João Batista de Andrade

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Biografia

João Batista de Andrade é um diretor e produtor de cinema e televisão, além de roteirista e escritor brasileiro nascido na cidade de Ituiutaba, Minas Gerais, no dia 01 de dezembro de 1939. É Professor Doutor em Comunicação pela ECA-USP, onde lecionou Realização Cinematográfica na década de 70. Sua produtora é a Oeste Filmes

João Batista de Andrade militou no movimento estudantil vinculado à União Estadual dos Estudantes (UEE), e criou, em São Paulo, com Francisco Ramalho Jr. e Clóvis Bueno, o Grupo Kuatro de Cinema. No começo de sua filmografia destacam-se os documentários, alguns deles pertencentes ao que chamou de cinema de rua: Liberdade de Imprensa (1967), marco brasileiro no gênero; Cândido Portinari, o Pintor de Brodósqui (1968), Paulicéia fantástica (1970), Ônibus (1973), Migrantes (1973) e A batalha dos transportes (1974). Gamal, O Delírio do Sexo (1970) foi sua primeira experiência com a ficção. No final dos anos 70, e começo dos 80, fez Wilsinho Galiléia (1978), Greve! (1979), Trabalhadores presente (1980) e Céu Aberto (1986).

Entre seus filmes estão O Homem que virou suco (1980), A Próxima Vítima (1983), O País dos Tenentes (1987), O Tronco (1999), Rua 6, sem Número (2003) e Vida de Artista (2004).

Bastante atuante na área de política cultural, foi Secretário Estadual de Cultura de São Paulo na gestão de Geraldo Alckmin, quando criou a Lei da Cultura (PROAC) com editais e incentivos para a produção cultural. Em 2012, foi nomeado Presidente da Fundação Memorial da América Latina, em São Paulo.

Em 16 de dezembro de 2016, assumiu o cargo de Secretário-Executivo do Ministério da Cultura a pedido do (então Deputado licenciado e presidente nacional do PPS) Roberto Freire, nomeado no comando do Minc por Michel Temer. Freire havia substituido o diplomata de carreira Marcelo Calero, que pediu demissão alegando que sofreu pressões do então Ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, para liberar uma obra em Salvador embargada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Alguns meses depois, em 22 de maio de 2017, João Batista de Andrade acabou assumindo, interinamente, o cargo de Ministro do Ministério da Cultura, em decorrência da renúncia de Roberto Freire. Porém, poucos dias depois, em 16 de junho, acabou pedindo demissão, por carta, ao presidente Michel Temer, confirmando ainda sua disposição para contribuir da forma mais proativa possível com a transição de gestão do Ministério da Cultura.

Filmografia

:: Filmografia como Diretor ::

2009 :: Travessia
2006 :: Veias e Vinhos
2005 :: Vlado, 30 Anos Depois
2004 :: Vida de Artista
2003 :: Rua 6, sem Número
1999 :: O Tronco
1996 :: O Cego que gritava Luz
1992 :: Bem Feito
1992 :: Dudu Nasceu
1987 :: O País dos Tenentes
1985 :: Céu Aberto
1983 :: 21 de julho (VT)
1983 :: A Próxima Vítima
1980 :: O Homem que virou suco
1979 :: Trabalhadores Presente!
1979 :: Greve!
1978 :: Wilsinho Galiléia
1978 :: Doramundo
1977 :: Caso Norte
1975 :: Restos
1973 :: Migrantes
1973 :: Ônibus
1972 :: Vera Cruz
1971 :: Eterna Esperança
1970 :: Em Cada Coração um Punhal
1970 :: Gamal, O Delírio do Sexo
1970 :: Paulicéia Fantástica
1968 :: Cândido Portinari, o Pintor de Brodósqui
1967 :: Liberdade de Imprensa

:: Filmografia como Roteirista ::

1979 :: Trabalhadores Presente!
1978 :: Doramundo

Publicações

ANDRADE, João Batista de. Confinados. : , 2013.
ANDRADE, João Batista de. Sozitos. : , 2013. (infanto-juvenil)
ANDRADE, João Batista de. Poeira e Escuridão. : , .
ANDRADE, João Batista de. O Portal dos Sonhos. : , 2001. (romance)
ANDRADE, João Batista de. O Povo Fala: um cineasta na área de jornalismo da TV brasileira. São Paulo: SENAC, . (1996, tese de doutoramento na USP)
ANDRADE, João Batista de. Um Olé em Deus. : , 1989. (romance)
ANDRADE, João Batista de. Perdido no meio da rua. : , 1984. (romance escrito em 1964, durante o golpe militar)
ANDRADE, João Batista de. A Terra do Deus dará. : , 1980. ( romance juvenil)
FORTES, Renata; ANDRADE, João Batista de. O cinema de intervenção: Liberdade de Imprensa – 40 anos do documentário inaugural da obra de João Batista de Andrade. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2008.

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

ALMEIDA, Paulo Sérgio; OLIVEIRA, José Maria de. (org.). Quem é Quem no Cinema. Rio de Janeiro: Iluminuras, 2003.

CAETANO, Maria do Rosário. João Batista de Andrade: alguma solidão e muitas histórias. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2004.

FORTES, Renata; ANDRADE, João Batista de. O cinema de intervenção: Liberdade de Imprensa – 40 anos do documentário inaugural da obra de João Batista de Andrade. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2008.

Internet:

DIÁRIO REGIONAL. Disponível no endereço: http://www.diarioregionaljf.com.br/politica/16912-ministro-interino-da-cultura-pede-demissao-do-cargo. Acesso em: 26 de maio de 2017.
FILMEB. Disponível no endereço: http://www.filmeb.com.br/
FOLHA. João Batista de Andrade assume interinamente Ministério da Cultura. Disponível no endereço: http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2017/05/1886918-joao-batista-de-andrade-assume-interinamente-ministerio-da-cultura.shtml. Acesso em: 26 de maio de 2017.
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/joao-batista-de-andrade/
MINISTÉRIO DA CULTURA. Secretário-executivo assume como ministro interino da Cultura. Disponível no endereço: http://www.cultura.gov.br/noticias-destaques/-/asset_publisher/OiKX3xlR9iTn/content/secretario-executivo-assume-como-ministro-interino-da-cultura/10883. Ministério da Cultura. Acesso em: 28 de maio de 2017.
UOL. Ministro interino da Cultura pede demissão em carta a Michel Temer. Disponível no endereço: https://entretenimento.uol.com.br/noticias/redacao/2017/06/16/ministro-interino-da-cultura-pede-demissao-em-carta-a-temer.htm. Acesso em: 16 de junho de 2017.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.