Quilombo (1984)

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More
Print Friendly, PDF & Email

Sinopse

Por volta de 1650, um grupo de escravos se rebela no Engenho Santa Rita, ao sul da Capitania de Pernambuco. Vitoriosos, os escravos fogem para as montanhas, onde estaria instalado o Quilombo dos Palmares. À frente dos rebeldes estava Ganga Zumba, Príncipe africano que, chegando às montanhas, revela sua extraordinária capacidade de liderança, tornando-se em pouco tempo o novo rei dos Palmares. Ajudado por sua mulher, a guerreira Dandara e por seu melhor amigo Acaiúba, Ganga Zumba organiza a nação de ex-escravos, dotando-a de uma próspera economia e de uma verdadeira estrutura de Estado, independente dos colonizadores europeus. Ao vencer a guerra contra a Holanda, os portugueses desviam sua ofensiva para Palmares. Vitoriosos em sucessivas lutas contra os brancos, Ganga Zumba torna-se amante de Ana de Ferro, prostituta francesa que deixa o Recife, capital da Capitania de Pernambuco, pedindo asilo aos palmarianos. Ela acaba se transformando na conselheira do Rei de Palmares, instruindo-o quanto aos costumes e manhas da política européia. Palmares estava no auge de sua glória e prosperidade quando volta à montanha, fugindo de Porto Calvo, um afilhado do Rei, sequestrado perto dali, quando criança, pelos brancos. Zumbi é em tudo diferente de seu padrinho, mas logo aprende com Ganga Zumba todas as qualidades de liderança e amor pela nação negra. Com o correr dos anos, ainda que unidos pelos ideais do Quilombo de Palmares, Ganga Zumba e Zumbi divergem quanto à política a ser usada contra os brancos. Ganga Zumba aceita discutir um tratado de paz com o Governador de Pernambuco enquanto Zumbi sabe que senhor e escravo nunca poderão viver em harmonia. Por fim, Zumbi, à frente de seus bravos guerreiros defronta-se num campo de batalha às portas da capital de Palmares com os canhões de Domingos Jorge Velho (contratado pelo governo português para atacar o Quilombo).

Elenco

Antonio Pompeo
Zezé Motta
Toni Tornado
Vera Fischer
Antonio Pitanga …. Acaiuba
Maurício do Valle …. Domingos Jorge Velho
Grande Otelo …. Babá
Jofre Soares …. Canindé
Daniel Filho …. Carrilho
Nogueira, João (Rufino)
Coutinho, Jorge (Salé)
Jonas Bloch …. Samuel
Silva, Eduardo (Camuanga)
Chico Diaz …. Anunciação
Leeladhar, Swami (Bernardo)
Motta, Luiz (Bezerra)
Cleto, Roberto de (Padre Melo)
Paulão …. Lua Lua
Konká, Marcos (Katambo)
Maia, Sérgio (Teodoro)
Justino, Thiago (Tité)
Batista, Bené (Ibualama)
Macalé, Wilson (Cabinda)
Fino, Jorge (Iabu)
Embaixador (Congo)
Rocha, Regina (Gongoba)
Silva, Adalberto (Aroroba)
Silva, Joel (Tolentino)
Santos, Namba (Namba)
Cavalcanti, Emanuel (Lins)
Passos, José Márcio (Vicente)
Carlos Kroeber …. Tourinho
Reston, Thelma (Olímpia)
Colassanti, Arduino (Blaer)
Santos, Alaíde (Acotirene)
Silva, Emydgio (Terêncio)
Lagoeiro, Carlos (André)
Solviatt, Sandro (Capitão do Mato)
Onofre, Waldir (Capanga)
Sanz, Luiz Alberto (Beato)
Polanah, Ruy (Navarro)
Bicudo, Izabel (Tereza)
Pinheiro, Ronaldo (Furtado)
Macalé, Wilson (Xangô)
Batista, Bené (Xangô)
Lopes, Roberto (Homem branco)
Negro, Kim (Homem do milho)
Zózimo Bulbul …. Homem da pedra
Alexandre, Márcio (Henrique)
Santos, João Felício dos (Governador)
Cantero, Victor (Mágico)
Henrique, Paulo (Padeiro)
Rocha, Everaldo (Professor)
Faria, José Roberto (Mundubi)
Cerqueira, Delanir (Indegro)
Felisberto, Gilberto (Escravo de Santa Rita)
Azeredo, Cláudio (Soldado de Rufino)
Ferreira, Jurandir (Soldado de Rufino)
Ameijeiras, Antonio (Soldado de Rufino)
Vieira, Maurício Vicchi
Soares, Fernando
Duarte, Aray
Neves, Elaine dos Santos
Marques, Jorge
Soares, Marcelo
Gomes, Iran
Castro, Danielle de
Santos, Marcelo dos
Manhães, Camila
Manhães, Rocco

