Macunaíma (1969)

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Trailer

Trailer 1:

Trailer 2:

Trailer 3:

Trailer 4:

Sinopse

As aventuras de Macunaíma, o anti-herói preguiçoso e sem caráter. Ele nasce negro no sertão, mas vira branco, vai para a cidade com os irmãos e se envolve com prostitutas, guerrilheiras e enfrenta todo tipo de gente em sua jornada.

O filme é uma adaptação do romance de Mário de Andrade pelo cineasta Joaquim Pedro de Andrade (1932-1988), autor de outras obras importantes do cinema brasileiro.

Macunaíma é a história de um anti-herói, ou um herói sem nenhum caráter, nascido no fundo da mata virgem. De preto vira branco e troca a mata pela cidade, onde vive incríveis aventuras, acompanhado de seus irmãos. Na cidade, segue um caminho zombeteiro, conhecendo e amando a guerrilheira Ci e enfrentando o vilão milionário, Venceslau Pietro Pietra, para reconquistar o amuleto que herdara de Ci, o muiraquitã.

Com a adaptação da rapsódia de Mário de Andrade, Macunaíma inova a estética do movimento cinemanovista ao incorporar elementos da chanchada, através da atuação de Grande Otelo, e transfigurar fatos da vida política, que invadem o relato épico das andanças de seu protagonista entre figuras da mitologia popular brasileira. Filme emblemático do final da década de 1960, Macunaíma atualiza o legado do Modernismo e estabelece a tão buscada relação do Cinema Novo com o grande público.

No elenco estão atores como Grande Otelo, Paulo José, Jardel Filho, Milton Gonçalves, Dina Sfat, Rodolfo Arena e Joana Fomm.

Elenco

Grande Otelo …. Macunaíma preto
Paulo José …. Macunaíma branco e mãe
Jardel Filho …. Gigante Wenceslau Pietro Pietra
Milton Gonçalves …. Jigué
Dina Sfat …. Cy
Rodolfo Arena …. Maanape
Joana Fomm …. Sofará
Maria do Rosário …. Iriqui
Rafael de Carvalho …. Currupira
Nazaré O’hana
Zezé Macedo …. Magra, mulher do barco
Wilza Carla …. Gorda
Miriam Muniz …. Ciuçi ou Caapora mãe
Edy Siqueira …. Filhinha
Carmen Palhares …. Filhona
Maria Clara Pellegrino …. Copeirinha do gigante
Waldir Onofre
Hugo Carvana …. Vigarista, dono do pato
Maria Letícia …. Cunhada colorida
Guará Rodrigues
Carolina Withaker …. Princesa
Maria Lúcia Dahl …. Iara
Tite de Lemos …. Narração
Maria Monteiro
Tânia Márcia
Edileia
Rui Sandi

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Macunaíma (1969) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Joaquim Pedro de Andrade
Argumento: Joaquim Pedro de Andrade
Roteiro: Joaquim Pedro de Andrade
Diálogos: Joaquim Pedro de Andrade
Adaptação: Joaquim Pedro de Andrade
Estória Baseada no romance Macunaíma
Assistência de direção: Carlos Alberto Prates Correia
Direção de fotografia: Guido Cosulich
Assistência de fotografia: José Antonio Ventura
Câmera: Guido Cosulich e Ricardo Stein
Assistência de câmera: José Antonio Ventura
Fotografia de cena: Tiago Veloso
Fotografia adicional: Affonso Beato
Eletricista: Zezé e Guimarães
Direção de som: Juarez Dagoberto Costa e Walter Goulart
Som guia: Juarez Dagoberto Costa
Montagem: Eduardo Escorel
Edição: Mair Tavares
Sincronização: Pery
Figurinos: Anísio Medeiros
Guarda-roupa: Magdalena de Albuquerque
Cenografia: Anísio Medeiros
Maquiagem: Ronaldo Abreu
Assistência de maquiagem: Márcia Vasconcelos
Música de: Mário de Andrade, Orestes Barbosa, Silvio Caldas, Geraldo Nunes, Antonio Maria, Heitor Villa-Lobos, Strauss, Borodin, Sady Cabral e Jards Macalé
Produção: Joaquim Pedro de Andrade
Direção de produção: Chris Rodrigues
Produtor associado: K. M. Eckstein
Assistência de produção: Domingos Paron
Empresa de figuração: Cristiano e Leite
Companhias Produtoras: Difilm | Filmes do Sêrro Ltda. | Grupo Filmes Ltda. | Condor Filmes S.A.
Companhias Distribuidoras: Difilm – Distribuição e Produção de Filmes Brasileiros Ltda. | Condor Filmes | Embrafilme – Empresa Brasileira de Filmes S.A.

