Eduardo Moscovis

Biografia

Carlos Eduardo de Andrade, em arte mais conhecido como Eduardo Moscovis ou Du Moscovis, é um ator brasileiro nascido no Rio de Janeiro (RJ) no dia 08 de junho de 1968. É filho de Sevasti e Wernor de Andrade. É dos grandes atores-galãs da atualidade, mesclando talento, carisma e beleza.

Estudou Administração de Empresas na Universidade Santa Úrsula, mas deixou a faculdade antes de concluir. Após assistir a uma aula de teatro na Casa de Ensaio do Humaitá, convidado por uma amiga, encantou-se por aquilo que viu e se matriculou no curso. Depois, inscreveu-se também em aulas de teatro no Tablado e na Casa de Artes de Laranjeiras (CAL). A partir de então, passou a integrar o elenco de diversas montagens teatrais e, foi devido ao seu bom desempenho, que acabou entrando para a Rede Globo. O diretor Emílio Di Biasi o viu atuando na peça O Ateneu e o convidou para participar da oficina de atores da emissora.

Em 1991, estreou no cinema no curta-metragem A Saudade Mata a Gente.

Após um teste com o diretor Luiz Fernando Carvalho, conseguiu o papel do Cigado Tibor na novela Pedra sobre Pedra, de 1992. No ano seguinte, atuou no remake de Mulheres de Areia, como Tito e, em 1994, viveu o seu primeiro protagonista em televisão, o apaixonado Delfino Montiel na minissérie A Madona de Cedro.

Posterior a esse trabalho, transferiu-se para o SBT, para protagonizar a novela As Pupilas do Senhor Reitor, ao lado da atriz Débora Bloch. A trama foi o único trabalho dos atores fora da Globo, tendo sido um grande sucesso de audiência, graças ao capricho e a bela releitura que o SBT deu ao romance de Julio Diniz. Com sua atuação, ganhou mais fama de galã e bom moço.

Os anos 1990 foram férteis para Eduardo Moscovis, já como galã da Globo, em minisséries, programas e novelas como Mulheres de Areia (1993), A Madona de Cedro (1994), As Pupilas do Sr. Reitor (1995), Vira Lata (1996), A Vida como Ela É (1996) – (um episódio); Anjo de Mim (1996), Por Amor (1997), Pecado Capital (1998), Você Decide (1992/2000) (cinco episódios).

Em 1996, retornou à Rede Globo, para participar da novela Anjo de Mim, como Wagner. Mas foi com a novela Por Amor, que Eduardo conseguiu o seu personagem de maior destaque até então, o piloto Nando. O romance com Milena, de Carolina Ferraz, conquistou o telespectador, que adorava as cenas de amor protagonizadas pelo casal. Além disso, a trama de Nando envolvia o personagem Orestes, de Paulo José, vítima do alcoolismo, seu padrasto na história, responsável por cenas de muito impacto na novela. Pela sua atuação foi muito elogiado, obtendo com esse trabalho mais mídia e reconhecimento. Seus trabalhos a seguir seriam somente de suma importância em produções da emissora.

No mesmo ano de 1996, fez seu primeiro longa-metragem, A Casa de Açúcar, último do grande diretor argentino radicado no Brasil Carlos Hugo Christensen (1920-1996), mas o filme nunca foi lançado, por não ter sido concluído.

Em 1998, protagonizou a sua primeira novela na Globo, quando participou do remake de Pecado Capital, como Carlão. Repetindo o que acontecera em Por Amor, mais uma vez fez par romântico com Carolina Ferraz, que interpretou Lucinha.

Também em 1998, tem sua grande chance no cinema, como protagonista principal do filme Bela Donna, direção de Fábio Barreto, atuando ao lado da bela atriz canadense Natasha Henstridge e de Florinda Bolkan, atriz brasileira de fama internacional, de volta ao País, depois de duas décadas morando na Itália.

Em 2000, o ator viveu mais um bom momento de sua carreira ao encarnar Julião Petruchio, o protagonista da novela O Cravo e a Rosa. Com esse trabalho, Eduardo pôde mostrar sua veia cômica atuando como par da atriz Adriana Esteves.

Dois anos mais tarde, em 2002, veio o jornalista Chico Maia da novela Desejos de Mulher. Na história, Chico era apaixonado por Júlia, de Glória Pires, com quem o ator já havia trabalhado no início da carreira, em Mulheres de Areia.

Em 2004, foi presenteado com o seu primeiro vilão, na novela Senhora do Destino, quando deu vida ao político corrupto Reginaldo. O final de sua personagem causou bastante polêmica na mídia, uma vez que Reginaldo morreu apedrejado durante um comício. Em seguida, fez sua última atuação em novelas ao participar do grande sucesso do horário das seis, Alma Gêmea, na pele do romântico Rafael. Diferentemente das outras histórias, nessa o casal protagonista acaba morrendo no último capítulo.

Desde então, tem se mantido recluso da TV, limitando-se somente a participações especiais em seriados e, dedicando-se ao teatro e cinema. O mesmo chegou a ser convidado para participar de uma série de produções, entre elas O Profeta, Paraíso Tropical, Duas Caras, Negócio da China, Tempos Modernos e Uma Rosa Com Amor, mas recusou todos os convites, alegando a necessidade de dar um novo rumo a carreira.

Em 2012 voltou á televisão na sitcom Louco por Elas, como Léo, um homem que vive cercado de mulheres. Eduardo passa a explorar seu lado humorístico, e desponta no seriado, ao lado de Deborah Secco. A terceira temporada estreou em 22 de janeiro de 2013.

Eduardo Moscovis foi casado com a produtora Roberta Richard entre 1995 e 2002, com quem tem duas filhas: Gabriela, nascida em 2000, e Sophia, nascida em 2002. Em março de 2007, casou-se com a modelo e apresentadora Cynthia Howlett, com quem tem uma filha, Manuela, nascida em abril de 2007.

No teatro, além de despontar como ator, também produziu o espetáculo Eles Não Usam Black-tie.

Filmografia

:: Filmografia como Ator ::

2019 :: Veneza (Em Produção)
2018 :: O Doutrinador
2017 :: Love Film Festival
2016 :: Amor em Sampa
2015 :: Pequeno Dicionário Amoroso 2
2014 :: Os Homens são de Marte… E é pra lá que eu vou
2011 :: 180º
2011 :: Corações Sujos
2010 :: Cabeça a Prêmio
2009 :: Delito
2009 :: Fumando Espero
2007 :: Sem Controle
2005 :: Um Mundo Secreto (CM)
2005 :: Bendito Fruto
2004 :: O Problema (CM)
2000 :: Os Filhos de Nelson (CM)
1998 :: Bela Donna
1997 :: O Que É Isso, Companheiro?
1996 :: A Casa de Açúcar (Inacabado) (Brasil/Argentina)
1991 :: A Saudade Mata a Gente (CM)

:: Filmografia como Dublador ::

1999 :: Tarzan …. Tarzan

:: Filmografia como Ele Mesmo ::

2017 :: Os 8 Magnificos
2009 :: Fumando espero

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Eduardo Moscovis. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/eduardo-moscovis/

Print Friendly, PDF & Email

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.