Jorge Bodanzky

Biografia

Jorge Roberto Bodanzky, em arte mais conhecido como Jorge Bodanzky, é um cineasta, roteirista, diretor de fotografia e operador de câmera brasileiro nascido na cidade de São Paulo (SP) em 22 de dezembro de 1942. É pai da também cineasta Laís Bodanzky.

Nos anos 1960 se interessa por cinema ao manter contato com Paulo Emílio Salles Gomes, Jean-Claude Bernardet, Nelson Pereira dos Santos, etc. Logo começa a trabalhar com o fotógrafo da Revista Realidade, partindo para a Amazônia. A construção da Transamazônica, os problemas fundiários da região, o desmatamento, as queimadas, e o aumento da miséria e da prostituição foram alguns fatos registrados durante a viagem.

Em 1964, estudante de arquitetura da UnB, partiu para a Alemanha para estudar fotografia, voltando ao país em 1968, onde participa, como fotógrafo, de vários filmes e documentários. Estreia no cinema, como fotógrafo, no filme Hitler Terceiro Mundo (1968), de José Agripino de Paula.

Realizou documentários e filmes com Hector Babenco, Antunes Filho, Maurice Capovilla, José Agripino de Paula, Reinhard Kahn, entre outros.

Estreia na direção é em 1971, no média Caminhos de Valderez e em 1974 dirige seu primeiro longa, Iracema – uma transa amazônica, em parceria com Orlando Senna. Rodado em 1974, com recursos da TV alemã, o filme liberado pela censura brasileira somente em 1981; mesmo assim foi considerado o melhor filme em exibição na Europa em 1975 e vencedor de vários importantes prêmios no mundo. A partir de então, alterna sua carreira entre Brasil e Alemanha, país a qual fotografa dezenas de documentários, quase todos com alguma ligação com a cultura brasileira como também quase sempre em parceria com o diretor e fotógrafo alemão Wolf Gauer.

É um dos pioneiros no Brasil em trabalhar a ficção nos limites do documentário, tendo entres alguns dos destaques o documentário sobre o projeto Jari e um filme com o senador amazonense Evandro Carreira, chamado Terceiro Milênio.

Nos últimos anos, Bodanzky trabalha como cinegrafista para correspondentes da TV alemã, rodando documentários sobre questões sociais, e ao desenvolvimento de CD-ROMs e sites para a internet, a maioria ligados à questão ecológica. Seus filmes procuram retratar a realidade dos problemas da população amazônica, suas possibilidades ecológicas, a igreja em sua opção pelos pobres, etc.

Seu último filme é um documentário dividido em dez episódios que se chama Pele Verde. Cada episódio, filmado pelos habitantes locais, conta a vida e a cultura de comunidades das unidades de conservação florestal no Amazonas.

BODANZKY, JORGE
Jorge Roberto Bodanzky nasceu em São Paulo, SP, em 22 de dezembro de 1942. Nos anos 1960 se interessa por cinema ao
manter contato com Paulo Emílio Salles Gomes, Jean-Claude
Bernardet, Nelson Pereira dos Santos, etc. Logo começa a trabalhar
com,o fotógrafo da revista Realidade. Em 1968 estreia no cinema,
como fotógrafo, no filme Hitler Terceiro Mundo, de José Agripino
de Paula. Estreia na direção em 1971 no média Caminhos de
Valderez e em 1974 dirige seu primeiro longa, Iracema – Uma
Transa Amazônia, em parceria com Orlando Senna. A partir de
então alterna sua carreira entre Brasil e Alemanha, país a qual
fotografa dezenas de documentários, quase todos com alguma ligação com a cultura brasileira como também quase sempre em parceria com o diretor e fotógrafo alemão Wolf Gauer. Seus
filmes procuram retratar a realidade dos problemas da população
amazônica, suas possibilidades ecológicas, a igreja em sua opção
pelos pobres, etc. Seu último filme é um documentário dividido
em dez episódios que se chama Pele Verde. Cada episódio, filmado
pelos habitantes locais, conta a vida e a cultura de comunidades
das unidades de conservação florestal no Amazonas. É pai da também cineasta Laís Bodanzky.

