fbpx

A árvore dos sexos (1977)

Sinopse

Na cidade de Bondomil, o súbito aparecimento de uma árvore, cujo fruto em forma de um pênis, inicia uma série de quiprocós, já que todas as mulheres querem provar do fruto proibido. Em uma pequena localidade é descoberta uma árvore cujos frutos fazem as mulheres engravidarem milagrosamente. A notícia corre o mundo e dá liberdade às mulheres do local de terem uma vida sexual mais liberada, pois se alguém ficar grávida a “culpa” é da árvore.

Elenco

Lippi, Nádia (Angélica)
Carone, Felipe (Comendador Silveira)
Sant’Anna, Ney (Rodrigo, barão de Bondomil)
Cardoso, Yolanda (Dona Teodora)
Dahl, Maria Lúcia (Ruth, a professora)
Marivalda (Dona Santinha)
Freire, Gracinda (Dona Auxiliadora)
Mamed, Sônia (Dona Natália)
Rosa, Maria (Cida, mulher de Caneda)
Hesse, Paulo (Pacheco, o boticário)
Petrin, Antônio (Delegado)
Rípoli, Líbero (Padre)
Viana Jr. (Ambrósio, chefe dos correios)
Antonio, Angelo (Caneda, dono do bar)
Freitas, Stella (Josefina, filha de Ambrósio)
Junqueira, Nieta (Dona Constância)
Penteado, Mary (Dona Felícia)
Costa, Francinett (Ritinha)
Astorina, Élida L’ (Celinha)
Dobal, Renato (Sacristão)
Ropperto, Sérgio (Escrivão)
Damasceno, Luiz (Guarda)
Dias, Arnaldo (Guarda)
Eduardo, Carlos (Rapaz da escola)
Dan, July (Condessa)
Kopchak, Pedro (Conde)
Bianchi, Tereza (Moça do bordel)
Varela, Ana Lúcia (Moça do bordel)
Angélica, Carmem (Moça do bordel)
Morales, Susan (Moça do bordel)
Eto, Eliana (Moça do bordel)
Marcos (Criança)
Valéria (Criança)
Alexandre (Criança)
Goldberg, José (Travesti)

Participação especial:
Virgínia Lane …. Lara de Los Rios

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de A árvore dos sexos (1977) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Sílvio de Abreu
Roteiro: Sílvio de Abreu; Rittner, Maurício; Ewald Filho, Rubens
Estória Baseada no romance A Árvore dos sexos, de Fernando, Santos
Assistência de direção: Souza, Fernando de
Continuidade: Bagnara, Cleusa
Produção: Rittner, Maurício
Direção de produção: Jakoska, Tony
Produtor associado: Maco Produções; MG – Editores
Assistência de produção: Valencia, Hugo; Gozze, José; Lev, Arnaldo
Direção de fotografia: Rosa, José
Câmera: Rosa, José
Assistência de câmera: Matarazzo, Concórdio
Animação: Costa, Milton
Chefe eletricista: Kopchak, Pedro
Técnico de som: Oliveira, Benedito de
Sonografia: Coca, Francisco
Montagem: Barro, Máximo
Figurinos: Grecco, Edméa
Cenografia: Grecco, Edméa
Títulos de apresentação: Grecco, Odir
Maquiagem: Rezende, Marcos
Vestuário: Grecco, Edméa
Trilha musical: Passarelli, Tadeu; Viola, Edu
Companhia(s) produtora(s): Kinetos – Produtora e Assessoria Cinematográfica Ltda.
Companhia(s) distribuidora(s): Cinedistri – Companhia Produtora e Distribuidora de Filmes Nacionais

Locação: São José do Barreiro – SP; Estância Real – São José do Barreiro – SP

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
CB/FIBRA
Guia de Filmes, 70
Jornal da Tarde, 30.11.1977 e 02.12.1977
Folha de S. Paulo, 27.11.1977

Fontes consultadas:
ACPJ/II
CB/EMB-110.1-00221

Observações:
Guia de Filmes 70 indica a censura para menores de 18 anos.
ACPJ/II aponta continuidade de ; maquilagem de ; como eletrecista; sonografia de ; gravação de ; ruídos de ; letreiros de ; animação de ; o laboratório S.A. e por fim informa que foi filmado em , e em .
Não constam nos créditos do filme os nomes dos atores: – Conde, – Moça do bordel, – Criança, – Criança, – Criança e – Travesti.
CB/EMB-110.1-00221 informa que o projeto do filme foi encaminhado à Embrafilme, em 1976, com pedido de financiamento, mas não há informações sobre sua aprovação.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “A árvore dos sexos (1977)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.