Cine Rosário – Rio de Janeiro – RJ

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More
Print Friendly, PDF & Email

Histórico

Cine Rosário foi uma sala de cinema de rua, localizado na rua Leopoldina Rego, no bairro de Ramos, Zona Norte do Rio de Janeiro (RJ). Foi inaugurado no dia 12 de outubro de 1938.

Com capacidade para 1.442 lugares, o projeto arquitetônico em estilo art-decó do cinema, composto de três andares – contemplando hall, balcão e plateia -, foi concebido por Ricardo Wriedt (o mesmo responsável pelos cinemas Império e Pathé-Palácio, na Cinelândia), sua sessão inaugural teve como atração o lançamento do filme In Old Chicago (No Velho Chicago) (1937), estrelado por Tyrone Power, Alice Faye e Don Ameche, dirigido por Henry King. O filme foi assistido por uma platéia lotada, de elite, suplantada apenas pelos Cinema Metro Passeio e Cine São Luiz.

Em 1981, chegou a se chamar Cine Ramos, depois de uma reforma, que reduziu sua capacidade para 701 de espectadores. Depois, em 1992, encerrou suas atividades.

Posteriormente ao seu fechamento, o imóvel onde funcionava o cinema passou a ser utilizado em outras atividades ligadas ao entretenimento, como um Bingo e até uma boate noturna, a Boate Trigonometria.

Infelizmente, ao contrário dos outros cinemas contemporâneos, o Cine Rosário não recebeu atenção necessária para reverter seu aspecto de abandono e as promessas de revitalização seguem esquecidas ano após ano.

Finalmente, em outubro de 1997, o imóvel do Cine Rosário foi tombado pelo município do Rio de Janeiro.

O Instituto Rio Patrimônio da Humanidade, da Prefeitura do Rio de Janeiro, informa que o imóvel está selecionado para um projeto de resgate dos cinemas de rua do subúrbio carioca, que o órgão desenvolve junto à RioFilme. Ao todo, estão inseridos nove cinemas, e o Cine Rosário é um deles. Entretanto, ainda não há uma data prevista para a implementação das revitalizações.

Bibliografia

Periódicos:

MOURA, Amanda. Promessa de resgate de cinema em Ramos: Tombado, Cine Rosário está desativado e abandonado. O prédio, construído em 1938, é o único bem protegido do bairro. In: Jornal OGlobo. Rio de Janeiro, 15 de março de 2014.

Internet

BRASILIANA FOTOGRÁFICA. Cine Pathé. Disponível no endereço: http://brasilianafotografica.bn.br. Acesso em: 12 de maio de 2017.
MOURA, Amanda. Promessa de resgate de cinema em Ramos. Disponível no endereço: http://oglobo.globo.com/rio/bairros/promessa-de-resgate-de-cinema-em-ramos-11861309. Acesso em: 10 de setembro de 2016.
O DIA. Um final feliz para cinemas de rua. Disponível no endereço: http://odia.ig.com.br/portal/rio/um-final-feliz-para-cinemas-de-rua-1.415062. Acesso em: 10 de setembro de 2016.
O GLOBO. Apesar da promessa da Riofilme, cinemas de rua seguem abandonados. Disponível no endereço: http://oglobo.globo.com/cultura/filmes/apesar-da-promessa-da-riofilme-cinemas-de-rua-seguem-abandonados-20402254. Acesso em: 03 de novembro de 2016.
O GLOBO. Após anos de abandono, antigos cinemas de rua do Rio vivem o suspense da reestreia. Disponível no endereço: http://oglobo.globo.com/rio/design-rio/apos-anos-de-abandono-antigos-cinemas-de-rua-do-rio-vivem-suspense-da-reestreia-16441474. Consultado em 10 de setembro de 2016.
O GLOBO. Cine Palácio voltará ao circuito em 2015, mas como um teatro. Disponível no endereço: https://oglobo.globo.com/rio/cine-palacio-voltara-ao-circuito-em-2015-mas-como-um-teatro-9686735. Consultado em 10 de setembro de 2016.
PREFEITURA DO RIO. Bens Tombados – Prefeitura do Rio. Disponível no endereço: http://www.rio.rj.gov.br. Acesso em: 10 de setembro de 2016.

Legislação:

Rio de Janeiro. Decreto Municipal nº 16.134 de 06/10/97.

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.