fbpx

27ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Atom Egoyan assina as artes da 27ª Mostra. Em uma idéia única e inovadora, a Mostra convidou vários cineastas presentes nesta edição para filmarem suas impressões sobre a cidade de São Paulo.

Nasceu então “BEM-VINDO A SÃO PAULO”, longa-metragem produzido pela MOSTRA e dedicado a Abbas Kiarostami.

A 27ª MOSTRA foi também uma edição de resgates. Da memória do cinema japonês, com retrospectivas de Yasujiro Ozu e Kiju Yoshida; da transgressão de João César Monteiro; e dos primórdios do cinema, com apresentações ao vivo de instrumentistas convidados, que acompanhando partituras ou improvisando ao piano, reconstruíram em 14 obras de Mauritz Stiller, e nos clássicos “A CASA DO MISTÉRIO”, de Alexandre Volkoff e “CHICAGO” de Frank Urson, o clima do início do diálogo entre a música e o cinema.

Nasce neste ano o CLUBE DA MOSTRA, espaço dedicado ao encontro de cineastas, produtores, críticos e o público, que dividem ali as suas experiências.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.