Participação especial:
Garcia, Léa
Milton Gonçalves
Moon, Scarlet
Cartola, Zica do
Mangueira, Babaú da
Império, Aniceto do
Grupo Agbara-Dudu
Afoxé Filhos de Ghandi
Candomblé Ilê Axê Orô Sakapata
Escola de Samba Império Serrano
Capoeira Feitiço de Caxias
Capoeira Maior é Deus Grande Pequeno Sou Eu
Instituto de Pesquisas da Cultura Negra
Maguiluanda Produções Afro-Brasileiras

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Quilombo que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Produção
Companhias produtoras: CDK Produções Cinematográficas Ltda.; Embrafilme – Empresa Brasileira de Filmes S.A. e Gaumont
Produção: Arraes, Augusto
Direção de produção: Brandão, Rodolfo; Bittencourt, René
Produção executiva: Marco Altberg
Assistência de produção: Mendonça, Edison; Barão, Douglas; Silveira, José Carmo da; Souto, Paulo Henrique; Leandro, Flávio; Andrade, Wilson de; e Tito Almeijeiras

Produção – Dados adicionais
Secretaria de produção:
Produtor executivo assistente: Gastal, Angelo
Motorista: Francisco, Manoel; Agostinho, José; Teixeira; Bicalho, Paulo Cesar

Distribuição
Companhia distribuidora: Embrafilme – Empresa Brasileira de Filmes S.A.

Argumento/roteiro
Roteiro: Carlos Diegues
Direção de pesquisa: Rocha, Everardo

Estória: Baseada no romance de ;
Baseada no ensaio de

Direção
Direção: Carlos Diegues
Assistência de direção: Nadotti, Nelson
Diretor assistente: Jorge Durán e Antonio Pitanga
Continuidade: Villares, Maria Inês
Assistência de continuidade: Monteiro, Monica do Rego

Fotografia
Direção de fotografia: Lauro Escorel Filho
Câmera: Pedro Farkas; Walter Carvalho; José Antonio Ventura; Antonio Luiz
Assistência de câmera: François Manceaux; Guy Gonçalves; Cruz, Cleumo Segond; Leandro, Sergio; Pinhanez Filho, Roberto Santos; Silva, Ademir
Efeitos especiais de fotografia: Trielli, André
Fotografia de cena: Mello, Geraldo; Silva, Cristiana Isidoro da

Dados adicionais de fotografia
Operador de VT: Paula, Francisco de
Chefe eletricista: Guimarães, Jadeyr; Tomé, Oziel
Assistente de eletrecista: Souza, Paulo Roberto de; Rodrigues, Hilmo Ferreira
Maquinista: Cunha, Moacyr Estévão da; Azevedo, Joaquim; Sacramento, Cosme Manoel
Auxiliar de maquinista: Ferreira, Pedro Carlos Alves

Som
Som direto: Raposeiro, Victor

Dados adicionais de som
Efeitos sonoros: Barreto, Jorjão; Liminha; Santos, Antonio Cezar Silva; Guilherme, M.
Técnico de mixagem: Sasso, José Luis
Técnico de dublagem: Bianni Sobrinho, Orlando
Operador de microfone: Estrada, Mauro Duque
Contra-regra do som: Marques, Carlos Roberto

Montagem
Montagem: Tavares, Mair
Edição: Tavares, Mair
Assistente de montagem: Albuquerque, Eduardo; Luz, Marta
Montagem de som: Lemos, Hélio; Pâris, Dominique

Dados adicionais de montagem
Assistência de edição: Alencar, Sylvia de

Direção de arte
Figurinos: Ripper, Luiz Carlos
Cenografia: Ripper, Luiz Carlos
Letreiros: Bohm, Rudi; Ilimitada Ltda.
Desenho de produção: Uranga, Arturo

