Maurício de Sousa

Biografia

FOTO Mauricio de SousaMauricio Araújo de Sousa, em arte conhecido como Maurício de Sousa é um cartunista, cineasta e empresário brasileiro nascido em Santa Isabel no dia 27 de outubro de 1935. É um dos mais famosos cartunistas do Brasil, criador da Turma da Mônica e membro da Academia Paulista de Letras.

Filho de Antônio Mauricio de Sousa e de Petronilha Araújo de Sousa. Mauricio de Sousa começou a desenhar cartazes e ilustrações para rádios e jornais de Mogi das Cruzes, onde viveu. Procurou emprego em São Paulo, como desenhista, mas só conseguiu uma vaga de repórter policial na Folha da Manhã. Passou cinco anos escrevendo esse tipo de reportagem, que ilustrava com desenhos bem aceitos pelos leitores.

Mauricio de Sousa começou a desenhar histórias em quadrinhos em 18 de julho3 de 1959, quando uma história do Bidu, sua primeira personagem foi aprovada pelo jornal. As tiras em quadrinhos com o cãozinho Bidu e seu dono, Franjinha, deram origem ao famoso menino de cabelos espetados Cebolinha.

Atualmente Bidu, que é o animal de estimação de Franjinha, participa tanto com seu dono como em historinhas em que é o astro principal, dialogando com outros cães e até com pedras(!). Bidu é o símbolo da empresa de Mauricio, a Mauricio de Sousa Produções. Na revistas Lostinho-Perdidinhos nos Quadrinhos e no primeiro número da revista Saiba Mais, no entanto, é revelado que a primeira criação de Mauricio foi um personagem super-herói chamado “Capitão Picolé”.

Junto dos desenhistas como Messias de Mello, Gedeone Malagola, Ely Barbosa, Júlio Shimamoto integrou a Associação de Desenhistas de São Paulo (ADESP), a ADESP tinha como bandeira a nacionalização das histórias em quadrinhos, Mauricio chegou a ser presidente da associação, com a instalação da Ditadura Militar, saiu da associação, alegando que estava ganhando conotação política.

Em 1963, Mauricio de Sousa cria junto com a jornalista Lenita Miranda de Figueiredo, Tia Lenita, a Folhinha de S. Paulo. Sua personagem Mônica foi criada neste ano. Em 1987, passou a ilustrar o recém-criado suplemento infantil d’O Estado de S. Paulo, o Estadinho, que até hoje publica tiras da Turma da Mônica.

Mauricio montou uma grande equipe de desenhistas e roteiristas e depois de algum tempo passou a desenhar somente as histórias de Horácio, o dinossauro.

Ao longo dos anos a Turma da Mônica recebeu vários filmes de animação tendo iniciado a produção em tempos em que a animação era muito rara e pouca no Brasil. O primeiro filme de animação que foi lançado foi As Aventuras da Turma da Mônica em 1982 que compilava quatro aventuras com os personagens baseadas nos quadrinhos. Com isso vários outros filmes de histórias foram lançados como As Novas Aventuras da Turma da Mônica (1986), O Bicho-Papão (1987), A Estrelinha Mágica (1988), entre outros. A Princesa e o Robô (1983) foi o primeiro filme a mostrar uma única história em vez de várias, sendo que tal coisa só voltou a se repetir em Uma Aventura no Tempo de 2007. Fora isso Mônica e a Sereia do Rio foi o primeiro longa de animação brasileiro a apresentar misturas de animação com live action.

Pai de dez filhos (Maurício Spada, Mônica, Magali, Mariângela, Vanda, Valéria, Marina, Mauricio Takeda, Mauro Takeda e Marcelo Pereira), além de criar personagens baseados em seus amigos de infância, Mauricio sempre criou personagens baseados em seus filhos, tais como: Mônica, Magali, Marina, Maria Cebolinha (inspirada na Mariângela), Nimbus (em Mauro), Do Contra (em Mauricio Takeda), Vanda, Valéria e Dr. Spada.

Os quadrinhos de Mauricio de Sousa têm fama internacional, tendo sido adaptados para o cinema, para a televisão e para os Vídeo-games, além de terem sido licenciados para comércio em uma série de produtos com a marca das personagens. Há inclusive o parque temático da Turma da Mônica, o Parque da Mônica, localizado em São Paulo, que fechou em fevereiro de 2010. Já existiu também o Parque da Mônica de Curitiba, aberto em 1998 e fechado em 2000 e o do Rio de Janeiro, fechado no início de 2005.

De 1970 — quando foi lançada a revista Mônica, com tiragem de 200 mil exemplares5 — a 1986, as revistas de Mauricio foram publicadas na editora Abril, porém a partir de janeiro de 1987 foram publicadas pela editora Globo, em conjunto com os estúdios Mauricio de Sousa. Após vinte anos de editora Globo, todos os títulos da Turma da Mônica passaram, a partir de janeiro de 2007, para a multinacional Panini, que detinha, na data, os direitos das publicações dos super-heróis da Marvel e DC Comics.

Mauricio de Sousa e Lula apresentando Tikara, personagem criado pelo primeiro dos dois, como presente ao imperador Akihito.

Alguns de seus filhos que viraram personagens passaram a trabalhar com Mauricio: Mônica: Responsável pela divisão comercial de alimentos e produtos licenciados; Magali: Colabora como roteirista; Marina: Ajuda na criação de novas histórias.

Em 2007, Mauricio de Sousa foi homenageado pela escola de samba Unidos do Peruche com o enredo Com Mauricio de Sousa a Unidos do Peruche abre alas, abre livros, abre mentes e faz sonhar.

No dia 13 de maio de 2011, Mauricio tomou posse na Academia Paulista de Letras, ocupando a cadeira 24, que anteriormente era ocupada pelo poeta Geraldo de Camargo Vidigal, tornando-se assim o primeiro quadrinista a ser empossado por esta Academia.

Filmografia

:: Filmografia ::

2013 :: Cine Gibi 6 – Hora do Banho (2013, direto em vídeo)
2012 :: Se Liga na Turma da Mônica – Volume 2 (2012, direto em vídeo)
2011 :: Se Liga na Turma da Mônica – Volume 1 (2011, direto em vídeo)
2010 :: Cine Gibi 5: Luzes, Câmera, Ação! (2010, direto em vídeo)
2009 :: Cine Gibi 4: Meninos e Meninas (2009, direto em vídeo)
2008 :: Cine Gibi 3: Planos Infalíveis (2008, direto em vídeo)
2008 :: Turma da Mônica: O filme
2007 :: Turma da Mônica em Uma Aventura no Tempo
2005 :: Cine Gibi 2 (direto em vídeo)
2004 :: Cine Gibi – O Filme
1998 :: Videogibi: O Estranho Soro do Dr. X (1998, direto em vídeo)
1997 :: Videogibi: O Mônico (1997, direto em vídeo)
1997 :: Videogibi: O Plano Sangrento (1997, direto em vídeo)
1990 :: Chico Bento, Óia a Onça!
1989 :: A Rádio do Chico Bento (1989, live-action direto em vídeo)
1988 :: A Estrelinha Mágica
1987 :: O Bicho-Papão
1986 :: As Novas Aventuras da Turma da Mônica
1986 :: Mônica e a Sereia do Rio
1983 :: A Princesa e o Robô
1982 :: As Aventuras da Turma da Mônica
1979 :: Mônica e Cebolinha – No Mundo de Romeu e Julieta (1979, live-action para TV)

:: Filmografia Ele Mesmo ::

2011 :: Malditos Cartunistas

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.