. O compositor e a cidade. In: Letterature D’America, anno XXIV, n.102. Roma: Facoltá di Scienze Umanistiche dell’Universitá di Roma “La Sapienza” / Bulzoni Editore, 2004, pp. 149-168.
FERNANDES, Rinaldo. Chico Buarque do Brasil. Rio de Janeiro: Editora Garamond, 2004.
FONTES, Maria Helena Sansão. Sem Fantasia: Masculino e Feminino em Chico Buarque. Rio de Janeiro: Graphia Editorial, 2003.
MENESES, Adélia Bezerra de. Desenho Mágico: Poesia e Política em Chico Buarque. São Paulo: Ateliê Editorial, 2000.
MORAIS JUNIOR, Luis Carlos de. O Sol nasceu pra todos:a História Secreta do Samba. Rio de Janeiro: Litteris, 2011.
MENESES, Adélia Bezerra de. Figuras do Feminino na Canção de Chico Buarque. São Paulo: Ateliê Editorial, 2000.
NEPOMUCENO, Eric, WERNECK, Humberto e JOBIM, Tom. Chico Buarque: Letra e música. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.
SILVA, Anazildo Vasconcelos da. A poética de Chico Buarque. Rio de Janeiro: Editora Sophos, 1974.
SILVA, Fernando de Barros. Chico Buarque na Coleção Folha explica. São Paulo: Publifolha, 2004.
TABORDA, Felipe (Org.). A Imagem do Som de Chico Buarque: 80 composições de Chico Buarque interpretadas por 80 artistas contemporâneos. Rio de Janeiro: Editora Francisco Alves, 1999.
SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.
TELES, Viriato. A Arte por Via das Dúvidas: In Bocas de Cena. Porto: Campo das Letras, 2003.
URICH, Silvia e ECHEPARE, Roberto. Chico Buarque. Argentina: Gray Edciones, 1985.
ZAPPA, Regina. Chico Buarque Perfis do Rio. Rio de Janeiro: Editora Zumara, 1999.

Internet:

CHICO BUARQUE. http://www.chicobuarque.com.br/
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Chico Buarque de Hollanda. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/chico-buarque-de-hollanda/

Print Friendly, PDF & Email

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.