Filmografia

Filmografia: 1968-Hitler Terceiro Mundo (fot.); 1968/69-Embu (CM) (fot.); 1969-O Balcão (CM) (fot.); Ensino Vocacional (CM) (fot.); Gamal, o Delírio do Sexo (fot.); O Profeta da Fome (fot.); 1969/73-Compasso de Espera (fot.); 1970Em cada Coração um Punhal (episódios: Clepsusana e O Filho da Televisão) (fot.); Visão de Juazeiro (CM) (fot.); 1971-Almir Mavignier (Alemanha) (CM) (fot.); Bexiga, Ano Zero (CM) (fot.); Caminhos de Valderez (MM) (dir., fot.) (codir. Hermano Penna); Eterna Esperança (CM) (fot.); Museu de Arte de São Paulo (CM) (fot.); O Pecado de Marta (fot.); Pantanal (CM) (fot.); 1971/77-O Dia Marcado (fot.); 1972-A Semana de Arte Moderna (CM) (dir.); De Raízes e Rezas entre Outros (MM) (fot.) (cofot. Thomaz Farkas e Affonso Beato); Di, Um Personagem da Vida (CM) (fot.) (cofot. Giorgio Attili e Renato Neumann); Feira da Banana (fot.) (cofot. Thomaz Farkas e Guido Araújo); O Homem que Descobriu o Nu Invisível (fot.); Semana de 22 (CM) (fot.); 1973-Nossa Gente Além do Trópico (CM) (cofot. Giorgio Attili); O Fabuloso Fittipaldi (fot.) (cofot. José Medeiros); O Pica-Pau Amarelo (fot.) (cofot. João Carlos Horta); 1974-Emigrantes Alemães na Jamaica (Deutsche Auswanderer Auf Jamaika) (CM) (Brasil/Alemanha) (dir., fot.) (codir. e cofot. Wolf Gauer); Folias do Divino (MM) (fot.) (cofot. Hermano Penna e Ricardo Stein); Iracema – Uma Transa Amazônica (Brasil/Alemanha/ França) (dir., fot.) (codir. Orlando Senna); O Aluno de Comportamento Problemático (Der Verhaltensgestörte Schüler) (Alemanha) (CM) (fot.); Operários na Alemanha e no Brasil (Industrialerarbeiter In Deutschland) (CM) (Brasil/Alemanha) (dir., fot.) (codir. P.Braune e Wolf Gauer); Perdidos na Bienal com Destino ao Guarujá (CM) (fot.); 1975-Escola (Schule) (CM) (fot.); 1976-Aprender e Deixar Aprender (Lernen Und Lernen Lassen) (Alemanha) (CM) (fot.); Progresso ou Desenvolvimento? (Fortschritt Oder Entwicklung?) (Alemanha) (CM) (fot.); 1977-Gitirana (dir., fot.) (codir.. Orlando Senna); 1978-Jari (MM) (dir., fot.) (codir.. Wolf Gauer); Os Mucker (Jacobine); (Brasil/Alemanha) (dir., fot.) (codir.. Wolf Gauer); 1980-Projeto Carajás (CM) (dir., fot.) (cofot..Pedro Farkas); O
Terceiro Milênio (Drittes Jahrtausend) (Brasil/Alemanha) (dir., fot.) (codir. Wolf Gauer); 1984-Tiros sobre Santos Dias (Schüsse Auf Santo Dias) (Alemanha) (CM) (fot.)

1992/93-América Latina, O Continente Desenraizado (Lateinamerika, Der Entwurzelte Kontinent) (Alemanha/Brasil) (MM) (fot.)

1994/95-O Outro Brasil (Das Andere Brasilien) (MM) (fot.)

:: Filmografia como Diretor ::

2015 :: O Clique Único de Assis Horta
2011 :: Pandemonium
2011 :: Transanarquia
2011 :: Sociologia da Crise
2009 :: Pele Verde (MM)
2009 :: No meio do rio, entre as árvores
1990 :: Tristes Trópicos
1986 :: A Igreja dos Oprimidos
1982 :: Terceiro Milênio
1979 :: Jari
1976 :: Iracema – uma transa amazônica
1976 :: Gitirana

:: Filmografia como Operador de Câmera ::

1973 :: O Fabuloso Fittipaldi

:: Filmografia como Roteirista ::

2009 :: No meio do rio, entre as árvores

:: Filmografia como Diretor de Fotografia ::

