Terra violenta (1948)

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More
Print Friendly, PDF & Email

Sinopse

Cenas documentais da região enquanto um locutor expõe o problema social pela posse das áreas cacaueiras. Em seguida faz a apresentação de alguns personagens importantes: o todo poderoso Zéca Marajó, a prostituta Nancy, e Sergio de Oliveira, para mostrar depois os domínios do oponente Raimundo, a esposa Irene e Joana, a empregada. Após esta apresentação, (…) os personagens são dispostos em embates pela conquista das terras que formara o desenvolvimento da trama. Praticamente, até o fim, serão seqüências da confrontação dos dois grandes latifundiários, crimes praticados por jagunços, misturado com os amores da prostituta e da nova conquista de Carlos, Irene.

Elenco

Duarte, Anselmo (Dr. Carlos)
Guimarães, Celso
Mello, Graça (Cel. Raimundo)
Helena, Heloísa (Nancy)
Fernanda, Maria (Irene)
Cabral, Sadi
Camargo, Agnaldo
Conde, David
Murad, Jorge
Labanca, Ângelo (Médico)
Leite, Luiza Barreto
Lago, Mário
Souza, Modesto de
Vaz, Nelson
Ruth de Souza …. Empregada
Oliveira, Sérgio de
Otelo, Grande
Gonzaga, Luiz
Maguini, Kito
Maguini, Isolda
Maia, Edmundo (Comandante do navio)
Mezzomo, Diná
Ziembinski, Zibgniev Mariaw
Ladeira, César (Zeca Marajó)
Fróes, Helmício
Souza, Jackson
Moura, Teresa
Nobre, Antônio
Campos, Plínio
Grijó Sobrinho
Gonçalves, Marina
Carvalho, Heitor
Veiga, Pedro
Oliveira, Nélson de
Gonçalves, Marina
Labanca, João

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Terra violenta (1948) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Companhia(s) produtora(s): Atlântida Empresa Cinematográfica do Brasil S. A.
Produção: Campos, Plínio; Ribeiro Jr., Luís Severiano

Produção – Dados adicionais
Gerente de produção: Bernoudy, Edmond Francis

Distribuição
Companhia(s) distribuidora(s): U.C.B. – União Cinematográfica Brasileira S.A.

Argumento/roteiro
Argumento: Azevedo, Alinor; Bernoudy, Edmond Francis
Roteiro: Azevedo, Alinor; Bernoudy, Edmond Francis
Diálogos: Azevedo, Alinor; Valde, Theodore
Adaptação: Valde, Theodore
Estória Baseada no romance Terras do sem fim, de Jorge Amado

Direção
Direção: Edmond Francis Bernoudy
Assistência de direção: Machado, Paulo

Fotografia
Direção de fotografia: Brasil, Edgar
Câmera: Dusek, George
Cinegrafista: Dusek, George

Dados adicionais de fotografia
Fotografia adicional: Machado, Paulo

Som
Direção de som: Rabelo, Silvio
Sonografia: Coutinho, Jorge

Montagem
Montagem: Noya, Waldemar; Machado, Paulo

Direção de arte
Cenografia: Adamo

Dados adicionais de direção de arte
Decoração: Lopes, Murilo
Produção de cenografia: Valde, Theodore
Maquiagem: Rzepecki, Erik

Música
Música: Panicalli, Lírio
Direção musical: Panicalli, Lírio

Canção
Título: ABC dos marajós;
Autor da canção: Caymmi, Dorival;

Título: Légua tirana;
Autor da canção: Gonzaga, Luiz e Teixeira, H.;

Título: Odeon;
Autor da canção: Nazareth, Ernesto;

Título: Velentine;
Autor da canção: Christine, H. e Willemetz, A.

Título: Macumba
Orquestra: Orquestra Afro-Brasileira

Locação: BA

Bibliografia

Livros:

BALADI, Mauro. Dicionário de Cinema Brasileiro: filmes de longa-metragem produzidos entre 1909 e 2012. São Paulo: Martins Fortes, 2013.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Disponível no endereço: ///

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
ACPJ/I
CS/FF
SA/EMP
FR-LFM/ECB
SCP/HICB
JIMS/OESP
ALSN/DFB-LM
CENS/I
Jornal da Jornada”b, 12 a 18.09.2001, p.04-05

Fontes consultadas:
JN/Imigrantes – Americanos II
FSN/MCB
AV/ICB
FCB/FF

Observações:
Jornal da Jornada informa que era o pseudônimo de .
O nome de George Dusek também aparece como .
FR-LFM/ECB informa que foi a “(…) primeira superprodução da companhia (…)”. Afirma ainda que o diretor foi assistente de direção de em 1940 no filme CORRESPONDENTE ESTRANGEIRO.
SCP/HICB afirma que o filme sofreu sabotagem. Segundo a mesma fonte e ACPJ/I, o filme tinha cenografia de ; canções de e ; produção de e o encarregado de produção foi . A primeira fonte indica que o filme foi um fracasso “(…) superior a 2 bilhões de cruzeiros velhos que, ao câmbio da época, representava quase 2 milhões de dólares (…).”
CS/FF e SCP/HICB informam que o filme possui cenas adicionais de .
ACPJ/I inclui no elenco: , , , , , , e .
Um trailer de 45m foi censurado em 03.12.1953.

Compartilhe em suas Redes Sociais!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • BlinkList
  • Google Bookmarks
  • MSN Reporter
  • Myspace
  • Posterous
  • Tumblr
  • More

Sobre História do Cinema Brasileiro

Site do História do Cinema Brasileiro.