Dados adicionais de direção de arte
Assistencia de cenografia: Silveira, Sérgio; Amarante, Maria Tereza; Paulo Flaksman
Contra-regra/acessórios de cenografia: Cerqueira, Delanir
Montagem de cenário: Silva, Silas Sidney; Bregogerio, Ricardo; Paquetá Pai; Paquetá, Paulo; Seca, Carne; Sabino, Antenor; Cabeça
Maquiagem: Prieto, Carlos
Costureira: Souza, Maria de Lurdes de; Nascimento, Carmelita; Magalhães, Maria; Motta, Maria
Adereços: Farias, José Roberto; Oliveira, Ismael; Brasa; Ribamar
Assistência de figurino: Cruz, Paula Franccini

Música
Arranjos musicais: Gilberto Gil e Liminha
Direção musical: Gilberto Gil
Trilha musical: Gilberto Gil
Produção musical: Liminha

Dados adicionais de música
Intérprete(s): Gilberto Gil

Intérprete(s): Gil, Nara

Instrumentista: Gilberto Gil (violão, percussão e voz); Montarroyos, Márcio (trompete); Barreto, Jorjão (teclados); Sabino, Rubens (baixo); Avellar, Luiz (teclados); Braga, Paulo (guitarra); Braga, Paulo (bateria); Correa, Djalma (percussão especial); Repolho (percussão especial); Marçal, Armando (percussão); Gordinho (percussão); Cabelinho (percussão); Peçanha, Getúlio (percussão) e Ferreira, Ailton (percussão)

Canção
Título: Quilombo, o Eldorado negro;
Autor da canção: Salomão, Waly;
Autor da música da canção: Gilberto Gil

Título: Zumbi, a felicidade guerreira;
Autor da canção: Salomão, Waly;
Autor da música da canção: Gilberto Gil

Título: Ganga Zumba, o poder da bugiganga;
Autor da canção: Salomão, Waly;
Autor da música da canção: Gilberto Gil

Título: dandara, a flor do Gravatá;
Autor da canção: Salomão, Waly;
Autor da música da canção: Gilberto Gil

Título: Namba, Gangamorada;
Autor da canção: Salomão, Waly;
Autor da música da canção: Gilberto Gil

Título: Cometa, O;
Autor da canção: Waly Salomão;
Autor da música da canção: Gilberto Gil

Título: Domingos Jorge Velho em Pernambuco
Autor da canção: Salomão, Waly
Autor da música da canção: Gilberto Gil

Componentes: Luiz, Zé; Faria, Flavinho; Lott, Marcio; Godoy, Viviane; Luna; Regininha e Telles, Cláudia

Prêmios

Melhor Contribuição Artística ao Cinema Latino-Americano no Festival Internacional de Cartagena, 1984 Cartagena – CO.

Bibliografia

Fontes de Referência

Fontes utilizadas:

CB/Ficha Filmográfica
CB/Documentação Diversa, D 500/18-20 – press-release e convite de pré-estréia em São Paulo
CB/FIBRA
Concine/84
O Estado de S. Paulo, 03.06.1984, p. 31
CCSP/LMP
Embrafilme/BBM
France Soir, 22.05.1984
Le Monde, 23.05.1984, p. 19
Correio do Povo, 09.06.1984, p. 13 (Porto Alegre)
NN-CD/QUILOMBO
JLS/site, acessado em 22.06.2007

Livros:

SILVA NETO, Antônio Leão da. Dicionário de Filmes Brasileiros: longa-metragem. São Paulo, Ed. do Autor, 2002.

Internet:

http://www.cinemateca.org.br/ – Cinemateca Brasileira – Brasil

Observações:
Press-release indica: todos os cenários e objetos que aparecem neste filme foram planejados e realizados na , com a colaboração de artistas plásticos, operários e artesãos de Xerém, Duque de Caxias, RJ. Película: 5294 e 5247; equipamento de câmera – BL III. Quanto à música informa: “a musicalidade negra encontrou em um veículo à altura de sua importância. De ponta a ponta, atravessam o filme não só manifestações do folclore afrobrasileiro, mas também canções originais compostas por Gilberto Gil com letras de Walid (sic) Salomão…”
France Soir de 22.05 e Le Monde de 23.05.1984 comentam sobre a competição do filme no , FR.
realizou os efeitos especiais de fotografia na França.

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.