fbpx

19ª Mostra de Cinema de Tiradentes

Evento

A 19ª Mostra de Cinema de Tiradentes aconteceu nos dias 22 a 30 de janeiro de 2016. O homenageado da Mostra foi o cineasta Andrea Tonacci.

O festival adotou a temática Espaços em conflito no cinema brasileiro, que estará presente em grande parte dos filmes da programação e nas mesas de discussão do evento. Ao todo serão exibidos 35 longas-metragens brasileiros em três espaços (Cine-Tenda, Cine BNDES na Praça e Cine-Teatro Sesi) e distribuídos em nove mostras conceituais: Homenagem, Autorias, Aurora, Transições, Cena Mineira, Cena Regional, Praça, Bendita, Sessão Debate e Mostrinha.

O homenageado Andrea Tonacci teve seu filme Serras da Desordem, de 2006, exibido na sessão de abertura do festival, além de sessões de Bang Bang, de 1970, e Blábláblá, de 1968. Já o encerramento do evento ficou por conta de Para minha amada morta, de Aly Muritiba, produção paranaense com carreira de destaque em festivais internacionais.

Na principal competição do evento, a Mostra Aurora, sete filmes disputam o Júri da Crítica e os prêmios oferecidos pelos parceiros da Mostra: Animal Político, de Tião; Aracati, de Aline Portugal e Julia De Simone; Banco Imobiliário, de Miguel Antunes Ramos; Filme de Aborto, de Lincoln Péricles; Índios Zoró – Antes, Agora e Depois?, de Luiz Paulino dos Santos; Jovens Infelizes ou Um Homem que Grita não é um Urso que Dança, de Thiago B. Mendonça; e Taego Ãwa, de Marcela Borela e Henrique Borela.

Duas mostras inauguradas na última edição do festival em 2015 voltam a ser destaque este ano. A Mostra Bendita, que exibe filmes no começo da madrugada no Cine-Tenda, selecionou Being Boring, de Lucas Ferraço Nassif, e O Diabo Mora Aqui, de Dante Vescio e Rodrigo Gasparini. E a mostra Sessão Debate, na qual os longas são debatidos com o público logo após as exibições, vai contar com sessões de O Espelho, de Rodrigo Lima; Um Salve Doutor, de Rodrigo Sousa & Sousa; Garoto, de Julio Bressane; e Ralé, de Helena Ignez.

A Mostra Transições traz seis títulos na disputa pelo prêmio do Juri Jovem: Tropykaos, de Daniel Lisboa; Clarisse ou alguma coisa sobre nós dois, de Petrus Cariry; A noite escura da alma, de Henrique Dantas; Planeta Vermelho, de Dellani Lima; Jonas, de Lo Politi; e Urutau, de Bernardo Cancella Nabuco.

Já a Mostra Autorias apresenta obras de diretores veteranos como Walter Lima Jr. (Através da Sombra); Ruy Guerra (Quase Memória) e Maria Augusta Ramos (Futuro Junho). A exibição de Introdução à Música do Sangue, de Luiz Carlos Lacerda, compõe a Mostra Cena Mineira.

Com exibições ao ar livre, no centro de Tiradentes, a Mostra Praça selecionou cinco longas para sua programação: Campo Grande, de Sandra Kogut; Geraldinos, de Pedro Asbeg e Renato Martins; Invasores, de Marcelo Toledo; Prova de Coragem, de Roberto Gervitz; e Santo Daime – Império da Floresta, de André Sampaio. Completando a seleção de longas da edição de 2016, a Mostrinha, dedicada ao público infantil reserva a pré-estreia de O que queremos para o mundo? – O Filme, de Igor Amin; além de sessões de Últimas Conversas, de Eduardo Coutinho; e As Aventuras do Avião Vermelho, de Frederico Pinto e José Maia.

A Mostra de Cinema de Tiradentes anunciou os vencedores: o longa-metragem Jovens Infelizes ou um Homem que Grita não é um Urso que Dança, de Thiago B. Mendonça, foi o vencedor da mostra Aurora.

O longa escolhido pelo público foi o carioca Geraldinos, de Pedro Asbeg e Renato Martins. Tropykaos, de Daniel Lisboa, foi o vencedor da Mostra Transições.

Os curtas-metragens premiados foram: Noite Escura de São Nunca, de Samuel Lobo; Madrepérola, de Deise Hauenstein e Eclipse Solar, de Rodrigo de Oliveira.

