fbpx

25ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Pela primeira vez a MOSTRA não exibiu um filme na sua noite de abertura, mas sim um show musical com a THE NO SMOKING ORCHESTRA, banda dirigida pelo ilustre cineasta Emir Kusturica. O clima irreverente de Kusturica, que pôde ser conferido em uma retrospectiva de sua obra, espalhou-se na arte do pôster, assinada por ele, e na divertida vinheta, uma das “vedetes” do Festival.

A partir deste ano, o Júri começou a dar dois prêmios: Melhor Longa de Ficção, que ficou com “O NOVO PAÍS”, de Geir Hansteen Jörgensen e Melhor Documentário, que foi dividido entre Janela da Alma, de João Jardim e Walter Carvalho e “ONDE A TERRA ACABA” de Sérgio Machado.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.