Helena Solberg

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More
Print Friendly, PDF & Email

Biografia

Helena Solberg é diretora de cinema, nascida no Rio de Janeiro (RJ) no ano de 1942.

Iniciou sua carreira como cineasta, lançando o curta em PB, A Entrevista (1966). Neste, ao retratar a preparação de uma noiva para seu casamento, Helena Solberg tece uma reflexão sobre sua formação burguesa, e inaugura um traço marcante de seu trabalho: a conjugação entre documentário e ficção. Trabalhou com Paulo Cezar Sarraceni (Capitu, 1968), Rogério Sganzerla (A Mulher de Todos, 1969) e Mário Carneiro (A Entrevista).

Na década de 70, passou a residir nos Estados Unidos por cerca de 30 anos, onde dirigiu várias produções, dentre elas: The Double Day (1975); Simplesmente Jenny (1979); The Emerging Woman (1974); From the Ashes… Nicaragua Today (1982), que ganhou o National Amy Award; Home of the Brave (1986), vencedor do Blue Ribbon Award, American Film Festival; The Brazilian Connection (1989); The Forbiden Land (1990), vencedor do Bronze Apple Award, National Educational Film Festival.

Helena Solberg também dirigiu diversos filmes para canais de televisão internacionais, como HBO, PBS, Channel 4, Radiotelevisão Portuguesa (RTP), National Geographic Channel, entre outros.

Voltando ao Brasil, Helena Solberg dirigiu Carmem Miranda: Banana Is My Business. Este ganhou os prêmios de Melhor Filme pelo júri popular, da crítica e o especial do júri no Festival de Brasília. Além disso, levou o Gold Hugo Award de melhor docu-drama no Festival de Chicago e foi selecionado entre os 10 melhores filmes de não-ficção pelo Andrew Sarris. Entre outros prêmios, também saiu vitorioso do Festival de Havana e de Uruguai. Banana Is My Business também foi transmitido nacionalmente nos EUA em rede de televisão.

Em 2004, Helena Solberg dirigiu Vida de Menina, que foi o grande vencedor do Festival de Gramado de 2004, com prêmios de Melhor Filme, Fotografia, Direção de Arte, Roteiro e Música. Em 2005, ganhou o prêmio de melhor filme pelo público no Festival do Rio. E Ludmila Dayer, que atuou como protagonista, ganhou o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Natal, 2006. Em seguida, Helena Solberg dirigiu e co-roteirizou Palavra (En)Cantada (2009), vencedor do prêmio de Melhor Direção no Festival do Internacional Rio em 2008.

Filmografia

2013 :: A Alma da Gente
2009 :: Palavra (En)Cantada
2004 :: Vida de Menina
1994 :: Carmen Miranda: Bananas Is My Business
1986 :: Retrato de um terrorista
1982 :: From the ashes… Nicaragua today. Prêmio do National Emmy Award.
1975 :: The double day
1975 :: Simplesmente Jenny
1966 :: A entrevista

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

TAVARES, Mariana. Helena Solberg: do cinema novo ao documentário contemporâneo. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2014.

Internet:

ABRACI-RJ – Associação Brasileira de Cineasta do Rio de Janeiro – http://www.abracirj.org.br/

FILMEB. http://www.filmeb.com.br/

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.