Sérgio Cardoso (1925-1972)

Biografia

Sérgio da Fonseca Matos Cardoso, em arte conhecido como Sérgio Cardoso, foi um ator brasileiro nascido em Belém (PA) no dia 23 de março de 1925.

Passou parte da infância em Manaus, antes de estudar no Rio de Janeiro e em São Paulo. Formou-se advogado em 1947 pela PUC do Rio de Janeiro. Ainda na faculdade, integra o Teatro Universitário, sendo seu primeiro papel o de Teobaldo, em Romeu e Julieta, de Shakespeare.

Em 1953, foi convidado para encabeçar o elenco da Cia. Dramática Nacional, criada pelo Ministério da Educação. No mesmo ano, dirigiu sua então esposa, Nydia Lícia, em Canção Dentro de um Pão, de Raymundo Magalhães Júnior.

Em 1954, fundou com ela a Companhia Nydia Lícia/Sérgio Cardoso, que estreia no Teatro Leopoldo Fróes com Lampião, de Raquel de Queiroz, e Sinhá Moça Chorou, de Ernani Fornari. Em 1956, apareceu com êxito interpretando e dirigindo Hamlet, de Shakespeare.

Fez pouco cinema, sendo sua estreia em 1951, numa pequena ponta no filme Ângela, produção da Vera Cruz.

Nos anos 1960, participou ativamente da televisão e dá shows de interpretação em novelas como O Preço de uma Vida (1965), O Anjo e o Vagabundo (1966), Antônio Maria (1968), A Cabana do Pai Tomás (1969), Pigmalião 70 (1970), entre outras.

Em 1968, fez sua primeira novela na TV Globo, O Santo Mestiço. Trabalhou até o capitulo 200 de O Primeiro Amor, em 1972, mas morreu antes de terminá-la, em 18 de agosto, aos 47 anos de idade, dando lugar a Leonardo Villar.

É considerado um dos maiores atores que o Brasil já teve. Seu nome tornou-se lenda, sendo respeitado por atores, diretores, críticos e público em geral. Quem o viu atuar, jamais esquecerá. Foi casado por dez anos com Nydia Lícia, de 1950 a 1960, e teve sua única filha, Sylvia Luisa (1952), a quem amou profundamente.

Em 2004, a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, por meio da Coleção Aplauso, lança sua biografia: Sérgio Cardoso: Imagens de sua Arte, de autoria de Nydia Lícia.

Filmografia

1970 :: Os Herdeiros
1968 :: Madona de Cedro
1955 :: Três Destinos (Inacabado)
1954 :: A Esperança é Eterna (CM) (narração)
1951 :: Ângela

Bibliografia

Livros:

LICIA, Nydia. Sérgio Cardoso: Imagens de sua Arte. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2004.
SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Sérgio Cardoso. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/sergio-cardoso/

Print Friendly, PDF & Email

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.