Norma Bengell (1935-2013)

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More
Print Friendly, PDF & Email

Biografia

Norma Aparecida Almeida Pinto Guimarães d’Áurea Bengell, em arte mais conhecida como Norma Bengell, é uma atriz, cineasta, produtora, cantora e compositora brasileira, nascida no Rio de Janeiro no dia 21 de fevereiro de 1935.

Foi a primeira atriz brasileira a apresentar-se em uma cena de nu frontal, no filme Os Cafajestes, de 1962. Ela estreou no cinema em 1959, no filme estrelado por Oscarito, em O Homem do Sputnik. Chamou a atenção pela sua sensualidade, cantando e parodiando a famosa atriz francesa Brigitte Bardot.

Norma Bengell depois tentaria a carreira de diretora, realizando, nessa função, o filme O guarani, de 1996, baseado na obra do romancista José de Alencar.

Em 2008 assinou contrato com a TV Globo até novembro, efetivando assim sua personagem Deise Coturno até o final da segunda temporada da série Toma Lá, Dá Cá. Antes, ela já havia feito participações esporádicas após a saída temporária do ator Ítalo Rossi, que interpretava o Seu Ladir.

Em 2010 sua foto foi utilizada pela pré-candidata do PT à Presidência da República, a ex-ministra Dilma Rousseff, em seu sítio eletrônico. Tal atitude provocou polêmicas, inclusive a acusação do uso indevido da imagem e associação da atriz. No entanto, Norma Bengell desmentiu ter descontentamento e manifestou apoio à pré-candidata.

Em 27 de abril de 2010 em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, a atriz Norma Bengell disse que não viu problema algum no uso de uma foto sua no site Dilma na Web. A fotografia de Bengell aparece numa ilustração da seção “Minha vida”, que conta a trajetória de Dilma e o contexto histórico do país desde a década de 1960.

Disse Bengell: Eu não vi, não. Uma amiga viu e me contou. Acho normal. Não tem nada que pedir desculpas. Fiz parte das passeatas contra a ditadura. Aliás, eu gosto da Dilma. Acho que ela é maravilhosa, uma mulher que sofreu muito. Tomara que ganhe, afirmando ter simpatia pela ex-ministra da Casa Civil.

Como cantora, seu primeiro sucesso foi o 78 rpm com A lua de mel na lua e E se tens coração (da trilha sonora do filme Mulheres e milhões, de Jorge Ilely).

Em 1959, lançou Ooooooh! Norma, seu primeiro LP, com uma sonoridade bastante próxima da bossa nova, com várias canções de Tom Jobim e João Gilberto.

Após anos gravando participações em trilhas sonoras e discos de outros artistas, seu segundo LP “Norma canta mulheres”, sai apenas em 1977, com composições de Dona Ivone Lara, Luli e Lucina, Marlui Miranda, Dolores Duran, Chiquinha Gonzaga, Rosinha de Valença, Glória Gadelha, Sueli Costa, Rita Lee, Joyce e Maysa, além de “Em nome do amor”, parceria de Norma com Glória Gadelha.

Foi casada com o ator italiano Gabrielle Tinti.

Filmografia

:: Filmografia como Atriz ::

1993 :: Vagas Para Moças de Fino Trato
1988 :: Eternamente Pagu
1988 :: Fronteiras
1987 :: Running out of Luck
1987 :: Mulher Fatal Encontra o Homem Ideal (curta-metragem)
1986 :: A Cor do Seu Destino
1986 :: Fonte de Saudade
1984 :: O Filho Adotivo
1984 :: Tensão no Rio
1983 :: Rio Babilônia
1982 :: Tabu
1981 :: Abrigo Nuclear
1981 :: Eros, o Deus do Amor
1980 :: A Idade da Terra
1978 :: Na Boca do Mundo
1978 :: Mulheres de Cinema (curta-metragem)
1977 :: O Abismo
1977 :: Mar de Rosas
1977 :: Maria Bonita
1977 :: Nas Quebradas da Vida
1976 :: Paranóia
1974 :: Assim Era a Atlântida
1973 :: Défense de savoir
1973 :: Les soleils de l’Ile de Pâques
1972 :: O Demiurgo
1971 :: A Casa Assassinada
1971 :: As Confissões de Frei Abóbora
1971 :: Capitão Bandeira contra o Doutor Moura Brasil
1971 :: Paixão na Praia
1970 :: O Palácio dos Anjos
1970 :: Os Deuses e os Mortos … Soledade
1969 :: O Anjo Nasceu
1969 :: OSS 117 prend des vacances
1969 :: Verão de Fogo
1968 :: Antes, o Verão
1968 :: Dezesperado
1968 :: Io non perdono… uccido
1968 :: Juventude e Ternura
1967 :: Edu, Coração de Ouro
1967 :: A Espiã que Entrou em Fria
1966 :: As Cariocas
1966 :: I Crudeli
1966 :: La muerte se llama Myriam
1965 :: Mar Corrente
1965 :: Terrore nello spazio
1965 :: Una bella grinta
1964 :: La costanza della ragione
1964 :: Noite Vazia
1963 :: I cuori infranti
1963 :: Il mito
1963 :: La ballata dei mariti
1962 :: Mafioso
1962 :: O Pagador de Promessas
1962 :: Os Cafajestes
1961 :: Carnival of Crime
1961 :: Mulheres e milhões
1961 :: Sócia de Alcova
1960 :: Conceição
1959 :: O Homem do Sputnik

:: Filmografia como Diretora ::

2005 :: Infinitamente Guiomar Novaes
2005 :: Magda Tagliaferro – O mundo dentro de um piano
1996 :: O guarani
1988 :: Eternamente Pagu

:: Filmografia como Ela Mesmo ::

2009 :: Dzi Croquettes

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

ALMEIDA, Paulo Sérgio; OLIVEIRA, José Maria de. (org.). Quem é Quem no Cinema. Rio de Janeiro: Iluminuras, 2003.

BENGELL, Norma. Norma Bengell. São Paulo: NVersos, 2014.

Internet:

FILMEB. http://www.filmeb.com.br/ – Filme B – Brasil

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.