fbpx

2ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

O grande sucesso da 1ª Mostra criou enormes expectativas. E fez da Mostra um instrumento político para também desafiar o regime militar, pelas liberdades de expressão.

O Festival queria filmes cubanos, não por nenhum alinhamento político, mas para provocar a ditadura que proibia qualquer contato, ainda que telefônico, com a ilha. Blefa-se com a Embratel (então estatal) invocando a Convenção de Genebra sobre o direito de comunicação entre os países, e a comunicação com Cuba é permitida. Um de seus filmes selecionados, “A Última Ceia”, de Tomás Gutiérrez Alea, ganha com Prêmio de Público.

Paulo de Andrade foi o convidado do ano para criar as artes da Mostra.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.