Longas-metragens Arquivo

  • <p style="text-align: justify;">Melissa e Gustavo atravessam o Oceano Atlântico em busca de uma vida nova em Berlim. Eles seguem seu caminho fazendo filmes, amizades e música, mas um segredo revelado faz o medo vir à tona. Eles perdem o rumo, até o dia em que encontram um portal para o cosmos, expandindo a travessia para além do tempo e do espaço.</p>

    Muito Romântico (2016)

    Melissa e Gustavo atravessam o Oceano Atlântico em busca de uma vida nova em Berlim. Eles seguem seu caminho fazendo filmes, amizades e música, mas um segredo revelado faz o medo vir à tona. Eles perdem o rumo, até o dia em que encontram um portal para o cosmos, expandindo a travessia para além do tempo e do espaço.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Vinte anos depois do sucesso meteórico do grupo <em>Chocante</em> com o hit <em>Choque de Amor</em>, Téo (<strong>Bruno Mazzeo</strong>), Tim (<strong>Lucio Mauro Filho</strong>), Tony (<strong>Bruno Garcia</strong>) e Clay (<strong>Marcus Majella</strong>) se reencontram. Entre as lembranças de um passado de sucesso e o presente sem nada a perder surge a ideia de fazer um novo show, para a felicidade da eterna líder do fã clube Quézia (<strong>Debora Lamm</strong>). Orientados pelo prestigiado empresário Lessa (<strong>Tony Ramos</strong>), os amigos retomam os ensaios com o novo integrante Rod (<strong>Pedro Neschling</strong>), vencedor de um decadente reality show. Ninguém pediu, mas eles voltaram! O resgate desse grupo trará situações divertidíssimas e uma nova fã: Dora (<strong>Klara Castanho</strong>).</p>

    Chocante (2017)

    Vinte anos depois do sucesso meteórico do grupo Chocante com o hit Choque de Amor, Téo (Bruno Mazzeo), Tim (Lucio Mauro Filho), Tony (Bruno Garcia) e Clay (Marcus Majella) se reencontram. Entre as lembranças de um passado de sucesso e o presente sem nada a perder surge a ideia de fazer um novo show, para a felicidade da eterna líder do fã clube Quézia (Debora Lamm). Orientados pelo prestigiado empresário Lessa (Tony Ramos), os amigos retomam os ensaios com o novo integrante Rod (Pedro Neschling), vencedor de um decadente reality show. Ninguém pediu, mas eles voltaram! O resgate desse grupo trará situações divertidíssimas e uma nova fã: Dora (Klara Castanho).

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">O documentário, realizado para celebrar os 30 anos de formação do grupo, conta com depoimentos de membros da formação atual da banda, imagens de arquivo e depoimentos de figuras importantes do metal internacional como <strong>Phil Anselmo</strong> (Pantera), <strong>Corey Taylor</strong> (Slipknot), <strong>Scott Ian</strong> (Anthrax), <strong>Phil Campbell</strong> (Mötorhead) e <strong>David Ellefson</strong> (Megadeth).</p>

    Sepultura – O Filme (2017)

    O documentário, realizado para celebrar os 30 anos de formação do grupo, conta com depoimentos de membros da formação atual da banda, imagens de arquivo e depoimentos de figuras importantes do metal internacional como Phil Anselmo (Pantera), Corey Taylor (Slipknot), Scott Ian (Anthrax), Phil Campbell (Mötorhead) e David Ellefson (Megadeth).

