fbpx

16ª Mostra de Cinema de Tiradentes

Histórico

A 16ª Mostra de Cinema de Tiradentes aconteceu nos dias 18 a 26 de janeiro de 2013.

Ao longo de 16 edições, a Mostra de Cinema de Tiradentes firmou-se como uma das principais janelas de exibição para estreantes curta-metragistas no Brasil. Como todos anos, o evento abriu o calendário audiovisual do país, sendo realizado no mês de janeiro de 2013. A cada ano, o número de estados com representantes inscritos e selecionados aumenta de maneira expressiva. A personalidade homenageada deste ano foi a atriz Simone Spoladore.

Na estreia, a produção paraibana Onde Borges Tudo Vê, de Taciano Valério, marcou o início da jornada cinematográfia desta edição. A programação da 16ª Mostra de Cinema de Tiradentes teve debates sobre as obras cinematográficas produzidas fora do eixo Rio de Janeiro-São Paulo. Ao todo, serão exibidos 131 filmes nacionais, sendo 34 longas e 97 curtas, em 54 sessões gratuitas.

A grade de curtas foi dividida em oito mostras temáticas – Fora de Centro, Foco, Panorama, Praça, Formação, Juvenil, Mostrinha e Cena Mineira. O público poderá conferir produções diversificadas e descentralizadas de várias partes do país.

Este ano, a equipe de curadores selecionou 97 curtas de 14 estados brasileiros. São Paulo responde por 125 inscrições (27%), Rio por 95 (21%) e os demais Estados por 239 curtas (52%).

É importante destacar, no que se refere às inscrições, as presenças fortes de Minas Gerais, com 68 curtas, Paraná com 25, Ceará com 23 filmes e Bahia com 21 inscrições. Não menos importantes, por sua raridade, são as presenças de Sergipe, com três curtas, Amazonas, Pará e Maranhão, com dois curtas cada.

Já dos filmes selecionados para as diversas mostras, embora São Paulo responda por 35, há uma distribuição equilibrada por outras procedências. Em segundo lugar está Minas Gerais, com 17 curtas selecionados, seguido pelas produções do Rio (9 curtas), Ceará e Paraná (8 cada) e Pernambuco (7). Também há presenças de produções de Bahia e Paraíba (3 cada), Rio Grande do Sul (2), Alagoas, Distrito Federal, Maranhão, Santa Catarina e Sergipe (1 cada).

Mesmo não sendo um critério de seleção obrigatório para os curtas, em razão do perfil das produções recebidas para esta edição, a curadoria optou por privilegiar os filmes inéditos, reforçando esta característica do festival.

O patrocínio foi do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), iniciado no ano passado e o festival integrou o circuito Cinema sem Fronteiras. A instituição promoveu o evento Cine BNDES na Praça, montado no Largo das Forras, no centro da cidade histórica mineira, onde foram exibidos documentários ao ar livre, além da Mostrinha de Cinema, dedicada às crianças, que puderam assistir ao filme de longa-metragem de animação Peixonauta: o Agente Secreto da O.S.T.R.A., de Célia Catunda e Kiko Mistrorigo, que teve apoio do Programa BNDES para o Desenvolvimento da Economia da Cultura (BNDES Procult).

Selecionados

Abaixo, a lista completa dos curtas selecionados para a 16ª Mostra de Cinema de Tiradentes:

RELAÇÃO DE CURTAS (ordem alfabética/mostra):

