José Antonio Ventura

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More
Print Friendly, PDF & Email

Biografia

José Antonio Ventura Jr., em arte mais conhecido como José Antonio Ventura, é um diretor de fotografia brasileiro.

Iniciou sua carreira como continuista em A Falecida (1965), de Leon Hirszman, depois assistente de câmera em Terra em Transe (1967), de Glauber Rocha, O ABC do Amor (episódio brasileiro: O Pacto) (1967), de Eduardo Coutinho e As Duas Faces da Moeda (1969), de Domingos de Oliveira, ano em que dirige a fotografia de seu primeiro filme em 1968, o documentário curto Isto é Brasil, de Sérgio Santeiro.

Seu primeiro longa foi o experimental Sem Essa, Aranha (1970), de Rogério Sganzerla.

Nos anos 70, fotografou diversos curtas e longas, dividindo, com Mário Carneiro, em 1985, a fotografia de Chico Rei, de Walter Lima Jr..

Filmografia

1968- Isto É Brasil (CM); 1969-A Máquina Invisível (CM); 1970-Cuidado, Madame; Sem Essa, Aranha; 1971-Centro-Oeste Urgente (CM); Faustão (cofot. José Medeiros); Frei Ricardo do Pilar (CM) (cofot. Dib Lutfi); O Clube do Risca Faca (CM) (cofot. Rogério Noel); O Doce Esporte do Sexo; 1972-Arquitetura: A Transformação do Espaço (MM); Educação: Um Salto Para o Futuro (CM); O Som do Espaço (CM); Ó Xente, Pois Não (CM); Os Inconfidentes (cofot. Pedro de Moraes); 1973-O Rei dos Milagres; 1974-Zabumba, Orquestra Popular do Nordeste (CM) (cofot. Francisco Balbino Nunes); 1975-Deliciosas Traições do Amor (episódio: Mais de Cem); Cantos de Trabalho no Campo – Mutirão (CM); Choque Cultural (CM) (cofot. Lauro Escorel Filho, Ricardo Stein e Francisco Balbino Nunes); Viagem Pelo Interior Paulista (CM); 1976-Mulheres de Cinema (CM); Perdida; Paranoia; 1977-Paraíso no Inferno; 1978-Cantos de Trabalho no Campo – Cacau (CM); Cantos de Trabalho no Campo – Cana-de-Açúcar (CM); É Tudo Muito Importante (CM); 1980-Teu Tua (episódio: Um Homem Debaixo da Cama e O Corno Imaginário); 1984-A Terra Queima (CM) (cofot. Pedro Farkas); Ilê Aiyê/Angola (CM) (cofot. Pedro Farkas e Roberto Pires) (CM); 1985-Chico Rei
(cofot. Mário Carneiro).

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/jose-antonio-ventura/

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.