Documentários Biográficos Arquivo

  • <p style="text-align: justify;"><strong>Torquato Neto</strong> (1944-1972) vivia apaixonadamente as rupturas. Atuando em múltiplas frentes – no cinema, na música, no jornalismo –, o poeta piauiense engajou-se ativamente na revolução que mudou os rumos da cultura brasileira nos anos 1960 e 1970. Foi um dos pensadores e letristas mais ativos da <em>Tropicália</em>, parceiro de <strong>Gilberto Gil</strong>, <strong>Caetano Veloso</strong> e <strong>Jards Macalé</strong>. Junto à arte marginal, radicalizou sua atuação e crítica cultural, ao lado de <strong>Waly Salomão</strong>, <strong>Ivan Cardoso</strong> e <strong>Hélio Oiticica</strong>. Por fim, rompeu com sua própria vida. Suicidou-se no dia de seu aniversário de 28 anos.</p>

    Torquato Neto – Todas as Horas do Fim (2017)

    Torquato Neto (1944-1972) vivia apaixonadamente as rupturas. Atuando em múltiplas frentes – no cinema, na música, no jornalismo –, o poeta piauiense engajou-se ativamente na revolução que mudou os rumos da cultura brasileira nos anos 1960 e 1970. Foi um dos pensadores e letristas mais ativos da Tropicália, parceiro de Gilberto Gil, Caetano Veloso e Jards Macalé. Junto à arte marginal, radicalizou sua atuação e crítica cultural, ao lado de Waly Salomão, Ivan Cardoso e Hélio Oiticica. Por fim, rompeu com sua própria vida. Suicidou-se no dia de seu aniversário de 28 anos.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">A criação da Babel despeja pelo mundo homens que falam línguas diferentes: todos os rostos, corpos e vozes de <strong>Paulo José</strong>, encarnados nos personagens que o ator interpretou em sua carreira no teatro, na televisão e no cinema. Este filme é um ensaio cinematográfico sobre este que é um dos maiores artistas do Brasil, no ano em que completa 80 anos de vida.</p>

    Todos os Paulos do Mundo (2017)

    A criação da Babel despeja pelo mundo homens que falam línguas diferentes: todos os rostos, corpos e vozes de Paulo José, encarnados nos personagens que o ator interpretou em sua carreira no teatro, na televisão e no cinema. Este filme é um ensaio cinematográfico sobre este que é um dos maiores artistas do Brasil, no ano em que completa 80 anos de vida.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Esta é a história da cantora <strong>Clemilda Ferreira da Silva</strong>, a <em>Rainha do Forró</em> e da <em>música de duplo sentido</em>. Nascida em São José da Laje (AL), ela foi um grande referência da cultura popular brasileira. O filme apresenta vasto material de arquivo e soma entrevistas com músicos, amigos, familiares e produtores que conviveram com a cantora. Uma história cheia de bom humor mas também com muitos nuances de sociais.</p>

    Morena dos Olhos Pretos (2016)

    Esta é a história da cantora Clemilda Ferreira da Silva, a Rainha do Forró e da música de duplo sentido. Nascida em São José da Laje (AL), ela foi um grande referência da cultura popular brasileira. O filme apresenta vasto material de arquivo e soma entrevistas com músicos, amigos, familiares e produtores que conviveram com a cantora. Uma história cheia de bom humor mas também com muitos nuances de sociais.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Documentário <strong>Antonieta</strong>, de <strong>Flávia Person</strong>, aborda <strong>Antonieta de Barros</strong> (1901-1952), mulher, negra, professora, cronista, feminista e pioneira de duas formas emblemáticas na história política nacional e catarinense: ao tomar posse em 1935 na Assembleia Legislativa de Santa Catarina se tornou a primeira negra a assumir um mandato popular no país e a primeira deputada do estado.</p>

    Antonieta (2016)

    Documentário Antonieta, de Flávia Person, aborda Antonieta de Barros (1901-1952), mulher, negra, professora, cronista, feminista e pioneira de duas formas emblemáticas na história política nacional e catarinense: ao tomar posse em 1935 na Assembleia Legislativa de Santa Catarina se tornou a primeira negra a assumir um mandato popular no país e a primeira deputada do estado.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Retrato de <strong>Pio Zamuner</strong>, cineasta esquecido que dirigiu os 12 últimos filmes do comediante <strong>Amácio Mazzaropi</strong>. Uma relação se estabelece entre dois diretores e surge o retrato de uma paixão compartilhada por duas gerações em um botequim da <strong>Boca do Lixo</strong>. Mas quem dirige quem?</p>