A BANCA, de Aloisio de Barros Correia – AL (Mostra Fora de Centro)
A GALINHA QUE BURLOU O SISTEMA, de Quico Meirelles – SP (Mosta Curtas na Praça)
A MÁ NOTICIA, de Elza Cataldo – MG (Mostra Cena Mineira)
A MÃO QUE AFAGA, de Gabriela Amaral Almeida – SP (Mosta Curtas na Praça)
A ONDA TRAZ, O VENTO LEVA, de Gabriel Mascaro – PE (Mostra Panorama)
A VOZ DO POÇO, de Patricia Black – SP (Mostra Formação)
ALGUÉM NO FUTURO, de Salomão Santana – CE (Mostra Foco)
ALGUMAS MORTES, de Lucas Camargo de Barros – SP (Mostra Panorama)
ALUGA-SE, de Cris Azzi – MG (Mostra Curtas na Praça)
APOCALIPSE DE VERÃO, de Carolina Durão – RJ (Mostra Panorama)
ARREMATE, de Rodrigo Luna – BA (Mostra Curtas na Praça)
AS AVENTURAS DE SEU EUCLIDES: LAMBESUJO E CABOCLINHOS, de Marcelo Roque Belarmimno – SE (Mostrinha)
AS ÓRBITAS, de Pedro Américo – SP (Mostra Formação)
ATRAVÉS, de Amina Jorge – SP (Mostra Formação)
BOI FANTASMA, de Rogério Nunes e José Silveira – SP (Mostra Panorama)
CADÊ MEU RANGO?, de George Munari Damiani – SP (Mostrinha)
CÂMARA ESCURA, de Marcelo Pedroso – PE (Mostra Panorama)
CANÇÃO PARA MINHA IRMÃ, de Pedro Severien – PE (Mostra Panorama)
CANTO NENHUM, de Eduardo Escarpinelli – CE (Mostra Foco)
CHAPÔ, de Eduardo Mattos – SP (Mostra Panorama)
CHARIZARD, de Leonardo Mouramateus – CE (Mostra Juvenil)
CIDADE IMPROVISADA, de Alice Riff – SP (Mostra Curtas na Praça)
CIDADE POSTAL, de Clara Bastos, Tarcísio Rocha Filho, Victor Costa Lopes – CE (Mostra Formação)
CIRCUITO FECHADO, de Nicol Alexander – SP (Mostra Formação)
COLINAS COMO ELEFANTES BRANCOS, de Melissa Gava – SP (Mostra Panorama)
CONTRATO COM A SORTE, de André Carreira – MG Mostra Cena Mineira)
COVA ABERTA, de Ian Abe – PB (Mostra Foco)
CUAUHTÉMOC, de Leo Pyrata – MG (Mostra Fora de Centro)
DESELMADOS, de Raphael Borghi – SP (Mostra Panorama)
ELEFANTE INVISÍVEL, de Elisa Ratts – CE (Mostra Formação)
FEIJOADA COMPLETA, de Angelo Defanti – RJ (Mostra Curtas na Praça)
FIM, de Marcelo Mesquita e Peppe Siffredi – SP (Mostra Juvenil)
FLOR MINHA FLOR (1992-2012), de Chico Pelúcio e Rodolfo Magalhães – MG (Mostra Cena Mineira)
FRINEIA, de Aline Portugal – RJ (Mostra Foco)
FUI À CAPADÓCIA E LEMBREI DE VOCÊ, de Larissa Figueiredo – PR Mostra Panorama)
GAROTA EXPLOSIVA, de Evandro Scorsin – PR (Mostra Juvenil)
INVISÍVEIS, de Anderson Fregolente – PR (Mostra Panorama)
LABIRINTO, de Cavi Borges e Patricia Niedermeier – RJ (Mostra Panorama)
LINEAR, de Amir Admoni – SP (Mostra Curtas na Praça)
LUIZ POETA, de Bruno Benedetti, Fábio Eitelberg, Patrick Torres, Pedro Biava e Rafael Stedile-SP (Mostra Curtas na Praça)
MACACOS ME MORDAM, de Sávio Leite e César Maurício – MG (Mostra Cena Mineira)
MÃOS MORTAS, de Arthur Tuoto – SP (Mostra Foco)
MAREMOTO, de Daniel Aratangy – SP (Mostra Juvenil)
MAURO EM CAIENA, de Leonardo Mouramateus – CE (Mostra Panorama)
MENINO DO CINCO, de Marcelo Matos de Oliveira Wallace Nogueira – BA (Mostra Curtas na Praça)
MERDA!, de Gilberto Scarpa – MG (Mostra Cena Mineira)
META, de Rafael Baliu – SP (Mostra Juvenil)
MEU AMIGO MINEIRO, de Gabriel Martins e Victor Furtado – CE (Mostra Foco)
MIADO, de Mauricio Squarisi – SP (Mostrinha)
