Iberê Cavalcanti

Biografia

Iberê Cavalcanti é um cineasta, roteirista, produtor e montador brasileiro.

INICIOU SUAS ATIVIDADES ARTÍSTICAS EM 1954 NO TEATRO MUNICIPAL DE NITERÓI COMO ATOR NO GRUPO DE TEATRO DE IZAAC BARDAVID, EM SEGUIDA ATUOU NO FAMOSO GRUPO CARIOCA “O TABLADO”, QUANDO FOI DIRIGIDO POR EROS MARTINS PEDRO. FEZ PARTE DA PRIMEIRA TURMA DA FACULDADE DE TEATRO DA FUNDAÇÃO BRASILEIRA DE TEATRO, ONDE TEVE COMO MESTRES HENRIETTE MORINEAU, ADOLFO CELLI, MARIA CLARA MACHADO, DULCINA DE MORAIS, JUNITO DE SOUZA BRANDÃO, JORACY CAMARGO, GIANNI RATTO E OUTROS GRANDES NOMES DAS ARTES CÊNICAS BRASILEIRAS.

VIAJANDO EM 1958 PARA O EXTERIOR, ONDE SE PROFISSIONALIZARIA, PERMANECENDO DURANTE 9 ANOS ENTRE A EUROPA E A AMÉRICA LATINA, Iberê Cavalcanti ATUOU COMO LOCUTOR E RÁDIO-ATOR NA BBC DE LONDRES, NA RTV DE PARIS, RBI-RÁDIO BERLIM INTERNACIONAL
E RÁDIO HAVANA CUBA.

REALIZOU FILMES PARA A TV DFF – BERLIM E PARA O ICAIC, EM HAVANA, TENDO SIDO O PRIMEIRO CINEASTA BRASILEIRO A DIRIGIR FILMES EM CUBA E NA ALEMANHA, ONDE TAMBÉM FOI MEMBRO DO COLETIVO DE DIREÇÃO DA LEIPZIGER SHAUSPIELHAUS E DO BERLINER ENSEMBLE, O TEATRO DE BERTOLDT BRECHT, À ÉPOCA SOB A DIREÇÃO DE MANFRED WECKWERT.

DE VOLTA AO BRASIL, Iberê Cavalcanti COLABOROU COM NELSON PEREIRA DOS SANTOS em El Justiceiro e PASSOU À DIREÇÃO DE LONGA-METRAGENS COM SEU PRIMEIRO FILME BRASILEIRO, A Virgem Prometida (1968), O QUAL VIRIA A SER O REPRESENTANTE OFICIAL DO CINEMA BRASILEIRO NA MOSTRA INTERNACIONAL DO FESTIVAL DE MAR DEL PLATA DAQUELE ANO. A PARTIR DE ENTÃO SUA ATIVIDADE TEM SIDO CONTÍNUA NO BRASIL E NO EXTERIOR.

SEUS FILMES TÊM PARTICIPADO DE DIVERSOS FESTIVAIS E MOSTRAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS DE CINEMA – CANNES, PANAMÁ, PARIS, MIAMI, MUNIQUE, LEIPZIG, VIÑA DEL MAR, LA HABANA, BUENOS AIRES, NOVA IORQUE, BRASÍLIA, RIO DE JANEIRO E OUTRAS CIDADES, CONQUISTANDO VÁRIOS PRÊMIOS E CONSTRUINDO UMA AMPLA TRAJETÓRIA NO CINEMA E NA DIREÇÃO DE ESPETÁCULOS MUSICAIS E DO RÁDIO.

ATUALMENTE, Iberê Cavalcanti ENCONTRA-SE EM FASE DE PREPARAÇÃO DOS LANÇAMENTOS NACIONAL E INTERNACIONAL DE SEU MAIS RECENTE LONGA-METRAGEM Terra de Deus, ESTRELADO POR LUCÉLIA SANTOS E STEPAN NERCESSIAN, GRANDE VENCEDOR DO FESTIVAL DE CINEMA BRASILEIRO DE MARINGÁ-PR, PREMIADO EM BRASÍLIA PELA MELHOR MÚSICA ORIGINAL E REPRESETANTE DO BRASIL NOS III.ENCONTROS INTERNACIONAIS DE CINEMA DA ÁFRICA, EM CABO VERDE.

COMPROMETIDO COM INICIATIVAS DE INCLUSÃO SÓCIO-CULTURAL E ENFRENTANDO DE FORMA RENOVADORA OS GRAVES PROBLEMAS DA EXIBIÇÃO DEMOCRÁTICA DE FILMES BRASILEIROS EM NOSSO PAÍS, Iberê Cavalcanti CRIOU E VEM REALIZANDO DESDE 2004 O PROJETO “CINEPOP BRASIL”, DE EXIBIÇÃO MÓVEL DE FILMES BRASILEIROS E DE FORMAÇÃO AUDIOVISUAL CIDADÃ.

CONCEBEU E DIRIGIU EM 2000 A PRIMEIRA EDIÇÃO DO PROJETO “MARAMAR” AS ROTAS DA INTEGRAÇÃO, UMA SÉRIE DE CONCERTOS SINFÔNICOS COM REPERTÓRIO EXCLUSIVAMENTE SULAMERICANO, UM PROJETO PIONEIRO.

O PRIMEIRO CONCERTO DA SÉRIE FOI REALIZADO EM BRASÍLIA, NA SALA VILLA LOBOS, COM A ORQUESTRA SINFÔNICA DO TEATRO NACIONAL CLÁUDIO SANTORO SOB A REGÊNCIA DO MAESTRO JÚLIO MEDAGLIA, ALCANÇANDO GRANDE SUCESSO, TENDO SIDO TRANSMITIDO POR REDE NACIONAL DE TV PARA TODO O PAÍS.

Iberê Cavalcanti DESTACA-SE TAMBÉM POR SUAS HISTÓRICAS ATIVIDADES INSTITUCIONAIS NO ÂMBITO DA POLÍTICA CINEMATOGRÁFICA BRASILEIRA, TENDO SIDO IDEALIZADOR E PRIMEIRO PRESIDENTE DA MAIS IMPORTANTE ENTIDADE DE CINEASTAS BRASILEIROS, A ABD-ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DOCUMENTARISTAS. FOI DIRETOR DA ABRACI-ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CINEASTAS E TAMBÉM DIRETOR DA COOPERATIVA BRASILEIRA DE CINEMA E REPRESENTANTE NO BRASIL DA AID-ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE DOCUMENTARISTAS, ORGÃO FILIADO À UNESCO.

Filmografia

:: Filmografia como Diretor ::

2006 :: Terra de Deus
1977 :: A Força do Xangô
1969 :: Um Sonho de Vampiros
1968 :: A Virgem Prometida

:: Filmografia como Roteirista ::

1977 :: A Força do Xangô

:: Filmografia como Produtor ::

1977 :: A Força do Xangô

:: Filmografia como Montador ::

1977 :: A Força do Xangô

Bibliografia

Internet:

INTERCULT. Disponível no endereço: http://intercult.art.br/cinepoprio/ibere.htm. Acesso em: 16 de nov. de 2011.

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.