    Piove, Il Film di Pio (2012)

    Retrato de Pio Zamuner, cineasta esquecido que dirigiu os 12 últimos filmes do comediante Amácio Mazzaropi. Uma relação se estabelece entre dois diretores e surge o retrato de uma paixão compartilhada por duas gerações em um botequim da Boca do Lixo. Mas quem dirige quem?

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Com direção de <strong>Beto Brant</strong> e <strong>Camila Pitanga</strong>, <strong>Pitanga</strong> é um filme-documentário de longa-metragem que investiga o percurso estético, político e existencial do premiado ator <strong>Antonio Pitanga</strong> que, dirigido por grandes cineastas – como <strong>Glauber Rocha</strong>, <strong>Cacá Diegues</strong> e <strong>Walter Lima Jr.</strong> –, foi destaque em alguns dos momentos de maior inquietação artística do cinema brasileiro.</p>

    Pitanga – O Filme

    Com direção de Beto Brant e Camila Pitanga, Pitanga é um filme-documentário de longa-metragem que investiga o percurso estético, político e existencial do premiado ator Antonio Pitanga que, dirigido por grandes cineastas – como Glauber Rocha, Cacá Diegues e Walter Lima Jr. –, foi destaque em alguns dos momentos de maior inquietação artística do cinema brasileiro.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">A vida e a obra de <strong>Armando Toschi</strong>, eternizado na cena cultural de Juiz de Fora com o nome de <strong>Ministrinho</strong>, um dos mais nobres expoentes da música popular da cidade. Um documentário-memória sobre parte do recente imaginário cultural de Juiz de Fora, construído pelo inventário afetivo da trajetória de um homem que viveu intensamente o carnaval, a música, o futebol, a vida operária, a boemia e as modificações experimentadas pela cidade no século passado. Um filme sobre samba e saudade.</p>

    Ministrinho voou (2015)

    A vida e a obra de Armando Toschi, eternizado na cena cultural de Juiz de Fora com o nome de Ministrinho, um dos mais nobres expoentes da música popular da cidade. Um documentário-memória sobre parte do recente imaginário cultural de Juiz de Fora, construído pelo inventário afetivo da trajetória de um homem que viveu intensamente o carnaval, a música, o futebol, a vida operária, a boemia e as modificações experimentadas pela cidade no século passado. Um filme sobre samba e saudade.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Figura lendária da cultura brasileira, <strong>Carlos Imperial</strong> descobriu artistas como <strong>Roberto e Erasmo Carlos</strong>, <strong>Tim Maia</strong>, <strong>Wilson Simonal</strong> e <strong>Elis Regina</strong>. Compôs clássicos como <em>A Praça</em>, <em>Vem quente que eu estou fervendo</em> e <em>Mamãe passou açúcar em mim</em>. Ainda fez sucesso no teatro, no cinema e na política. Cafajeste, mentiroso e mulherengo assumido, Imperial criava factoides para promover seus lançamentos e conquistar espaço na mídia.</p>

    Eu sou Carlos Imperial (2015)

    Figura lendária da cultura brasileira, Carlos Imperial descobriu artistas como Roberto e Erasmo Carlos, Tim Maia, Wilson Simonal e Elis Regina. Compôs clássicos como A Praça, Vem quente que eu estou fervendo e Mamãe passou açúcar em mim. Ainda fez sucesso no teatro, no cinema e na política. Cafajeste, mentiroso e mulherengo assumido, Imperial criava factoides para promover seus lançamentos e conquistar espaço na mídia.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Violeira Mato-grossense, canta dores e amores da vida cotidiana, ilumina estradas e auroras. Sorte tiveram os que a descobriram doze anos antes de ela falecer. Os que puderam participar, por mais breve que tenha sido, de sua contínua expedição por si mesma.</p>

    Dona Helena (2004)