2015 :: O Clique Único de Assis Horta
2005 :: À Margem do Concreto
2005 :: Os Zuruahá (Alemanha/Brasil) (MM)
2002 :: Sobrevivência no Inferno Verde (Überleben in Der Grünen Hölle) (Alemanha/Brasil) (MM) (fot.)
2000 :: Os Waiãpi, Povo da Floresta (Die Waiãpi, Volk Des Dshungels) (Alemanha/Brasil) (MM) (fot.)
1999 :: Os Katukina, Povo do Tigre (Die Katutina, Volk Der Panther) (Alemanha/Brasil) (MM) (fot.)
1999 :: Cine Mambembe – O Cinema Descobre o Brasil
1994 :: O Milagre de Ronda Alta (Das Wunder Von Ronda Alta) (Alemanha/Brasil) (CM)
1992 :: Chamam-nos de Escravos Brancos (Sie Nennen Uns Weiße Sklaven) (Alemanha/ Brasil) (CM)
1991 :: Contatos Mortais – A Luta Pela Sobrevivência (Tödliche Kontakte – Überlebenskampf Am Amazonas) (Alemanha/Brasil) (CM)
1989 :: Ôrí (MM) (cofot. Adrian Cooper, Chico Botelho, Cláudio Kahns, Hermano Penna, Pedro Farkas, Raquel Gerber e Waldemar To-mas)
1989 :: Os Povos da Floresta (Die Männer Aus Den Wäldern) (Alemanha/Brasil) (CM)
1986 :: Sonhando Com a Sorte na Selva (Der Traum Vom Glük Im Urwald) (Brasil/Alemanha) (CM)
1986 :: Sonhando Com Um Pedaço de Terra Próprio (Der Traum Von Einem Eigenen Stück Land) (Alemanha/Brasil) (CM)
1985 :: Nur Fliegen ist schwerer (Mais Difícil, Só Voar) (Alemanha) (TV Movie)
1982 :: O Tercero milenio
1978 :: Jakobine
1977 :: O Dia Marcado
1975 :: Gitirana
1975 :: Iracema – Uma Transa Amazônica
1973 :: O Fabuloso Fittipaldi
1973 :: O Pica-pau Amarelo
1973 :: O Homem Que Descobriu o Nu Invisível
1972 :: De Raízes e Rezas, entre outros (cofot. Thomaz Farkas e Affonso Beato)
1971 :: Eterna Esperança
1971 :: O Pecado de Marta
1970 :: Em Cada Coração um Punhal (segments “Clepsusana”, “O Filho da Televisão”)
1970 :: Gamal, O Delírio do Sexo
1970 :: O Profeta da Fome
1969 :: Em Compasso de Espera
1968 :: Hitler IIIº Mundo (também grafado como Hitler Terceiro Mundo)

