fbpx

A Fera na Selva (2017)

Trailer

Sinopse

João e Maria se reencontram após 10 anos. Maria lembra de tudo, dos pormenores e, principalmente, de uma confissão que ele havia feito. João fica absolutamente encantado e assustado com as lembranças. Maria reencontra João no refeitório de uma universidade do interior de São Paulo. Como em um ensaio de suas vidas, retomam a conversa que começaram na fazenda. Maria o interroga se ele ainda espera que aconteça o que ele tinha certeza que a vida lhe reservara: a chegada do extraordinário evento que iria transformar o rumo de seu destino. João está pasmo. Ela era a primeira pessoa que conhecia seu terrível segredo. Terrível, sim, porque João convive com essa sensação que não lhe permite usufruir o momento presente. Está sempre no aguardo do porvir. O fato de ter contado a ela o segredo que carregava como um fardo,aproxima, definitivamente, os dois. Maria se oferece para esperar com ele.

João não se lembrava, quando reencontrou casualmente Maria, que anos antes, lhe havia contado o maior segredo da sua vida. Assim, e com excepção de si próprio, ela era a única pessoa no mundo a saber que algo terrível estava para acontecer na sua vida, algo que o poderia mudar para sempre, qualquer coisa que se preparava para lhe sair ao caminho, como uma fera pronta a formar o salto na selva.

Para Oscar, pouco importava que a fera estivesse destinada a matá-lo ou a morrer. O certo era o salto inevitável da criatura. Por isso, e apesar da intimidade profunda que unia João a Maria, nunca lhe ocorreu a possibilidade de se apaixonar, ou mesmo de se casarem, visto que, segundo a moral da sua história, um cavalheiro não levava uma senhora à caça ao tigre.

A Fera na Selva é o retrato prodigioso de um homem a quem nada neste mundo havia de acontecer, da sua trágica incapacidade para enfrentar dilemas e realizar opções, para reconhecer os seus sentimentos e os de outras pessoas.

Baseado livremente na obra A Fera na Selva do escritor estadunidense radicado inglês Henry James, o longa-metragem é uma coprodução entre as produtoras Prole de Adão (RJ) e Batuta Filmes de Sorocaba (SP) com a direção de Paulo Betti, Eliane Giardini e Lauro Escorel.

Elenco

Paulo Betti …. João
Eliane Giardini …. Maria
Cristina Labronici …. Cuidadora
Ademir Feliziani …. Homem que chora
Juliana Betti …. Cantora do teatro
Mario Persico …. Guia turístico
Janice Vieira …. Noiva do Acordeon
José Mayer …. Narração

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de A Fera na Selva (2017) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Paulo Betti, Eliane Giardini e Lauro Escorel
Roteiro: Luis Arthur Nunes, Paulo Betti, Rafael Romão e Eliane Giardini
Produtor Associado: Fernando Meirelles
Produção Executiva: Gilberg Antunes
Produção de Elenco: Juliana Betti
Direção de Produção: Alexandre Miliani
Direção de Platô: Ocimar Marques
Direção de Fotografia: Lauro Escorel, abc
Direção de Arte: Ronald Teixeira
Figurino: Maribel Espinoza e Ronald Teixeira
Maquiagem e Caracterização: Siva Rama Terra e Ebony
Montagem: Eduardo Escorel
Desenho de Som: Alexandre Griva e Gabriel Pinheiro
Trilha Musical: Felipe Lara
Som Direto: Márcio Câmara
Produção de Finalização: Marcelo Pedrazzi
Empresas Produtoras: Prole de Adão Produções Artísticas Ltda. | Batuta Filmes
Coprodução: Globo Filmes | Canal Brasil
Patrocínio: BB-DTVM | Correios | Flextronics | SESI | Canal Brasil

Bibliografia

Livros:

JAMES, Henry. A Fera na Selva. : , .

Periódicos:

Revista de Cinema. Ed. nº 126. Nov./Dez. 2015.

Internet:

FACEBOOK. https://www.facebook.com/pg/AFeranaSelva/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]