Sylvio Back

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More
Print Friendly, PDF & Email

Biografia

Sylvio Back é cineasta, poeta e escritor. Filho de imigrantes húngaro e alemã, é natural de Blumenau (SC).

Ex-jornalista e crítico de cinema, autodidata, inicia-se na direção cinematográfica em 1962, tendo escrito, dirigido e produzido até hoje trinta e seis filmes – entre curtas, médias e dez longas-metragens, esses, a saber: Lance Maior (1968), A Guerra dos Pelados (1971), Aleluia, Gretchen (1976), Revolução de 30 (1980), Repú­blica Guarani (1981), Guerra do Brasil (1987), Rádio Auriverde: a FEB na Itália (1991), Yndio do Brasil (1995), Cruz e Sousa – O Poeta do Desterro (1998) e Lost Zweig (2004).

Tem editados vinte livros – entre poesia, ensaios e os argumentos/roteiros dos filmes, Lance MaiorAleluia, Gretchen, República Guarani, Sete Quedas, Vida e Sangue de Polaco, O Auto-Retrato de Bakun, Guerra do Brasil, Rádio Auriverde, Yndio do Brasil, Zweig: A Morte em Cena e Cruz e Sousa – O Poeta do Desterro (tetralíngüe).

Obra poética: “O caderno erótico de Sylvio Back” (Tipografia do Fundo de Ouro Preto, MG, 1986); “Moedas de Luz” (Max Limo nad, SP, 1988); “A Vinha do Desejo” (Geração Editorial, SP, 1994); “Yndio do Brasil” (Poemas de Filme) (No nada, MG, 1995); “bou doir” (7Letras, RJ, 1999); “Eurus” (7Letras, RJ, 2004); e “Traduzir é poetar às avessas” (Langston Hughes traduzido) (Memorial da América Latina, SP, 2005).

Com 71 láureas nacionais e internacionais, Sylvio Back é um dos mais premiados cineastas do Brasil.

Livros Publicados

BACK, Sylvio. Guerra do Brasil: Contos da Guerra do Paraguai.

BACK, Sylvio. O caderno erótico de Sylvio Back (Tipografia do Fundo de Ouro Preto, MG, 1986).

BACK, Sylvio. Moedas de Luz. São Paulo: Max Limo nad, 1988.

BACK, Sylvio. A Vinha do Desejo. São Paulo: Geração Editorial, 1994.

BACK, Sylvio. Yndio do Brasil (Poemas de Filme) (No nada, MG, 1995).

BACK, Sylvio. bou doir. Rio de Janeiro: 7Letras, 1999.

BACK, Sylvio. O Auto-Retrato de Bakun.

BACK, Sylvio. Um cinema polêmico.

BACK, Sylvio. Lance Maior. : Imago, .

BACK, Sylvio. Eurus. Rio de Janeiro: 7Letras, 2004.

BACK, Sylvio. Cruz e Sousa. Rio de Janeiro: 7Letras, .

BACK, Sylvio. Traduzir é poetar às avessas (Langston Hughes traduzido). São Paulo: Memorial da América Latina, 2005.

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.