1968/69 :: Embu (CM) (fot.); 1969-O Balcão (CM) (fot.); Ensino Vocacional (CM) (fot.); Gamal, o Delírio do Sexo (fot.); O Profeta da Fome (fot.); 1969/73-Compasso de Espera (fot.); 1970Em cada Coração um Punhal (episódios: Clepsusana e O Filho da Televisão) (fot.); Visão de Juazeiro (CM) (fot.); 1971-Almir Mavignier (Alemanha) (CM) (fot.); Bexiga, Ano Zero (CM) (fot.); Caminhos de Valderez (MM) (dir., fot.) (codir. Hermano Penna); Eterna Esperança (CM) (fot.); Museu de Arte de São Paulo (CM) (fot.); O Pecado de Marta (fot.); Pantanal (CM) (fot.); 1971/77-O Dia Marcado (fot.); 1972-A Semana de Arte Moderna (CM) (dir.); De Raízes e Rezas entre Outros (MM) (fot.) (cofot. Thomaz Farkas e Affonso Beato); Di, Um Personagem da Vida (CM) (fot.) (cofot. Giorgio Attili e Renato Neumann); Feira da Banana (fot.) (cofot. Thomaz Farkas e Guido Araújo); O Homem que Descobriu o Nu Invisível (fot.); Semana de 22 (CM) (fot.); 1973-Nossa Gente Além do Trópico (CM) (cofot. Giorgio Attili); O Fabuloso Fittipaldi (fot.) (cofot. José Medeiros); O Pica-Pau Amarelo (fot.) (cofot. João Carlos Horta); 1974-Emigrantes Alemães na Jamaica (Deutsche Auswanderer Auf Jamaika) (CM) (Brasil/Alemanha) (dir., fot.) (codir. e cofot. Wolf Gauer); Folias do Divino (MM) (fot.) (cofot. Hermano Penna e Ricardo Stein); Iracema – Uma Transa Amazônica (Brasil/Alemanha/ França) (dir., fot.) (codir. Orlando Senna); O Aluno de Comportamento Problemático (Der Verhaltensgestörte Schüler) (Alemanha) (CM) (fot.); Operários na Alemanha e no Brasil (Industrialerarbeiter In Deutschland) (CM) (Brasil/Alemanha) (dir., fot.) (codir. P.Braune e Wolf Gauer); Perdidos na Bienal com Destino ao Guarujá (CM) (fot.); 1975-Escola (Schule) (CM) (fot.); 1976-Aprender e Deixar Aprender (Lernen Und Lernen Lassen) (Alemanha) (CM) (fot.); Progresso ou Desenvolvimento? (Fortschritt Oder Entwicklung?) (Alemanha) (CM) (fot.); 1977-Gitirana (dir., fot.) (codir.. Orlando Senna); 1978-Jari (MM) (dir., fot.) (codir.. Wolf Gauer); Os Mucker (Jacobine); (Brasil/Alemanha) (dir., fot.) (codir.. Wolf Gauer); 1980-Projeto Carajás (CM) (dir., fot.) (cofot..Pedro Farkas); O
Terceiro Milênio (Drittes Jahrtausend) (Brasil/Alemanha) (dir., fot.) (codir. Wolf Gauer); 1984-Tiros sobre Santos Dias (Schüsse Auf Santo Dias) (Alemanha) (CM) (fot.); 1985-Mais Difícil, Só Voar (Nur Fliegen Ist Schwerer) (Alemanha) (fot.); 1986-Igreja dos Oprimidos (dir.); Sonhando Com a Sorte na Selva (Der Traum Vom Glük Im Urwald) (Brasil/Alemanha) (CM) (fot.); Sonhando Com Um Pedaço de Terra Próprio (Der Traum Von Einem Eigenen Stück Land) (Alemanha/
Brasil) (CM) (fot.); 1989-Orí (MM) (fot.) (cofot. Adrian Cooper, Chico Botelho, Cláudio Kahns, Hermano Penna, Pedro Farkas, Raquel Gerber e Waldemar To-mas); Os Povos da Floresta (Die Männer Aus Den Wäldern) (Alemanha/Brasil) (CM) (fot.); 1991-Contatos Mortais – A Luta Pela Sobrevivência (Tödliche Kontakte – Überlebenskampf Am Amazonas) (Alemanha/Brasil) (CM) (fot.); 1992Chamam-nos de Escravos Brancos (Sie Nennen Uns Weiße Sklaven (Alemanha/ Brasil) (CM) (fot.); 1992/93-América Latina, O Continente Desenraizado (Lateinamerika, Der Entwurzelte Kontinent) (Alemanha/Brasil) (MM) (fot.); 1994-O Milagre de Ronda Alta (Das Wunder Von Ronda Alta) (Alemanha/Brasil) (CM) (fot.); 1994/95-O Outro Brasil (Das Andere Brasilien) (MM) (fot.); 1999-Os Katukina, Povo do Tigre) (Die Katutina, Volk Der Panther) (Alemanha/Brasil) (MM) (fot.); 2000-Os Waiãpi, Povo da Floresta) (Die Waiãpi, Volk Des Dshungels) (Alemanha/Brasil) (MM) (fot.); 2002-Sobrevivência no Inferno Verde (Überleben in Der Grünen Hölle) (Alemanha/Brasil) (MM) (fot.); 2005-A Margem do Concreto (fot.); Os Zuruahá (Alemanha/Brasil) (MM) (fot.); 2009-Pele Verde (MM) (dir.).

Bibliografia

Livros:

MATTOS, Carlos Alberto. Jorge Bodanzky: o homem com a câmera. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, .

SILVA NETO, Antônio Leão da. Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.

Print Friendly, PDF & Email

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.