Documentários Biográficos Arquivo

  • <p style="text-align: justify;">Histórias surpreendentes, preservadas em arquivos estrangeiros, da estreia do menino prodígio na Copa do Mundo de 1958 até a despedida em Nova Iorque, com flagrantes de Pelé em campo e fora das <em>quatro linhas</em> filmados por estrangeiros no Brasil, na Europa, nas Américas e na Oceania.</p>

    Pelé – Um Rei Desconhecido (2017)

    Histórias surpreendentes, preservadas em arquivos estrangeiros, da estreia do menino prodígio na Copa do Mundo de 1958 até a despedida em Nova Iorque, com flagrantes de Pelé em campo e fora das quatro linhas filmados por estrangeiros no Brasil, na Europa, nas Américas e na Oceania.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Filme sobre <strong>Paul Singer</strong>, provavelmente um dos intelectuais mais conhecidos na história recente do Brasil. Seu legado encontra base em obras públicas sobre desenvolvimento, demografia e economia, mas principalmente na formação de gerações de economistas e cientistas sociais espalhados pelo pais.</p>

    Paul Singer – uma História do Brasil (Em Finalização)

    Filme sobre Paul Singer, provavelmente um dos intelectuais mais conhecidos na história recente do Brasil. Seu legado encontra base em obras públicas sobre desenvolvimento, demografia e economia, mas principalmente na formação de gerações de economistas e cientistas sociais espalhados pelo pais.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Ao reconhecer em <strong>Tomie Ohtake</strong>, a personalidade que melhor incorporou a unidade cultural entre Brasil e Japão, <strong>Tizuka Yamasaki</strong> baseou a sua contribuição para os 100 anos da <em>Imigração Japonesa no Brasil</em>, celebrado em 2008, produzindo o documentário <strong>Tomie</strong> sobre a artista. Por meio de entrevistas conduzidas pela cineasta, <strong>Tizuka</strong> traz depoimentos dos críticos <strong>Paulo Herkenhoff</strong>, <strong>Agnaldo Farias</strong> e <strong>Miguel Chaia</strong>, além de conversas informais sobre a vida pessoal e profissional de <strong>Tomie Ohtake</strong>. Ao captar momentos da artista trabalhando em seu ateliê, rabiscando, recortando papéis, pensando em mais um novo projeto, ao lado dos filhos <strong>Ruy Ohtake</strong> e <strong>Ricardo Ohtake</strong>, com a família nos almoços de domingo e com os amigos, a diretora evoca a natureza harmoniosa entre vida e obra, que acabou construindo a grande personalidade que é a <strong>Tomie</strong>.</p>

    Tomie (2013)

    Ao reconhecer em Tomie Ohtake, a personalidade que melhor incorporou a unidade cultural entre Brasil e Japão, Tizuka Yamasaki baseou a sua contribuição para os 100 anos da Imigração Japonesa no Brasil, celebrado em 2008, produzindo o documentário Tomie sobre a artista. Por meio de entrevistas conduzidas pela cineasta, Tizuka traz depoimentos dos críticos Paulo Herkenhoff, Agnaldo Farias e Miguel Chaia, além de conversas informais sobre a vida pessoal e profissional de Tomie Ohtake. Ao captar momentos da artista trabalhando em seu ateliê, rabiscando, recortando papéis, pensando em mais um novo projeto, ao lado dos filhos Ruy Ohtake e Ricardo Ohtake, com a família nos almoços de domingo e com os amigos, a diretora evoca a natureza harmoniosa entre vida e obra, que acabou construindo a grande personalidade que é a Tomie.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Desde sua estreia com o livro <strong>Palavra</strong>, em 1963, que o colocou no primeiro plano da literatura do país, o poeta carioca <strong>Armando Freitas Filho</strong> recusa a reverência. Faz poemas como quem pesca seus achados, manuscritos em grandes cadernos em que deixa uma grande margem livre para as quase intermináveis correções. Admirador assumido de <strong>Carlos Drummond de Andrade</strong> e <strong>João Cabral de Melo Neto</strong> – <em>o Fla-Flu da poesia brasileira</em>, segundo ele -, Armando acredita que a poesia <em>é uma arte de câmara, não sinfônica</em> e que ela <em>não cura, incrementa as feridas</em>, ao mesmo tempo em que o poeta, todo dia, quer desmentir a certeza da morte.</p>

