Cristina Flores

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Biografia

Cristina Flores é uma atriz brasileira nascida no Rio de Janeiro (RJ) no dia 16 de janeiro. Estudou teatro na Casa das Artes de Laranjeiras (CAL), no Rio de Janeiro. Tem atuação no teatro, televisão e cinema. Foi fundadora da Cia. teatral Os Dezequilibrados, fundada em 1996. No teatro foi indicada duas vezes ao Prêmio Shell de Melhor Atriz (por Dilacerado e Memória Afetiva de um Amor Esquecido>, duas vezes indicada ao Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz de drama, uma vez indicada ao Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz de comédia (por A Estupidez), uma vez indicada ao Prêmio Coca-Cola de Atriz revelação (por As Viagens de Gulliver).

Entre suas peças teatrais, destacam-se: “Sutura” (2009) – primeiro semestre de 2009 no Oi Futuro (RJ), com Direção: Felipe Vidal e Dramaturgia: Anthony Neilson.; “Onde Você Estava Onde eu Acordei?” (2008), com Direção: Sidney Cruz e Dramaturgia: Sidney Cruz; “Últimos Remorsos Antes do Esquecimento” (2007), com Direção: Ivan Sugahara e Dramatugia: Jean-Luc Lagarce; “Memória Afetiva de um Amor Esquecido” (2007), com Direção: Ivan Sugahara e Dramaturgia: Rosyane Trotta; “Dilacerado” (2006), com Direção: Ivan Sugahara e Dramaturgia: Daniela Pereira de Carvalho; “Finale” (2005), com Direção e dramaturgia: Robert Paccitti; “Purificado” (2004) com Direção: Felipe Vidal , Dramaturgia: Sarah Kane; “Combinado” (2003), com Direção: Ivan Sugahara, Dramaturgia: Daniela Pereira de Carvalho; “Vida,o Filme” (2002), com Direção: Ivan Sugahara e Dramaturgia: Daniela Pereira de Carvalho e Ivan Sugahara; “Quase Verdade” (2001), com Direção : Dudu Sandroni. Dramaturgia: Tom Stoppard.; “As Viagens de Gulliver” (2000) com Direção e Dramaturgia: Rosyane Trotta.; “Um Quarto de Crime e Castigo” (1999) com Direção: Ivan Sugahara, uma adaptação de “Crime e Castigo” de Dostoievski: Cristina Flores e Ivan Sugahara; “O Príncipe que Tudo Aprendeu nos Livros” (1999), com Direção : Mauro Marques e Antonio Abujamra., dramaturgia: Jacinto Benaventes.; “Tributo a Bertolt Brecht” (1998), com Direção: Antonio Abujamra, uma coletânea de Poemas de B. Brecht; “O que é Bom em Segredo é Melhor em Público” (1996), com Direção: Antonio Abujamra, baseado em crônicas de Nelson Rodrigues.

Sua estreia no cinema, foi no curta-metragem Verdade ou Consequência, dirigido por Aleques Eiterer e produzido pelo próprio diretor e Franco Groia, lançado em 2002.

Sua estréia na Tv, foi em 2009, pelas mãos da diretora Denise Saraceni, na série Tudo Novo de Novo, mas foi na novela Viver a Vida (2010), também na Rede Globo, com sua personagem Vitória que Cristina mostrou seu talento ao grande público.

Em 2011, Cristina Flores esteve no elenco da novela Insensato Coração, de Gilberto Braga e Ricardo Linhares, vivendo a personagem Ingrid.

.

Filmografia

2016 :: Maresia – O Filme
:: Espiral
2006 :: Berenice
2002 :: Verdade ou Consequência

Prêmios

Indicação Prêmio Shell de Melhor Atriz (2008) – “Memória Afetiva de um Amor Esquecido”

Indicação Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz Drama (2008) – “Memória Afetiva de um Amor Esquecido”

Indicação Prêmio Shell de Melhor Atriz (2005) – “Dilacerado”

Indicação Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz Drama (2005) – “Dilacerado”

Indicação Prêmio Coca-Cola de Atriz Revelação (2000) – “As viagens de Gulliver”

Bibliografia

Fontes de Referência

Internet:

CAROL CONDÉ. http://www.carolconde.com.br/. Acessado em: 03 de fevereiro de 2011.

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/cristina-flores/

TEATROPEDIA. http://teatropedia.com/wiki/Cristina_Flores. Acessado em: 11 de setembrro de 2011.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.