Kaiser (1917)

Sinopse

FOTO KaiserKaiser é um curta-metragem de animação, dirigido pelo cartunista Álvaro Marins, o Seth, em 1917. É considerado o primeiro desenho animado produzido no Brasil.

O filme estreou em 22 de janeiro de 1917, no Cine Pathé, no Rio de Janeiro, meses antes de o Brasil declarar guerra à Alemanha e iniciar sua participação na Primeira Guerra Mundial. Consistia de uma charge animada, mostrando o imperador Guilherme II pondo sobre a cabeça um capacete que representava o controle sobre o mundo. Em seguida, um globo terrestre crescia e engolia o líder alemão.

Desde 1907, os cinemas brasileiros já apresentavam vinhetas animadas no encerramento dos cinejornais. Contudo, Kaiser foi a primeira animação autônoma brasileira a ser exibida.

Contudo, com o passar dos tempos, o filme não foi preservado e foi perdido pra sempre, restando apenas uma única imagem de fotograma.

Infelizmente, o filme não foi preservado e se perdeu para sempre, restando apenas uma imagem de referência da obra. Para homenagear o artista e sua criação, o diretor do filme Luz, Anima, Ação!, Eduardo Calvet, convidou 8 animadores brasileiros de técnicas diferentes: Marão (2D tradicional), Zé Brandão (2D digital), Stil (animação em papel sulfite), Pedro Iuá (massinha), Marcos Magalhães (animação na película), Diego Akel (pixilation), Fábio Yamaji (light painting) e Rosana Urbes (metalinguagem 2D). Cada um recriou uma sequência do filme à sua maneira, em uma animação coletiva rica, diversa e surpreendente. Foi exibido em agosto no Festival Anima Mundi 2013.

Ficha Técnica

Direção: Álvaro Marins

Bibliografia

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.