fbpx

23ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Foi nessa edição, que a convite da MOSTRA, Cedomir Kolar, Marion Hänsel e Marco Muller se encontraram como membros do Júri.

Desde encontro, nasceu “TERRA DE NINGUÉM”, filme de Danis Tanovic, que além de vencer o Prêmio do Público na 25ª MOSTRA, venceu o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2002.

A 23ª MOSTRA proporcionou também uma das mais inesquecíveis noites de abertura do evento. Com o apoio do Instituto Goethe, foi exibido na SALA SÃO PAULO, na Estação Julio Prestes, a cópia recentemente restaurada do clássico “FAUSTO – Uma Lenda Popular Alemã”, de Murnau, em homenagen aos 250 anos do nascimento de Goethe.

A exibição marcou também a estréia mundial da composição de Bernd Schultheis para essa obra-prima.

Mais uma vez, Jose Zaragoza cria as artes e o pôster da Mostra.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.