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">O percurso biográfico, a rotina e o pensamento do filósofo brasileiro <strong>Olavo de Carvalho</strong>, esses são os eixos temáticos do documentário de longa-metragem <strong>O Jardim das Aflições</strong>. O filme retrata o cotidiano do filósofo na sua casa em <em>Colonial Heights</em>, estado da Virgínia (EUA), onde reside atualmente, captando a atmosfera de trabalho intelectual, convívio familiar e, principalmente, o seu pensamento filosófico no que concerne à autonomia da consciência individual em oposição à tirania da coletividade. A contraposição entre a vida cotidiana e a transcendência filosófica é o eixo de sustentação do documentário.</p>

    O Jardim das Aflições (2017)

    O percurso biográfico, a rotina e o pensamento do filósofo brasileiro Olavo de Carvalho, esses são os eixos temáticos do documentário de longa-metragem O Jardim das Aflições. O filme retrata o cotidiano do filósofo na sua casa em Colonial Heights, estado da Virgínia (EUA), onde reside atualmente, captando a atmosfera de trabalho intelectual, convívio familiar e, principalmente, o seu pensamento filosófico no que concerne à autonomia da consciência individual em oposição à tirania da coletividade. A contraposição entre a vida cotidiana e a transcendência filosófica é o eixo de sustentação do documentário.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Um casamento que aconteceu na década de 50, em Salvador, Bahia. A narrativa se constrói através do confronto de memórias: a memória subjetiva, composta pelas lembranças da personagem central, a noiva, e pelas lembranças da diretora, filha da noiva; e a memória concreta representada pelos filmes de arquivo, fotografias e a casa da família.</p>

    Um Casamento (2017)

    Um casamento que aconteceu na década de 50, em Salvador, Bahia. A narrativa se constrói através do confronto de memórias: a memória subjetiva, composta pelas lembranças da personagem central, a noiva, e pelas lembranças da diretora, filha da noiva; e a memória concreta representada pelos filmes de arquivo, fotografias e a casa da família.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Perfil da transgênero mais famosa do Brasil, a cartunista <strong>Laerte</strong>, que fala das particularidades de sua vida desde que decidiu viver como mulher, em 2009. Suas relações familiares (como com um neto que a chama de <em>vovô</em>), o apoio de amigos e familiares, as mudanças de seus personagens (como Hugo que, junto com ela, torna-se <em>Muriel</em>), suas posições políticas e críticas ao que considera <em>corporativismo trans</em> fazem parte das conversas.</p>

    Laerte-se (2017)

    Perfil da transgênero mais famosa do Brasil, a cartunista Laerte, que fala das particularidades de sua vida desde que decidiu viver como mulher, em 2009. Suas relações familiares (como com um neto que a chama de vovô), o apoio de amigos e familiares, as mudanças de seus personagens (como Hugo que, junto com ela, torna-se Muriel), suas posições políticas e críticas ao que considera corporativismo trans fazem parte das conversas.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Reunindo depoimentos de vítimas e sobreviventes, o documentário coloca em pauta o abuso sexual. Depoentes como a farmacêutica <strong>Maria da Penha</strong> – que empresta o nome à lei de 2006 que criminaliza a violência contra a mulher –, a nadadora <strong>Joana Maranhão</strong>, a ex-modelo <strong>Luíza Brunet</strong>, a escritora <strong>Clara Averbuck</strong> e várias outras mulheres constroem suas narrativas.</p>

    Mexeu com uma, mexeu com todas (2017)

    Reunindo depoimentos de vítimas e sobreviventes, o documentário coloca em pauta o abuso sexual. Depoentes como a farmacêutica Maria da Penha – que empresta o nome à lei de 2006 que criminaliza a violência contra a mulher –, a nadadora Joana Maranhão, a ex-modelo Luíza Brunet, a escritora Clara Averbuck e várias outras mulheres constroem suas narrativas.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Desde 1940, quando seu pai comprou um cinema na cidade de Dois Córregos (SP), a vida de <strong>Francisco Teles</strong> foi definida por esse lugar. A sala, que já teve diversos nomes, mortes e ressurreições, é o símbolo vivo da passagem do projetor a carvão ao digital, da resistência diante da TV e do videocassete e também da memória afetiva na cidade de filmes como <strong>O homem que sabia demais</strong>, de <strong>Alfred Hitchcock</strong>; <strong>Superman</strong>, de <strong>Richard Donner</strong>; e <strong>Cidade de Deus</strong>, de <strong>Fernando Meirelles</strong>.</p>

