Filmes de Gisella Bezerra de Mello Arquivo

  • <p style="text-align: justify;">Após vinte anos da trajédia da outrora grande família Candóia, resta à única filha mulher, Cícera, cuidar de sua mãe enferma, num ambiente de estilo na seca do sertão. Na vila de Parambu, Ciça vive o conflito de cuidar das poucas cabras magras, continuando na aridez da relação entre mãe e filha ou seguir com seu namorado Quinzinho. Baseado no conto <em>Cícera Candóia</em>, de <strong>Ronaldo Correia de Brito</strong>.</p>

    Tempo de Ira (2003)

    Após vinte anos da trajédia da outrora grande família Candóia, resta à única filha mulher, Cícera, cuidar de sua mãe enferma, num ambiente de estilo na seca do sertão. Na vila de Parambu, Ciça vive o conflito de cuidar das poucas cabras magras, continuando na aridez da relação entre mãe e filha ou seguir com seu namorado Quinzinho. Baseado no conto Cícera Candóia, de Ronaldo Correia de Brito.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;"><strong>Maluco Beleza</strong>, documentário escrito e dirigido por <strong>Gisella Bezerra de Mello</strong>, conta as histórias de alguns dos melhores <em>Malucos</em> no Rio de Janeiro, como <em>A Mulher de Branco</em> ou <em>Daminhão Esperiença</em>. O filme chega a um profundo e nível provocantes, tocar uma realidade que envolve a 5% do população mundial humana.</p>

    Maluco Beleza

    Maluco Beleza, documentário escrito e dirigido por Gisella Bezerra de Mello, conta as histórias de alguns dos melhores Malucos no Rio de Janeiro, como A Mulher de Branco ou Daminhão Esperiença. O filme chega a um profundo e nível provocantes, tocar uma realidade que envolve a 5% do população mundial humana.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;"><strong>O Senhor do Labirinto</strong> conta a história de Arthur Bispo do Rosário – sergipano de origem simples, vítima de esquizofrenia, que viveu assombrado por misticismos e alucinações nas instituições psiquiátricas pelas quais passou, entre 1938 e 1989, ano de sua morte. Durante seus períodos de clausura na <em>Colônia Juliano Moreira</em> (no Rio de Janeiro), onde viveu por 50 anos, <strong>Bispo do Rosário</strong> produziu um acervo de bordados,  estandartes e assemblages que ganharam postumamente o Brasil e o mundo com seus insuspeitos traços de <em>arte pop</em> contemporânea e a pungência de sua trajetória.</p>

    O Senhor do Labirinto (2010)

    O Senhor do Labirinto conta a história de Arthur Bispo do Rosário – sergipano de origem simples, vítima de esquizofrenia, que viveu assombrado por misticismos e alucinações nas instituições psiquiátricas pelas quais passou, entre 1938 e 1989, ano de sua morte. Durante seus períodos de clausura na Colônia Juliano Moreira (no Rio de Janeiro), onde viveu por 50 anos, Bispo do Rosário produziu um acervo de bordados, estandartes e assemblages que ganharam postumamente o Brasil e o mundo com seus insuspeitos traços de arte pop contemporânea e a pungência de sua trajetória.

    Continue Lendo...