Patty – Mulher Proibida (1979)

Sinopse

O anão Jujuba é rico e influente. Ele comanda um programa de TV e sofre o assédio de Patty, uma vedete disposta a tudo para tornar-se estrela. Com a ajuda de Escriba, seu secretário, Jujuba atrai Patty até sua casa para participar de uma bacanal. Escriba, um escritor fracassado e exmilitante socialista, jura vingar-se do anão por não ter sido convidado para a festa. Durante o encontro, a vedete pula na piscina para proteger-se dos cachorros. Jujuba, ouvindo seus gritos, vai em seu socorro e, instigado pelo secretário, mergulha na piscina. Ao mesmo tempo em que salva a moça, Escriba deixa o patrão preso na piscina. Então, o secretário submete Patty a seus desejos, enquanto o anão se debate até morrer. No dia seguinte, uma multidão de fãs comparece ao funeral de Jujuba e ouve de Escriba um demagógico discurso de exaltação ao morto.

Elenco

Dilim Costa …. Jujuba
Helena Ramos …. Patty
Roberto Miranda …. Escriba
Gimba Jr.
Josimar Carneiro …. Belinha
Bianchina Della Costa
Carmem Ortega

Miranda, Regina
Narração:
egrão

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Patty – Mulher Proibida (1979) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Luiz Gonzaga dos Santos
Argumento: Marcos Rey
Roteiro: Marcos Rey
Estória Baseada na história Mustang cor de sangue, de Marcos Rey
Continuidade: Jardim, Martha Salomão
Direção de produção: Adalto, José; Tonhosol, Heitor Carlos
Produção executiva: Gregório, Paulo G.
Direção de Fotografia: Mello Jr., Arcângelo e Edward Freund
Câmera: Mello Jr., Arcângelo e Edward Freund
Assistência de câmera: Cirineu, Odair Guarani
Fotografia de cena: Baraldi, Giancarlo
Chefe eletricista: Oliveira, Isidoro F. D’
Eletricista: Parisotto, G.; Silva, J. Pedro
Técnico de som: Oliveira, Benedito de
Mixagem: Santos, Eduardo
Montagem: Tanin, Luiz
Assistente de montagem: Lima, Joaquim de
Figurinos: Afonso, Nair; Afonso, Sau
Letreiros: Bueno, Fabio
Decoração: Gregório, Tania P. G.; Barbosa, Tamara P. A.
Música: Sôon
Companhias Produtoras: Singular Importação, Exportação e Representação Ltda. | Haway Filmes
Companhia Produtora Associada: América Internacional Filmes
Companhia Distribuidora: Empresa Cinematográfica Haway Ltda.

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
Guia de Filmes, 80
Embrafilme/FF
O Estado de S. Paulo, 03.02.1980
ALSN/DFB-LM

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Patty – Mulher Proibida. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/patty-mulher-proibida/

Observações:

Guia de Filmes, 80 informa que o lançamento em Brazópolis (MG) ocorreu a 01.01.1980.
Embrafilme/FF indica o lançamento do filme a 11.02.1980 no Rio de Janeiro.
O Estado de S. Paulo de 03.02.1980, informa que o filme começou com Luigi Picchi passando por Flávio Portho até chegar a Roberto Miranda.

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.