NÃO ESTAMOS SONHANDO, de Luiz Pretti – MG (Mostra Panorama)
O AFINADOR, de Fernando Camargo e Matheus Parizi – SP (Mostra Panorama)
O DUPLO, de Juliana Rojas – SP (Mostra Panorama)
O EIXO, de Thiago Taves Sobreiro – MG (Mostra Cena Mineira)
O FIM DO FILME, de André Dib – SP (Mostra Juvenil)
O FIM DO RECREIO, de Vinicius Mazzon e Nélio Spréa – PR (Mostrinha)
O GIGANTE, de Julio Vanzeler e Luiz da Matta Almeida – SC (Mostrinha)
O MEMBRO DECAÍDO, de Lucas Sá – MA (Mostra Panorama)
O OUVIDO DE VINICIUS, de Sergio Oliveira e Ezequiel Pierri – SP (Mostra Foco)
O PRINCIPE SAPO, de Felipe Wolokita – RJ (Mostra Curtas na Praça)
O TRADUTOR, de Camila Ferrari e Grace Iwashita – SP (Mostra Panorama)
OLHO MÁGICO, de André Sampaio – RJ (Mostra Foco)
ORWO FOMA, de Karen Black e Lia Letícia – PE/ RJ Mostra Foco)
OS INVASORES, de Calac Nogueira – RJ (Mostra Formação)
OS SUSTENTÁVEIS, de Lisandro Santos – RS (Mostrinha)
PARA PODER PARAR O TEMPO, de Marcelo Lee – SP (Mostra Foco)
PASSAGEM, de João André Grossi – MG (Mostra Cena Mineira)
PASSO COMPASSO, de Caroline Fioratti – SP (Mostra Curtas na Praça)
PÁTIO, de Aly Muritiba – PR (Mostra Foco)
PENSO QUE SIM, de Igor Amin e Bruna Carvalho – MG (Mostra Cena Mineira)
PEQUENOS, de Alexandre Rafael Garcia – PR (Mostrinha)
PORCOS RAIVOSOS, de Isabel Penoni e Leonardo Sette – PE (Mostra Fora de Centro)
POUCO MAIS DE UM MÊS, de André Novais Oliveira – MG (Mostra Foco)
PRA QUE A VIDA SIGA ADIANTE, de André Queiroz – SP (Mostra Juvenil)
PÚRPURA, de Tavinho Teixeira – PB (Mostra Foco)
QUANDO O CÉU DESCE AO CHÃO, de Marcos Yoshi – SP (Mostra Formação)
QUASE QUE SÓ HÁ ESTRELAS, de Nilson Alvarenga – MG (Mostra Panorama)
QUEM TEM MEDO DE CRIS NEGÃO?, de René Guerra – SP (Mostra Praça)
QUINTO ANDAR, de Marco Nick – MG (Mostra Praça)
RAÍZES E ASAS, de Luis Felipe Pimenta – MG (Mostra Cena Mineira)
RESSACA, de Mabel Lopes – SP (Mostra Juvenil)
RETRATO, de Adelina Pontual – PE (Mostra Foco)
SAGRADO CORAÇÃO, de Cauê Brandão – DF (Mostra Fora de Centro)
SÃO JOÃO DEL-REI, UMA RELIQUIA DE UM PASSADO PRESENTE, de Rodrigo Maia – MG (Mostra Cena Mineira)
SERRA DO MAR, de Iris Junges – SP (Mostra Panorama)
SOBRE A MESA, de Jo Serfaty – RJ (Mostra Panorama)
SURF SURF, de Wellington Sari – PR (Mostra Juvenil)
THE BEST OF LAMBADA, de Yuri Amaral – SP (Mostra Curtas na Praça)
TORRE DOS OLHOS, de Thaïs Dahas – CE (Mostra Fora de Centro)
TUDO BEM, de Christopher Faust – PR (Mostra Juvenil)
UM DIÁLOGO DE BALLET, de Filipe Matzembacher e Márcio Reolon – RS (Mostra Fora de Centro)
URBE, de Rafael Borges – MG (Mostra Cena Mineira)
VASTO MUNDO, de Gláucio Souza – PB (Mostra Formação)
VERANEIO, de Leon Sampaio – BA (Mostra Formação)
VERSÃO FRANCESA, de Maya Da-Rin – RJ (Mostra Panorama)
VESTIDO DE LAERTE, de Cláudia Priscila e Pedro Marques – SP (Mostra Curtas na Praça)
VLADO E BIRRI: ENCONTROS, de Marina Weis e Laura Faerman – SP (Mostra Panorama)
VOLTE SEMPRE, de Erika Fromm – SP (Mostra Curtas na Praça)

Bibliografia

Internet:

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “16ª Mostra de Cinema de Tiradentes

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.