Selecionados

Mostra Homenagem:
:: Bang Bang, de Andrea Tonacci;
:: Blábláblá, de Andrea Tonacci;
:: Serras da Desordem, de Andrea Tonacci;

Mostra Autorias:
:: Através da Sombra, de Walter Lima Jr.;
:: Quase Memória, de Ruy Guerra;
:: Futuro Junho, de Maria Augusta Ramos;

Mostra Aurora:
:: Animal Político, de Tião;
:: Aracati, de Aline Portugal e Julia De Simone;
:: Banco Imobiliário, de Miguel Antunes Ramos;
:: Filme de Aborto, de Lincoln Péricles;
:: Índios Zoró – Antes, Agora e Depois?, de Luiz Paulino dos Santos;
:: Jovens Infelizes ou Um Homem que Grita não é um Urso que Dança, de Thiago B. Mendonça;
:: Taego Ãwa, de Marcela Borela e Henrique Borela;

Mostra Cena Mineira:

:: Bili com limão verde na mão, de Rafael Conde
:: Imhotep
:: Introdução à Música do Sangue, de Luiz Carlos Lacerda;
:: Prenome Walter
:: Um pouco a mais
:: Volta para Casa

Mostra Cena Regional:
:: Breu
:: Cabrito
:: Caiu um Homem Ali no Quintal
:: Ele ou Ela
:: Fossa
:: Marlene – Histórias de um Forró
:: O Epitáfio do Andar Perdido
:: O Último Verso
:: Rua 36 – 36th Street
:: Senhora do Monte Carmelo
:: Tião Paineira, 86 Janeiros

Mostra Dissonâncias:
:: Aqueles 5 Segundos
:: Bom Dia, Carlos
:: Libação
:: Os Filmes que Moram em Mim

Mostra Curtas na Praça:
:: A Visita
::
:: O Quebra-Cabeça de Tarik
:: Orquestra Invisível Let’s Dance
:: Rosinha
:: Roupa de baixo
:: Se esse filme fosse meu
:: USP 7%

Mostra Formação:
:: Anêmona
:: Aonde vai, Ana
:: Crônicas do meu Silêncio
:: Elegia
:: Mancha de Sangue no Porcelanato
:: Ponta do Dragão, de Renan Fontana;
:: Vênus
:: Vestibular

Mostrinha de Cinema:
:: Clara e a Lua
:: De Pássaros e Infância: Maria
:: O Melhor Som do Mundo
:: Vento

Mostra Panorama:
:: A Saída da Fábrica
:: Até a China
:: Borra
:: Campana
:: Chutes
:: Como era Gostoso meu Cafuçu
:: Contracampo
:: Cumieira
:: Dispensa do Amor Mecânico
:: Dois Pássaros
:: Eu vou me Piratear
:: Fantasias de Papel
:: Heterônimo
:: Lembranças de Mayo
:: Lúcida
:: Madrepérola, de Deise Hauenstein;
:: Melancia
:: Os Intrusos
:: Outono Celeste
:: Quintal
:: Sopro, Uivo e Assobio
:: Tatame
:: Verde Violeta

Mostra Foco:
:: A Vez de Matar, A Vez de Morrer
:: Ainda me sobra eu
:: Eclipse Solar, de Rodrigo de Oliveira;
:: Encontro dos Rios
:: Entre Imagens – Intervalos
:: Levante!
:: Lightrapping
:: Noite Escura de São Nunca, de Samuel Lobo;
:: O Rosto da Mulher endividada

Mostra Espaços em Conflitos:
:: A Parte do Inferno
:: Enquadro
:: Entre Casas
:: Fort Acquario
:: O Castelo
:: Pé sem Chão
:: Território

Mostra Bendita:
:: Being Boring, de Lucas Ferraço Nassif;
:: O Diabo Mora Aqui, de Dante Vescio e Rodrigo Gasparini;

Mostra Sessão Debate:
:: O Espelho, de Rodrigo Lima;
:: Um Salve Doutor, de Rodrigo Sousa & Sousa;
:: Garoto, de Julio Bressane;
:: Ralé, de Helena Ignez;

Mostra Transições
:: Tropykaos, de Daniel Lisboa;
:: Clarisse ou alguma coisa sobre nós dois, de Petrus Cariry;
:: A noite escura da alma, de Henrique Dantas;
:: Planeta Vermelho, de Dellani Lima;
:: Jonas, de Lo Politi;
:: Urutau, de Bernardo Cancella Nabuco;

Mostra Praça
:: Campo Grande, de Sandra Kogut;
:: Geraldinos, de Pedro Asbeg e Renato Martins;
:: Invasores, de Marcelo Toledo;
:: Prova de Coragem, de Roberto Gervitz;
:: Santo Daime – Império da Floresta, de André Sampaio;

Mostrinha
:: O que queremos para o mundo? – O Filme, de Igor Amin;
:: Últimas Conversas, de Eduardo Coutinho
:: As Aventuras do Avião Vermelho, de Frederico Pinto e José Maia

Bibliografia

Internet:

19ª MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES. Disponível no endereço: http://www.mostratiradentes.com.br/. Acessado em: 01 de janeiro de 2016.
ANCINE. 19ª Mostra de Tiradentes divulga programação de longas-metragens. Disponível no endereço: https://www.ancine.gov.br/pt-br/sala-imprensa/noticias/19-mostra-de-tiradentes-divulga-programa-o-de-longas-metragens. Acessado em: 07 de janeiro de 2016.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “19ª Mostra de Cinema de Tiradentes

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.