Osso, Amor e Papagaios (1956)

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More
Print Friendly, PDF & Email

Sinopse

POSTER Osso Amor e PapagaiosAcanguera é uma pequena cidade do interior onde há dez anos não morre ninguém. Nela existe uma grande desavença política entre o prefeito, coronel Bentes, e o farmacêutico Bastos, líder da oposição. Devido a incompatibilidade política das famílias, Corinha, filha do prefeito, e Belmiro, sobrinho do farmacêutico, são impedidos de namorar. Esmeralda, esposa do delegado de Acanguera, trai seu marido quando este sai para empinar papagaio com os garotos. No dia em que a cidade comemoraria dez anos sem mortes, ocorre o falecimento do coveiro, seguido de sucessivos óbitos. Subitamente chega à cidade o dr. Raimundo Flamel que, por sua excentricidade, deixa a população e as autoridades inquietas. Na busca de apoio para a sua experiência secreta, o forasteiro revela seu segredo ao farmacêutico: a possibilidade de transformar ossos em ouro. Entusiasmado com a descoberta, o farmacêutico começa a roubar ossos no cemitério. Ao ser pego em flagrante é obrigado a revelar o segredo. Rapidamente a notícia se espalha e a população de Acanguera se convence de que é possível fabricar ouro com ossos de defunto. Arrastados pela ambição, os moradores da cidade saqueiam os túmulos e vendem os ossos ao prefeito e ao farmacêutico. Raimundo Flamel é reconduzido ao hospício e a sua farsa é descoberta. Belmiro e Corinha, os únicos que não se iludiram com a possibilidade de enriquecimento fácil, retomam o namoro.

Elenco

Costa, Jaime (Prefeito Coronel Bentes)
Souza, Modesto de (Bastos, o farmacêutico)
Grey, Wilson (Professor Pelino)
Souza, Jackson de (Joaquim)
Consorte, Renato (Salim)
Ruth de Souza …. Benedita
Chagas, Gilberto (Calixto)
Gregori, Luciano (Dr. Raimundo Flamel)
Montesano, Eugênio (Delegado)
Madi, Labibi (Dona Eudócia)
Albuquerque, Elísio de (Murtinho)
Coria, Darcy (Esmeralda)
Forner, Rachel
Junqueira, Nieta (Viúva de Alberto)
Martinelli, Jordano
Freire, Marina
Martines, Honório
Lionel, Osvaldo
Silva, Lázaro B.
Alimari, Mário
Pinto, Manoel
Bucci, José
Lima, Nestor
Coelho, Antônio
Moreira, Brasilino
Leopoldino, Vítor
Ambrosio, Geraldo
Silva, Pedro
Santos, Samuel

Apresentando:
Cardoso, Fábio (Belmiro)
Dilnah, Maria (Corinha)

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Osso, Amor e Papagaios (1956) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Carlos Alberto de Souza Barros e César Memolo Jr.
Argumento: Barros, Carlos Alberto de Souza; Memolo Jr., César
Roteiro: Barros, Carlos Alberto de Souza; Memolo Jr., César
Estória Baseada no conto A Nova Califórnia, de Lima Barreto.
Assistência de direção: Braun, Lúcio
Produção: Garcia, Galileu
Assistência de produção: Santos, Samuel dos
Continuidade: Santos, Geny
Direção de fotografia: Fowle, Chick
Câmera: Lowin, Jack
Assistência de câmera: Gabriel, Geraldo; Primavera, Marcelo
Fotografia de cena: Gonçalves, Luiz G.
Chefe eletricista: Alfonso, Marcial
Maquinista: Dreoss, Angelo
Técnico de som: Silitschanu, Boris
Engenharia de som: Hack, Ernst
Operador de microfone: Varnovsk, Constantin
Montagem: Braun, Lúcio
Edição: Sobolewsky, Lydia de
Cenografia: Ambrosi, Geraldo C.
Responsável por construções: Dreoss, José
Maquiagem: Fletcher, Gerry
Música: Santoro, Cláudio
Companhia(s) produtora(s): Cinematográfica Brasil Filme Ltda.
Companhia(s) distribuidora(s): Columbia Pictures; Embrafilme – Empresa Brasileira de Filmes S.A.

Canção
Título: Lua na mata
Autor da canção: Silva, Pedro L. da e Mendonça, J. M.

Prêmios

Prêmio Associação Brasileira de Cronistas Cinematográficos,1957, RJ, de Melhor Filme; de Melhor Direção, Melhor Ator Secundário para Gregory, Luciano; de Melhor Atriz Secundária para Forner, Raquel..
Prêmio Saci, 1957, SP, de Melhor Diretor; de Argumento para Barros, Carlos Alberto de Souza e Mêmolo Jr., César; de Ator Secundário para Gregory, Luciano e Atriz Secundária para Forner, Raquel..
Prêmio Governador do Estado,1957, SP, de Melhor Direção; de Melhor Atriz Secundária para Dinah, Maria; de Melhor Fotografia para Fowle, H. C..

Bibliografia

Livros:

BALADI, Mauro. Dicionário de Cinema Brasileiro: filmes de longa-metragem produzidos entre 1909 e 2012. São Paulo: Martins Fortes, 2013.
BARRETO, Lima. A Nova Califórnia. : , .

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/osso-amor-e-papagaios/

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de Letreiros-Doc
CB/Coleção de roteiros, R.183
CENS/I
ACPJ/I
AV/ICB
Press-sheet
Certificado de Censura Federal
Folha da Noite, 26.03.1957
Folha da Noite, 04.10.1956
CB/EMB-110.2-00683

Fontes consultadas:
LRB/CP
CENS/II

Observações:
ACPJ/I e LRB/CP indicam como produtor.
ACPJ/I acrescenta no elenco: ; ; ; e .
Censura Federal 21132 e Censura Federal 21131 acrescentam a distribuidora Marte Filmes.
Direitos do conto cedidos pela Editora Brasiliense S.A..

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.