Cinematográfica Vera Cruz Ltda.

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Histórico

A CINEMATOGRÁFICA VERA CRUZ LTDA., empresa fundada em 1949 e ativa até hoje, produziu e co-produziu mais de 40 (quarenta) filmes de longa metragem, além de alguns documentários. Muitos desses filmes adquiriram prestigio nacional e às vezes internacional, fazendo hoje parte integrante da historia do Cinema Brasileiro.

Produziu também alguns documentários, entre eles Painel (produzido em 1951) e Santuário (1952), dirigidos por Lima Barreto, Obras Novas, São Paulo em Festa de Marcelo Grassman.

Alguns desses filmes receberam diversos prêmios no Brasil e em Festivais Internacionais, entre eles Cannes e Veneza.

Os espectadores desses filmes variaram de 20.000.000 (O CANGACEIRO) a 2.500.000, sendo esses valores aproximados, não havendo dados completos dos distribuidores.

Nos últimos anos tem operado principalmente como Distribuidora.

Recentemente iniciou um extenso trabalho buscando a recuperação de seu acervo e sua disponibilização ao grande público.

Produziu em 2000 o cd-rom “VERA CRUZ e Seus Filmes”.

Realizou em 2001 várias exposições fotográficas a partir de seu acervo, em espaços de grande prestígio, como o Museu Casa das Rosas em São Paulo e durante o Festival de Cinema de Gramado.

Lançou em abril de 2003 o livro Vera Cruz: imagens e história do cinema brasileiro.

Em 2004/2005, realizou o restauro e a digitalização de seu acervo iconográfico constituído de mais de 10.000 negativos e documentos, com apoio e incentivo fiscal da Prefeitura do Município de São Paulo com patrocínio da empresa de saúde Intermédica.

Em 2006, inicia o restauro de seu acervo cinematográfico, através de 5 documentários , que alem de novos negativos, cópias de difusão e cópias digitais, foram lançados em DVD com apoio da empresa REDECARD.

Começa também a partir de 2006, a realizar alianças e parcerias com outras produtoras para voltar a produzir.

Filmes Produzidos

Enumeramos a seguir esses filmes, produzidos durante as diversas fases da Empresa, inclusive aqueles em que atuou como co-produtora, em diversos níveis:

:: 1951 ::
:: Caiçara – Dirigido por Adolfo Celi
:: Terra é sempre Terra – Dirigido por Tom Payne e Abílio Pereira de Almeida

:: 1952 ::
:: Ângela – Dirigido por Tom Payne e Abílio Pereira de Almeida
:: Sai da frente – Dirigido por Abílio Pereira de Almeida
:: Tico-Tico no Fubá – Dirigido por Adolfo Celi
:: O Cangaceiro – Dirigido por Lima Barreto
:: Appassionata – Dirigido por Fernando de Barros
:: Nadando em dinheiro – Dirigido por Abílio Pereira de Almeida e Carlos Thiré
:: Uma pulga na balança – Dirigido por Luciano Salce

:: 1953 ::
:: Sinhá Moça – Dirigido por Tom Payne e Oswaldo Sampaio
:: Esquina da Ilusão – Dirigido por Ruggero Jaccobi
:: É proibido beijar – Dirigido por Hugo Lombardi
:: Candinho – Dirigido por Abílio Pereira de Almeida
:: Luz apagada – Dirigido por Carlos Thiré

:: 1954 ::
:: Na senda do crime – Dirigido por Flaminio Bollini
:: Floradas na serra – Dirigido por Luciano Salce

:: 1956 ::
:: O Sobrado – Dirigido por Walter George Durst e Cassiano Gabus Mendes
:: O gato de Madame – Dirigido por Agostinho Martins Pereira
:: Osso, Amor e Papagaios – Dirigido por César Memolo e Carlos A. Souza Barros

:: 1957 ::
:: Paixão de Gaucho – Dirigido por Walter George Durst
:: Estranho encontro – Dirigido por Walter Hugo Khouri
:: Rebelião em Vila Rica – Dirigido por Geraldo e Renato Santos Pereira

:: 1958 ::
:: Ravina – Dirigido por Rubem Biáfora

:: 1964 ::
:: Imitando o Sol – Dirigido por Geraldo Vietri
:: Noite vazia – Dirigido por Walter Hugo Khouri

:: 1966 ::
:: O corpo ardente – Dirigido por Walter Hugo Khouri

:: 1968 ::
:: As amorosas – Dirigido por Walter Hugo Khouri

:: 1970 ::
:: Pindorama – Dirigido por Arnaldo Jabor
:: Grande Sertão – Dirigido por Geraldo e Renato Santos Pereira
:: O palácio dos Anjos – Dirigido por Walter Hugo Khouri
:: Verão de fogo – Dirigido por Pierre Kalfon

:: 1971 ::
:: Um certo Capitão Rodrigo – Dirigido por Anselmo Duarte
:: Um anjo mau – Dirigido por Roberto Santos

Bibliografia

Livros:

MARTINELLI, Sérgio. Vera Cruz: imagens e história do cinema brasileiro. São Paulo: Abooks, 2002.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.