Society em Baby-doll (1965)

Sinopse

Duas mulheres, oriundas do Méier, bairro suburbano do Rio de Janeiro, casam-se com homens em boa situação financeira que se transformam repentinamente em milionários. Deslocadas do meio social de origem e inadaptadas à riqueza, as duas esposas precisam armar um plano no qual, agindo como grãfinas, convencem a alta sociedade e reconquistam seus maridos.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Society em Baby-doll (1965) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Luiz Carlos Maciel e Waldemar Lima
Roteiro: Luiz Carlos Maciel e Waldemar Lima
Adaptação: Luiz Carlos Maciel e Waldemar Lima
Estória Baseada na peça teatral Society em baby-doll, de Henrique Pongetti
Assistência de direção: Azevedo, Rubens; Pontes, Norma Bahia
Continuidade: Azevedo, Rubens
Produção: Luís Augusto Mendes
Direção de produção: Carvalho, J. P. de
Assistência de produção: Pollanah, Ruy; Azevedo, Nilton
Direção de fotografia: Waldemar Lima
Câmera: Waldemar Lima e Dib Lufti
Iluminação: Waldemar Lima e Luís Augusto Mendes
Chefe eletricista: Dória, Sandoval
Engenharia de som: Riva, Carlos de la
Ruídos de sala: José, Geraldo; Goulart, Walter
Montagem: Pires, Roberto
Guarda-roupa: Casa Tavares – masculino; Boutique Lourdes – feminino; Otto
Cenografia: Ratto, Gianni
Decoração: Da Costa
Maquiagem: Ronaldo
Penteados: Carlinhos – Beauty Shop
Vestuário: Rocha, Hugo
Música: Menescal, Roberto
Companhia Produtora: Luís Augusto Mendes Produções Cinematográficas
Companhias Distribuidoras: Luís Augusto Mendes Produções Cinematográficas | IRPA Filmes Ltda.

Dados adicionais de música
Orquestração: Marrota, Ugo

Locação: Rio de Janeiro – GB

Prêmios

:: Quarto lugar, Prêmio Governo do Estado da Guanabara, Comissão de Auxílio à Indústria Cienmatográfica do Rio de Janeiro, 1965, RJ.

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
JCB/BTC
RB/AN65
CENS/IV
O Estado de S. Paulo, 22.02.1966 e 27.03.1966
ALSN/DFB-LM

Fontes consultadas:
ACPJ/I
CENS/I

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Society em Baby-doll. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/

Observações:
RB/AN65 indica: “mais de dois mil extras no elenco”.
ACPJ/I aponta: assistente de direção ; gerente ; assistente ; sonografia ; assistente de cenografia ; decorações ; no elenco , , , e .
Algumas fontes grafam na montagem apenas o nome de e no elenco incluem ; ; e .

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.