    Manter a linha da Cordilheira sem o desmaio da planície (2016)

    Desde sua estreia com o livro Palavra, em 1963, que o colocou no primeiro plano da literatura do país, o poeta carioca Armando Freitas Filho recusa a reverência. Faz poemas como quem pesca seus achados, manuscritos em grandes cadernos em que deixa uma grande margem livre para as quase intermináveis correções. Admirador assumido de Carlos Drummond de Andrade e João Cabral de Melo Netoo Fla-Flu da poesia brasileira, segundo ele -, Armando acredita que a poesia é uma arte de câmara, não sinfônica e que ela não cura, incrementa as feridas, ao mesmo tempo em que o poeta, todo dia, quer desmentir a certeza da morte.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;"><strong>Martinho da Vila</strong> tem sua vida contada e revelada em detalhes em um filme com depoimentos e histórias de <strong>Mart'nália</strong>, <strong>Dudu Nobre</strong>, <strong>Jaguar</strong>, <strong>Ferreira Gullar</strong> e muitos outros. O filme traça a vida e a carreira de um dos maiores sambistas de todos os tempos.</p>

    Martinho da Vila: Filosofia de Vida – O Pequeno Burguês (2009)

    Martinho da Vila tem sua vida contada e revelada em detalhes em um filme com depoimentos e histórias de Mart'nália, Dudu Nobre, Jaguar, Ferreira Gullar e muitos outros. O filme traça a vida e a carreira de um dos maiores sambistas de todos os tempos.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">História da escritora e poeta brasileira <strong>Cora Coralina</strong>.</p>

    Cora Coralina – Todas as Vidas (2017)

    História da escritora e poeta brasileira Cora Coralina.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Através de entrevistas com personalidades como <strong>Armínio Fraga</strong>, <strong>Nelson Mota</strong>, <strong>Agnaldo Silva</strong> e <strong>Leda Nagle</strong>, o documentário traça a trajetória política e de vida do jornalista, escritor e político brasileiro <strong>Fernando Gabeira</strong>, conhecida principalmente por sua atuação junto ao <em>Partido Verde</em>, que ajudou a fundar no país.</p>

    Gabeira – Eu não fui preparado para a vida doméstica (2017)

    Através de entrevistas com personalidades como Armínio Fraga, Nelson Mota, Agnaldo Silva e Leda Nagle, o documentário traça a trajetória política e de vida do jornalista, escritor e político brasileiro Fernando Gabeira, conhecida principalmente por sua atuação junto ao Partido Verde, que ajudou a fundar no país.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;"><strong>Torquato Neto</strong> (1944-1972) vivia apaixonadamente as rupturas. Atuando em múltiplas frentes – no cinema, na música, no jornalismo –, o poeta piauiense engajou-se ativamente na revolução que mudou os rumos da cultura brasileira nos anos 1960 e 1970. Foi um dos pensadores e letristas mais ativos da <em>Tropicália</em>, parceiro de <strong>Gilberto Gil</strong>, <strong>Caetano Veloso</strong> e <strong>Jards Macalé</strong>. Junto à arte marginal, radicalizou sua atuação e crítica cultural, ao lado de <strong>Waly Salomão</strong>, <strong>Ivan Cardoso</strong> e <strong>Hélio Oiticica</strong>. Por fim, rompeu com sua própria vida. Suicidou-se no dia de seu aniversário de 28 anos.</p>

    Torquato Neto – Todas as Horas do Fim (2017)