    Cine São Paulo – Filme (2017)

    Desde 1940, quando seu pai comprou um cinema na cidade de Dois Córregos (SP), a vida de Francisco Teles foi definida por esse lugar. A sala, que já teve diversos nomes, mortes e ressurreições, é o símbolo vivo da passagem do projetor a carvão ao digital, da resistência diante da TV e do videocassete e também da memória afetiva na cidade de filmes como O homem que sabia demais, de Alfred Hitchcock; Superman, de Richard Donner; e Cidade de Deus, de Fernando Meirelles.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;"><strong>Seca</strong> trata de um assunto tão urgente quanto necessário: a escassez de água, observada em uma região do Brasil onde a população convive com o problema de forma aparentemente endêmica.</p>

    Seca (2015)

    Seca trata de um assunto tão urgente quanto necessário: a escassez de água, observada em uma região do Brasil onde a população convive com o problema de forma aparentemente endêmica.

    Continue Lendo...

  • Your ads will be inserted here byEasy Plugin for AdSense.Please go to the plugin admin page toPaste your ad code OR Suppress this ad slot. Sinopse Elenco Ficha Técnica Galeria […]

    Polícia Federal – A Lei é para Todos (Em Produção)

    Sinopse Elenco Ficha Técnica Galeria Bibliografia Sinopse . Elenco >> Elenco << SinopseFicha Técnica >> Ficha Técnica Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, […]

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">Aos quatorze anos de idade, Bia (<strong>Larissa Manoela</strong>) está prestes a completar 15 e descobre que vai ganhar uma grande festa de quinze anos. Sua mãe faleceu quando ela ainda tinha 4 anos e ela foi muito bem criada por seu pai, Edu. Um sujeito moleque, alto astral e muito parceiro da filha. Eles dividem o gosto pela música e um humor um tanto quanto diferente. Estão sempre fazendo palhaçadas e se divertindo juntos. Mas Bia tem um problema: a garota sonhadora e apaixonada por música não tem muitos amigos para convidar ao evento, por ser pouco popular na escola. Ela conta com a ajuda do único grande amigo, Bruno, e do pai Edu, para consertar a situação.</p>

    Meus 15 Anos (2017)

    Aos quatorze anos de idade, Bia (Larissa Manoela) está prestes a completar 15 e descobre que vai ganhar uma grande festa de quinze anos. Sua mãe faleceu quando ela ainda tinha 4 anos e ela foi muito bem criada por seu pai, Edu. Um sujeito moleque, alto astral e muito parceiro da filha. Eles dividem o gosto pela música e um humor um tanto quanto diferente. Estão sempre fazendo palhaçadas e se divertindo juntos. Mas Bia tem um problema: a garota sonhadora e apaixonada por música não tem muitos amigos para convidar ao evento, por ser pouco popular na escola. Ela conta com a ajuda do único grande amigo, Bruno, e do pai Edu, para consertar a situação.

    Continue Lendo...

  • <p style="text-align: justify;">A História da música no Brasil a partir da <em>Rádio Nacional</em> até os dias de hoje, tendo como fio condutor a carreira do <strong>Maestro Severino Filho</strong>, fundador do grupo vocal <strong><em>Os Cariocas</em></strong>, conjunto que lançou a <em>Bossa Nova</em> no Brasil.</p>

    Eu, Meu Pai e os Cariocas – 70 Anos de Música no Brasil (2017)

    A História da música no Brasil a partir da Rádio Nacional até os dias de hoje, tendo como fio condutor a carreira do Maestro Severino Filho, fundador do grupo vocal Os Cariocas, conjunto que lançou a Bossa Nova no Brasil.

    Continue Lendo...

Página 1 de 17012345...102030...Última »