Marido de Mulher Boa (1960)

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sinopse

Anacleto e Frederico são sócios da firma Pardal e Pardal, uma casa de modas e alta costura. Anacleto é casado com Arminda, ex-atriz de teatro, que o preferiu a Frederico. Mas Anacleto continua sendo um mulherengo. Os dois sócios compram o bilhete de um grande prêmio de Giovanni, sendo que Anacleto distribui pedaços entre quatro mulheres, Sueli, Marlene, Virginia e Sofia, na esperança de conquistá-las. O bilhete do cavalo azarão ganha a corrida, para sorte de Frederico, que com isso pretende se casar com Sofia, e para azar de Anacleto. Desesperado, Anacleto tenta reaver os gasparinos distribuídos entre as mulheres, mas Arminda, sabendo do golpe, antecipa-se ao marido, reavendo três pedaços do bilhete, faltando apenas o de Sueli, mas esta já o tinha repartido entre todas as colegas de trabalho. Finalizadas todas as confusões geradas pela busca dos pedaços do bilhete, Arminda e Sofia voltam para casa, depois de Anacleto jurar que vai deixar de ser mulherengo.

Elenco

Zé Trindade …. Anacleto
Zeloni, Otelo (Frederico)
Renata Fronzi …. Arminda
Restier, Renato (Leal)
Fernandes, Lilian (Sofia)
Figueiró, Luely (Sueli)
Silva, Paulette (Marlene)
Grey, Wilson (Tenório)
Faria, Celso (Sérgio)
Rodrigues, Isa (Virgínia)
Souza, Darcy de (Augusta)
Davis, Billy (Homem rude)
Alves, Geraldo (Técnico de TV)
Viola, Cézar (Giovanni)
Rodrigues, Paulo (Luiz)
Marques, Lys (Mário)
Mercadelli, Adélia (Modelo)
Anneliese (Modelo)
Soeiro, Ana Maria (Modelo)
Cunha, Bernadette (Modelo)
Sanches, Helena (Modelo)
Marcinelli, May (Modelo)
Cristina, Maria (Modelo)
Blair, Brigitte (Recepcionista)
Cunha, Dilma (Vendeuse)
May, Maria (Vendeuse)
Doll, Mary (Vendeuse)
Luiza, Maria (Vendeuse)
Wanderley, Edna (Recepcionista)
Almeida, Léa de (Costureira)
Cunha, Lina (Costureira)
Montel, Susy
Rocha, Agnaldo
Villar, Milton
Jety, Yara
Identidades/elenco:
Eisoelo, Diana
Siciliano, Francisco
Souza, Jacy de
Rosa, Joel
Leclair, Suzette

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Marido de Mulher Boa (1960) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: J.B. Tanko
Argumento: Cajado Filho
Roteiro: J.B. Tanko
Diálogos: Alves, Edgar G. e Cajado Filho
Diálogos adicionais: Trindade, Zé
Estória Baseada em história original de J.B. Tanko e Richers, Herbert
Assistência de direção: Davis, Billy
Direção de produção: Silva, José
Produtor associado: Zonari, Arnaldo e J.B. Tanko
Assistência de produção: França, Tony
Coordenação de produção: Lopes, Murillo
Coreografia: Carijó, Edmundo
Direção de fotografia: Funes, Roque
Câmera: Rosa, José
Assistência de câmera: Silva, José Vicente da
Eletricista: Silva, Osvaldo Alves da
Assistente de eletrecista: Garcia, Geraldo Poças
Direção de som: Ribeiro, Nelson; Tavares, José
Operador de microfone: Carvalho, Almir de Souza
Montagem: Valverde, Rafael Justo
Assistente de montagem: Erita, Lucia; Justo, Jaime
Guarda-roupa: Santo, Maria J.
Contra-regra/acessórios de cenografia: Nascimento, Ademir
Montagem de cenário: Eckart Neto, Antonio
Cabelereiro: Pereira, Fátima
Maquiagem: Juarez, Oscar
Assistência de maquiagem: Castelli, Pedro
Direção musical: Panicalli, Lírio
Companhia(s) produtora(s): Produções Cinematográficas Herbert Richers S.A.
Companhia(s) Distribuidora(s): Distribuidora de Filmes Sino Ltda.

Dados adicionais de música
Orquestra: Carlos Monteiro de Souza e Orquestra

Canção
Título: Se é tarde me perdôa;
Autor da canção: Bôscoli, Ronaldo e Lira, Carlos;
Intérprete: Teles, Silvinha;

Título: Visinha do lado, A;
Autor da canção: Caymi, Dorival;
Intérprete: Alves, Lúcio;

Título: Kanimambo;
Autor da canção: Fonseca, A.; Ferreira, R. e Siqueira, M.;
Intérprete: Costa, Aracy;

Título: Por quem sonha Ana Maria;
Autor da canção: Chaves, Juca;
Intérprete: Chaves, Juca;

Título: Relógio da saudade, O;
Autor da canção: Ricardo, Sérgio;
Intérprete: Figueiró, Luely;

Título: Beijo quilométrico;
Autor da canção: Trindade, Zé e Levita, Walter;
Intérprete: Trindade, Zé;

Título: Mademoiselle Paris;
Autor da canção: Panicalli, Lírio;
Intérprete: Fernandes, Lilian;

Título: Minha inspiração
Autor da canção: Barros, Raul de
Orquestração: Orquestra Raul de Barros

Intérprete: Alves, Lúcio
Regente: Souza, Carlos Monteiro de

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
Press-release
SA/EMP
CENS/I
CENS/II
O Estado de S. Paulo, 09.11.1969, 16.11.1969
CB/Recorte Documentação

Fontes consultadas:
ACPJ/I
ALSN/DFB-LM

Livros:

BALADI, Mauro. Dicionário de Cinema Brasileiro: filmes de longa-metragem produzidos entre 1909 e 2012. São Paulo: Martins Fortes, 2013.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Disponível no endereço: ///

Observações:
Os vestidos dos desfiles são uma criação exclusiva da Galeria Carioca de Modas S.A. – Rio.
Além de incluir o filme no ano de 1961, ACPJ/I acrescenta argumento de Alves, Edgar G.; roteiro de Cajado Filho; José M. Frade na sonografia. No elenco inclui: Heitor Dias e Francete Olivier. Na parte musical afirma que Lopes, Teresinha cantou Vizinha do lado.
O filme também foi distribuído pela Fama Filmes Ltda., em 1960.
O diretor de fotografia, Roque Funes, era associado da ADF – Associação dos Diretores de Fotografia da Argentina.
A atriz Jacy de Souza também aparece com o nome de Jacy de Oliveira.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.