    Violeira Mato-grossense, canta dores e amores da vida cotidiana, ilumina estradas e auroras. Sorte tiveram os que a descobriram doze anos antes de ela falecer. Os que puderam participar, por mais breve que tenha sido, de sua contínua expedição por si mesma.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Documentário sobre a vida e obra do prof. <strong>Hermógenes</strong>, um dos precursores do Yoga no Brasil, autor de 30 livros. Uma personalidade brasileira que inspirou a vida de muitas pessoas através da filosofia oriental, Yoga e meditação, que ganha cada dia mais adeptos. O filme inclui material inédito e raro de seu acervo pessoal de viagens à Ìndia, palestras, seus encontros com mestres como <strong>Sai Baba</strong>, <strong>Chico Xavier</strong> e entrevistas com personalidades brasileiras como <strong>Marcelo Yuka</strong> e <strong>Jackson Antunes</strong>.</p>

    Hermógenes, Professor e Poeta do Yoga (2015)

    Documentário sobre a vida e obra do prof. Hermógenes, um dos precursores do Yoga no Brasil, autor de 30 livros. Uma personalidade brasileira que inspirou a vida de muitas pessoas através da filosofia oriental, Yoga e meditação, que ganha cada dia mais adeptos. O filme inclui material inédito e raro de seu acervo pessoal de viagens à Ìndia, palestras, seus encontros com mestres como Sai Baba, Chico Xavier e entrevistas com personalidades brasileiras como Marcelo Yuka e Jackson Antunes.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Documentário de longa metragem inédito sobre a vida e obra do músico, compositor e maestro <strong>Claudio Santoro</strong> (1919/1989). Autor de mais de 600 obras em 50 anos de carreira como compositor de música erudita e eletrônica, <strong>Claudio Santoro</strong> é considerado um dos mais importantes músicos eruditos do Brasil junto com <strong>Carlos Gomes</strong> e <strong>Villa-Lobos</strong>. Além de conter depoimento do próprio personagem principal, através de material de arquivo, apresenta a fala de outros personagens, dentre familiares, biógrafos, amigos, maestros, musicólogos. O documentário registrou quatro sinfonias e diversas peças musicais com a OSB (Orquestra Sinfônica Brasileira) - RJ, a OSTNCS (Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro) - BSB;, a Filarmônica de Minas Gerais e a Filarmônica Amazonas; a Camerata do Brasil (BSB) e a Camerata Aberta (SP), além de músicos em diversas formações: solo, duo, trio e quarteto.</p>

    Santoro – O Homem e sua Música (2015)

    Documentário de longa metragem inédito sobre a vida e obra do músico, compositor e maestro Claudio Santoro (1919/1989). Autor de mais de 600 obras em 50 anos de carreira como compositor de música erudita e eletrônica, Claudio Santoro é considerado um dos mais importantes músicos eruditos do Brasil junto com Carlos Gomes e Villa-Lobos. Além de conter depoimento do próprio personagem principal, através de material de arquivo, apresenta a fala de outros personagens, dentre familiares, biógrafos, amigos, maestros, musicólogos. O documentário registrou quatro sinfonias e diversas peças musicais com a OSB (Orquestra Sinfônica Brasileira) - RJ, a OSTNCS (Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro) - BSB;, a Filarmônica de Minas Gerais e a Filarmônica Amazonas; a Camerata do Brasil (BSB) e a Camerata Aberta (SP), além de músicos em diversas formações: solo, duo, trio e quarteto.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;"><strong>João Batista Vilanova Artigas</strong> nasceu em Curitiba e fez fama em São Paulo, onde foi reconhecido como um dos maiores arquitetos brasileiros do século XX. O documentário apresenta sua trajetória por meio de lembranças de familiares, amigos, alunos, imagens de arquivo e visitas a algumas de suas mais importantes obras.</p>

    Vilanova Artigas, o Arquiteto e a Luz (2015)

    João Batista Vilanova Artigas nasceu em Curitiba e fez fama em São Paulo, onde foi reconhecido como um dos maiores arquitetos brasileiros do século XX. O documentário apresenta sua trajetória por meio de lembranças de familiares, amigos, alunos, imagens de arquivo e visitas a algumas de suas mais importantes obras.

    Continue Lendo...

Página 1 de 612345...Última »