Dados adicionais de música
Título da música: Mandú e Sarará;
Música de: Andrade, Mário de e Macalé;

Título da música: Tapera tapejara;
Música de: Andrade, Mário de e Macalé;

Título da música: Cecy;
Música de: Oliveira, Dalva de;

Título da música: Pery de príncipe Pretinho;
Música de: Oliveira, Dalva de;

Título da música: Sob uma cascata;
Música de: Alves, Francisco;

Título da música: É papo firme;
Música de: Correa, Renato e Gonçalves, Donaldson;
Intérprete(s): Carlos, Roberto;

Título da música: Arranha céu;
Música de: Barbosa, Orestes e Caldas, Sílvio;
Intérprete(s): Caldas, Sílvio;

Título da música: Cinderela;
Música de: Moreira, Adelino;
Intérprete(s): Maria, Ângela;

Título da música: Respeita Januário;
Música de: Gonzaga, Luiz e Teixeira, Humberto;
Intérprete(s): Gonzaga, Luiz;

Título da música: Múlher;
Música de: Mesquita, Custódio e Cabral, Sady;
Intérprete(s): Caldas, Sílvio;

Música de: Nunes, Geraldo;
Intérprete(s): Simonal, Wilson;

Título da música: Tôda colorida;
Intérprete(s): Bem, Jorge;

Título da música: Tuas mãos, As;
Música de: Pernambuco e Maria, Antonio;

Título da música: Paisagens de minha terra
Música de: Babo, Lamartine
Intérprete(s): Alves, Francisco

Prêmios

Prêmio Carmem Santos, 1969, do INC – Instituto Nacional de Cinema, RJ, de Melhor produção nacional..
Prêmio Golfinho de Ouro, 1969 do MIS – Museu da Imagem e do Som, RJ, de Melhor filme..
Prêmio Coruja de Ouro, 1969, do INC – Instituto Nacional de Cinema, de Melhor cenografia para Medeiros, Anísio; de Melhor ator para Otelo, Grande..
Melhor argumento, Melhor diálogo, Melhor roteiro, Melhor cenografia, Melhor figurino, Melhor ator para Otelo, Grande e Melhor ator coadjuvante para Jardel Filho no Festival de Brasília, 5, 1969, Brasília – DF..
Prêmio Saci,1969, SP, de Melhor roteiro..
Melhor filme; Melhor ator para José, Paulo e Melhor fotografia no Festival de Manaus, 1, 1969 – AM..
Melhor filme no Festival de Marília, 1969, SP..
Prêmio Adicional de Qualidade, 1969 do INC – Instituto Nacional de Cinema, RJ..
Prêmio Air France,1969, RJ, de Melhor filme; de Melhor diretor; de Melhor ator para Otelo, Grande..
Prêmio Gran Condor de Ouro de Melhor filme no Festival Internacional de Mar Del Plata, 10, 1970- AR..
Melhor roteiro com o Prêmio Aquarius no Festival do Cinema Novo de Nova Iorque, 1972 – EUA.

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

ANDRADE, Mário de. Macunaíma. : , .

HOLANDA, Heloísa Buarque de. Macunaíma: da literatura ao cinema. Rio de Janeiro: José Olympio Editora/EMBRAFILME, 1978.

JOHNSON, Randal. Literatura e cinema – Macunaíma: do modernismo na literatura ao cinema novo. São Paulo: T.A. Queiroz, 1982.

Internet:

PROGRAMADORA BRASIL. http://www.programadorabrasil.org.br – Programadora Brasil – Brasil

Fontes utilizadas:

CB/Transcrição de letreiros-Cat
Guia de Filmes, 24
CB/Em Memória
HBH/MLC
CA/AF
CB/EMB-110.2-00547

Fontes consultadas:

ACPJ/II
FBR/16
Brasil Cinema, 04, 1969
JRJ/MCN
FBR/5

Observações:
Há descrição plano a plano, em inglês, em JRJ/MCN, p. 228-84.
ACPJ/II acrescenta na maquiagem; e Babo, Lamartine> em canções; interpretando “”; interpretando “”; interpretando ”
” e interpretando “”.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.