fbpx

Achados e Perdidos (2002)

Sinopse

FOTO Achados e Perdidos 2002Repórter de TV acha, casualmente, nos Achados e Perdidos do metrô, uma carta de amor endereçada a uma mulher, há mais de 50 anos. Investiga sua trajetória real e improvável, desencadeando uma série de acontecimentos imprevistos e revelando uma estória cheia de sentimentos esquecidos.

Elenco

Simone Spoladore …. Juliana
Eva Todor …. Dona Mariana
Leonardo Vieira …. Eduardo
Jonatas Faro …. Eduardo jovem
Thales Coutinho …. José
Menezes, Sérgio (Antônio)
Moroni, Breno (Balconista do Achados e Perdidos)
Porto, Roberta (Menina do Metrô)

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Achados e Perdidos (2002) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Eduardo Albergaria
Roteiro: Eduardo Albergaria
Assistência de direção: Thiré, Carlos
Direção de produção: Camera, Gisela
Produção executiva: Walter Lima Jr. e Gisela Camera
Assistência de produção: Spindler, Vanusa; Barbosa, Cinara
Continuidade: Rabacov, Olívia
Direção de fotografia: Luís Abramo
Assistência de câmera: Carvalho, Paloma
Fotografia de cena: Gouvêa, Patrícia
Operador de VT: Rodrigo, Márcio
Eletricista: Bicalho, Paulo César (PC)
Assistente de eletrecista: Machado, Carlos (Marreta)
Maquinista: Múgica, Edson Marques
Técnico de som: Maciel, Cristiano; Vampiro
Som direto: Maciel, Cristiano; Vampiro
Mixagem: Machado, Ben-Hur
Operador de microfone: Moreira, Pedro; Bastos, Leonardo
Montagem: Martins, Renato
Assistente de montagem: Gonçalves, Flávia; Lima, Jorge
Montagem de som: Ocalmix
Direção de arte: Figueroa, Marcus
Figurinos: Stefani, Valéria
Créditos: Kineton
Contra-regra/acessórios de cenografia: Arlindo
Maquiagem: Faria, Alex de
Assistência de maquiagem: Söhnhein, Sigrid
Assistência de figurino: Amaral, Lara
Música-tema: Oliveira, Bomfiglio de
Trilha musical: Tostoi, Vulgue
Intérprete(s): Campelo, Rodrigo
Motorista: Carlos, João
Companhias Produtoras: Porto Albergaria | Urca Filmes
Financimento/patrocínio: Oxiteno; Petroquímica União; Petroquímica Triunfo; Grupo Peixoto de Castro

Prêmios

Melhor Roteiro do Workshop de Roteiros, 1 na Mostra Curta Cinema, 1997..
Melhor Roteiro na Mostra Curta Cinema, 7, 2002, RJ..
Menção Honrosa para Atriz no Cine-PE – Festival do Audiovisual, 2, 2003, Recife, PE..
Melhor Som no Festival de Cinema, Vídeo e DCine, 3, 2003, Curitiba, PR.

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
MCC/12
FICMSP/14

Fontes consultadas:
FBR/36MFB
FBHCM/5
FBR/37MFB
CinePE/2003
GMC/3
FGC/26
Kinoforum/I, acessado em 02.02.2004 às 16h35min

Observações:
No material examinado consta: no start: Rio 14.11.02.
FICMSP/14 e Kinoforum/I indicam <2003> como o ano de produção do filme.
MCC/12, FICMSP/14, FBR36MFB o nome de Thales Coutinho como Tales Coutinho.
FGC/26 indica produção de SP.
Kinoforum/I informa tratar-se do primeiro filme do diretor.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.