Helena Ranaldi

Biografia

Helena Ranaldi Nogueira, em arte conhecida como Helena Ranaldi, é uma atriz e modelo brasileira, nascida em São Paulo (SP) no dia 25 de maio de 1966.

Desde criança demonstrava querer ser atriz. Aos dez anos, já mostrava seu interesse artístico brincando de atriz no espelho da mãe.

Mais tarde, começou a fazer trabalhos como modelo e alguns comerciais para televisão. Essa carreira tomou um rumo mais sério quando ela foi classificada entre as cinco finalistas do concurso Supermodel of the World — Etapa Brasil, de 1989, promovido pela Class Modelos e pela Ford Models americana (o primeiro lugar desse mesmo ano ficou com a modelo Adriana de Oliveira). Com o dinheiro que ganhou, resolve investir na carreira de atriz e, assim, fez um curso de teatro. Em 1989, já com 23 anos, mudou-se de São Paulo para o Rio de Janeiro, a fim de seguir carreira artística. Muito bela e talentosa, não tarda a aparecer as primeiras oportunidades.

Em seu primeiro trabalho, no ano de 1990, interpretou Stefânia, na novela A História de Ana Raio e Zé Trovão, produzida e exibida pela antiga Rede Manchete. No ano seguinte, ainda faria outra novela na emissora, Amazônia, antes de transferir-se para a Rede Globo, onde inicia vitoriosa carreira em novelas e minisséries, com destaque para Olho por Olho (1988), como Malena, Anjo de Mim (1996), como Joana, Laços de Família (2000), como Cintia, Coração de Estudante (2002), como Clara Gouveia, Mulheres Apaixonadas (2003), como Raquel, Um só Coração (2004), como Lídia Rosemberg, e A Favorita (2008), como Dedina, a mulher do prefeito que tem um tórrido romance com o rústico Damião.

Em 1992, já contratada pela Rede Globo, interpretou Nina em Despedida de Solteiro. Um ano depois, durante as gravações da telenovela Olho no Olho, conheceu o diretor Ricardo Waddington, com quem se casou. Dessa união, que durou dez anos (1994-2004), nasceu seu único filho, Pedro.

Em 1996, chegou a apresentar o Fantástico ao lado de Pedro Bial, mas a experiência durou pouco tempo porque, em julho, recebeu o convite para atuar na telenovela Anjo de Mim, dirigida pelo então marido, despontando em um dos personagens centrais.

Em 2000, inicou uma sequência de ótimos trabalhos com o autor Manoel Carlos, os quais foram: Laços de Família (2000), como a veterinária turrona Cíntia; Presença de Anita (2001), como Lúcia, esposa do escritor Nando, vivido por José Mayer, este que se apaixona pela ninfeta Anita, interpretada pela então estreante Mel Lisboa; e Mulheres Apaixonadas (2003), como a professora de Educação Física Raquel, que se envolve com um aluno do colégio em que trabalha, e também foge do ex-marido agressivo, autor de vários espancamentos sofridos por ela.

Em 2002, foi a protagonista da novela Coração de Estudante, em que viveu a jovem advogada Clara e, em 2004, participou da minissérie Um Só Coração, como a judia Lídia, que vive um amor intenso e proibido com Frederico.

Por duas vezes consecutivas teve passagens em produções globais sem muito destaque, e foram, Senhora do Destino, como a empresária Yara, cujo objetivo era ser mãe através de uma produção independente, porém acaba perdendo o emprego e se ve obrigada a recorrer ajuda ao pai da criança, o então Plínio, filho da protagonista Maria do Carmo, e Páginas da Vida, como Márcia, nessa última, a personagem perdeu o rumo na trama, uma vez que Antônio Calloni, seu marido na novela, pediu para sair da mesma alegando cansaço por emendar trabalhos.

Em 2008, viveu a atormentada Dedina, primeira dama de Triunfo, cidade fictícia de A Favorita. No decorrer da novela, sua personagem acaba por se envolver com o operário Damião, de Malvino Salvador, melhor amigo do seu marido, o Prefeito Elias. O desenrolar da história desse triângulo amoroso colaborou diretamente para que a audiência da novela alavancasse.

Somente em 2006, após quase duas décadas de sucesso na TV e no teatro, estreou nos cinemas como protagonista no filme Bodas de Papel.

Helena nunca interpretou uma vilã na TV, no máximo, mulheres desequilibradas, como Malena em Olho no Olho, Suzana em Quatro por Quatro e a maior de todas, Dedina, de A Favorita. Curiosamente, a atriz chegou a fazer faculdade de Educação Física, mas não acabou o curso.

Depois da união com o cineasta Ricardo Waddington, Helena Ranaldi casou-se novalmente, no ano de 2009, com o trompetista Max Sette.

Em 2010 a atriz estreou na série-teen Malhação 2010, onde interpretou a diretora do Colégio Primeira Opção, Tereza, uma mulher culta, que tem uma relação familiar com os alunos.

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Helena Ranaldi. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/helena-ranaldi/

WIKIPEDIA. Disponível no endereço: http://pt.wikipedia.org/wiki/Helena_Ranaldi. Acesso em: 20 de jan. de 2012.

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.