Marcos Pimentel

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Biografia

FOTO Marcos PimentelMarcos Pimentel é um cineasta brasileiro. É graduado em Comunicação Social, na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e em Psicologia (CES-JF). Formou-se depois em Cinema Documentário na Escuela Internacional de Cine y Televisión de San Antonio de los Baños (EICTV/Cuba) e especializado em Cinema Documentário pela Filmakademie Baden-Württemberg, na Alemanha.

Diretor, roteirista e produtor independente, realizou documentários em cinema (35mm e 16mm), vídeo e televisão, que ganharam mais de 69 prêmios por festivais nacionais e internacionais, com destaque para os filmes: A poeira e o vento (2011), Taba (2010), Pólis (2009), Urbe (2008), A arquitetura do corpo (2008), Terra Brasilis, Terra de Gols (2008), O maior espetáculo da Terra (2005), Biografia do tempo (2004), Ilha (2004), Nada com ninguém (2003), Cemitério da memória (2003).

Em televisão, trabalhou no setor de Projetos Especiais da Rede Minas de Televisão, desenvolvendo documentários culturais e educativos, com destaque para as séries Palavras, Caminhos e Minas em festa, exibidas nacionalmente pela TV Cultura. Realizou também os roteiros da campanha de lançamento da TV Cultura Brasil, nova emissora pública de TV de Brasília. Foi um dos finalistas da edição brasileira do concurso Doc TV Iberoamericana, com o projeto Além das veredas, documentário que aborda a questão da sobrevivência ao longo da BR-116.

Atualmente, é um dos diretores do CINEPORT – Festival de Cinema de Países de Língua Portuguesa, onde também coordena uma rede de cooperação audiovisual entre jovens realizadores lusófonos. Desde 2009, é professor do departamento de documentários do curso regular da Escuela Internacional de Cine y Televisión de San Antonio de los Baños (EICTV – Cuba).

Engajado em movimentos como o Festival Cineport – evento que reúne, anualmente, produções cinematográficas de países de língua portuguesa, do qual é coordenador –, Marcos Pimentel acredita que o papel do cinema é gerar mudanças. “Com o desenvolvimento de uma linguagem audiovisual e de um público qualificado, formaremos pessoas mais conscientes de seus próprios atos, construtoras da identidade cultural de sua nação, autores de sua própria história”, afirma.

Bibliografia

Fontes de Referência

Internet:

TEMPERO FILMES. http://www.temperofilmes.com.br/

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.