Geraldo Moraes (1939-2017)

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More
Print Friendly, PDF & Email

Biografia

Geraldo da Rocha Moraes, em arte mais conhecido como Geraldo Moraes, foi um cineasta, roteirista, produtor, gestor de políticas cultuarais e professor universitério brasileiro nascido em Santa Maria (RJ) no dia 24 de junho de 1939. Foi professor de Cinema e televisão na Universidade de Brasília (UnB) e professor convidado na Escola Internacional de Cinema e TV de Los Baños, em Cuba.

Geraldo Moraes passou a infância e adolescência em Porto Alegre, onde desde os 13 anos freqüentou o Cineclube Pró Deo, instituição católica fundada por Humberto Didonet. Foi nessa época que o futuro cineasta gaúcho Geraldo Moraes perdeu o sono com a exibição de O que a Carne Herda (Pinky), de Elia Kazan, em um cinema de Porto Alegre. Desde aquele momento, sua vida e o cinema se tornaram indissociáveis.

Mais tarde, Geraldo Moraes passou a participar do Clube de Cinema de Porto Alegre, criado por P.F. Gastal. Em 1961, escreveu o roteiro do curta-metragem O Último Golpe, de João Carlos Caldasso.

Geraldo Moraes passou por alguns dos momentos mais importantes da história brasileira, tais como a Ditadura Militar e a redemocratização, sempre engajado política e culturalmente. Estava no exército quando Leonel Brizola garantiu a posse de João Goulart. Participou do movimento estudantil, chegando à vice-presidência da UNE, em 1962. Ai, em um período de grande efervescência cultural, criou, na Universidade de Brasília, o Centro de Produção Cultural e Educativa (CPCE), de onde sairia parte da nova geração de cineastas brasileiros.

Após o golpe de 1964 foi para Goiânia, onde trabalhou com Alinor Azevedo e realizou documentários para cinema e televisão com o fotógrafo Fernando Stamato, com o qual aprendeu a fotografar e montar. Realizou experiências com cinema de animação e ajudou a criar o Departamento de Cinema do estado de Goiás.

A partir de 1967, radicou-se em Brasília, onde se tornou professor de cinema e televisão na UnB. Nos anos 1970, realizou dois curtas-metragens, escreveu e dirigiu peças teatrais e começou a preparar seu primeiro longa, A Difícil Viagem (1981). Dirigiu também os longas O Círculo de Fogo (1990), No Coração dos Deuses (1997) e O Homem mau dorme bem (2009).

Na UnB, criou o CPCE – Centro de Produção Cultural e Educativa, a partir de um convênio com o BID, onde produziu ampla documentação audiovisual da Região Centro-Oeste.

Em 1992, foi Secretário do Audiovisual e Secretário do Planejamento, Ministério da Cultura, na gestão do Ministro Antônio Houaiss, quando implementou e administrou o Programa Resgate do Cinema Brasileiro, que deu início à retomada da produção cinematográfica no país após o Governo Collor. Geraldo Moraes participou coordenação da regulamentação da Lei do Audiovisual.

Em 2003, foi eleito presidente do CBC (Congresso Brasileiro de Cinema). Na sua gestão, trabalhou pela criação da ANCINAV – Agência Nacional do Cinema e do Audiovisual e pela aprovação da Convenção para a Proteção e Promoção da Diversidade das Expressões Culturais (da UNESCO). Criou e presidiu a CBDC (Coalizão Brasileira pela Diversidade Cultural), além de ter sido membro do Conselho Diretor da Federação Internacional das Coalizões (FICDC).

O cineasta teve vários livros publicados, como Teoria e Prática do roteiro (esgotado) e Eneagrama: uma ferramenta da dramaturgia. Também foi organizador e co-autor dos livros O Cinema de Amanhã e A Diversidade Cultural e a Convenção da Unesco (com João Baptista Pimentel Neto, Débora Peters e outros). Em 2008, ganhou biografia da Coleção Aplauso, da Imprensa Oficial de São Paulo. Trata-se de Geraldo Moraes: O Cineasta do Interior, escrita pelo jornalista Klecius Henrique.

Geraldo Moraes faleceu, aos 78 anos de idade, no dia 05 de agosto de 2017, no Hospital Santa Rosa em Cuiabá (MT). Estava na região do Pantanal gravando a minisérie Pantanal e Outros Bichos, quando passou mal e sofreu uma queda no dia 03 de agosto. Mesmo tendo sido internado, ele não resistiu a um infarto agudo do miocárdio vindo a falecer, diante do estado frágil de saúde do cineasta (em virtude de uma hepatite viral).

Era casado com a produtora Solange Souza Lima Moraes e tem seis filhos de dois casamentos anteriores, todos atuantes na área de comunicação: Márcio (diretor de animação), Marta (jornalista), Denise (cineasta e professora de cinema), Paulo (produtor de televisão), André (músico e diretor de cinema e televisão) e Bruno (ator e cineasta).

Filmografia

2009 :: O Homem mau dorme bem
1999 :: No Coração dos Deuses
1990 :: O Círculo de Fogo
1983 :: A Difícil Viagem
1976 :: Os Mensageiros da Aldeia (curta)
1973 :: A Semente do Pão (curta)

Publicações

MORAES, Geraldo. Teoria e Prática do roteiro. : , . (esgotado)
MORAES, Geraldo. Eneagrama: uma ferramenta da dramaturgia. : , .
MORAES, Geraldo (org.). O Cinema de Amanhã. : , .
MORAES, Geraldo. A Diversidade Cultural e a Convenção da Unesco. : , .

Bibliografia

Fontes de Referência:

Livros:

HENRIQUE, Klecius. Geraldo Moraes: O Cineasta do Interior. São Paulo: Imprensa Oficial, 2010.

Internet:

CORREIRO BRAZILIENSE. Morre, aos 78 anos, cineasta gaúcho-brasiliense Geraldo Moraes. Disponível no endereço: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2017/08/05/interna_cidadesdf,615430/morre-aos-78-anos-cineasta-gaucho-brasiliense-geraldo-moraes.shtml
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Geraldo Moraes. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/geraldo-moraes/
RDNEWS. cineasta falece de infarto agudo após queda em-gravação de série no pantanal. Disponível no endereço: http://www.rdnews.com.br/cidades/cineasta-falece-de-infarto-agudo-apos-queda-em-gravacao-de-serie-no-pantanal/88277

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.