    Torquato Neto (1944-1972) vivia apaixonadamente as rupturas. Atuando em múltiplas frentes – no cinema, na música, no jornalismo –, o poeta piauiense engajou-se ativamente na revolução que mudou os rumos da cultura brasileira nos anos 1960 e 1970. Foi um dos pensadores e letristas mais ativos da Tropicália, parceiro de Gilberto Gil, Caetano Veloso e Jards Macalé. Junto à arte marginal, radicalizou sua atuação e crítica cultural, ao lado de Waly Salomão, Ivan Cardoso e Hélio Oiticica. Por fim, rompeu com sua própria vida. Suicidou-se no dia de seu aniversário de 28 anos.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">A criação da Babel despeja pelo mundo homens que falam línguas diferentes: todos os rostos, corpos e vozes de <strong>Paulo José</strong>, encarnados nos personagens que o ator interpretou em sua carreira no teatro, na televisão e no cinema. Este filme é um ensaio cinematográfico sobre este que é um dos maiores artistas do Brasil, no ano em que completa 80 anos de vida.</p>

    Todos os Paulos do Mundo (2017)

    A criação da Babel despeja pelo mundo homens que falam línguas diferentes: todos os rostos, corpos e vozes de Paulo José, encarnados nos personagens que o ator interpretou em sua carreira no teatro, na televisão e no cinema. Este filme é um ensaio cinematográfico sobre este que é um dos maiores artistas do Brasil, no ano em que completa 80 anos de vida.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Esta é a história da cantora <strong>Clemilda Ferreira da Silva</strong>, a <em>Rainha do Forró</em> e da <em>música de duplo sentido</em>. Nascida em São José da Laje (AL), ela foi um grande referência da cultura popular brasileira. O filme apresenta vasto material de arquivo e soma entrevistas com músicos, amigos, familiares e produtores que conviveram com a cantora. Uma história cheia de bom humor mas também com muitos nuances de sociais.</p>

    Morena dos Olhos Pretos (2016)

    Esta é a história da cantora Clemilda Ferreira da Silva, a Rainha do Forró e da música de duplo sentido. Nascida em São José da Laje (AL), ela foi um grande referência da cultura popular brasileira. O filme apresenta vasto material de arquivo e soma entrevistas com músicos, amigos, familiares e produtores que conviveram com a cantora. Uma história cheia de bom humor mas também com muitos nuances de sociais.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Documentário <strong>Antonieta</strong>, de <strong>Flávia Person</strong>, aborda <strong>Antonieta de Barros</strong> (1901-1952), mulher, negra, professora, cronista, feminista e pioneira de duas formas emblemáticas na história política nacional e catarinense: ao tomar posse em 1935 na Assembleia Legislativa de Santa Catarina se tornou a primeira negra a assumir um mandato popular no país e a primeira deputada do estado.</p>

    Antonieta (2016)

    Documentário Antonieta, de Flávia Person, aborda Antonieta de Barros (1901-1952), mulher, negra, professora, cronista, feminista e pioneira de duas formas emblemáticas na história política nacional e catarinense: ao tomar posse em 1935 na Assembleia Legislativa de Santa Catarina se tornou a primeira negra a assumir um mandato popular no país e a primeira deputada do estado.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Retrato de <strong>Pio Zamuner</strong>, cineasta esquecido que dirigiu os 12 últimos filmes do comediante <strong>Amácio Mazzaropi</strong>. Uma relação se estabelece entre dois diretores e surge o retrato de uma paixão compartilhada por duas gerações em um botequim da <strong>Boca do Lixo</strong>. Mas quem dirige quem?</p>

    Piove, Il Film di Pio (2012)

    Retrato de Pio Zamuner, cineasta esquecido que dirigiu os 12 últimos filmes do comediante Amácio Mazzaropi. Uma relação se estabelece entre dois diretores e surge o retrato de uma paixão compartilhada por duas gerações em um botequim da Boca do Lixo. Mas quem dirige quem?

    Continue Lendo...

Página 1 de 712345...Última »