fbpx

Adágio ao Sol (1996)

Sinopse

POSTER Adagio ao SolHistória de amor entre Angélica, citadina e culta, e Júlio, campesino e modesto, interrompida pelo surgimento de um primo de Angélica. Num momento decisivo da história do Brasil, a história se desenvolve com a paixão dos primos, culminado no suicídio de Angélica e o alistamento de Álvaro no movimento constitucionalista.

Anos 30. Fazenda de café próxima a Santa Cruz das Palmeiras, interior de São Paulo. O café domina a economia brasileira, mas uma grave crise na Bolsa de Nova York faz seu preço despencar. Júlio e Angélica vivem na Fazenda Riachão. Ela, muito mais jovem, abdica de sua carreira para viver no sertão. Álvaro, primo de Angélica, chega à fazenda para estudar botânica e os dois primos iniciam um perigoso relacionamento. Júlio se vê falido e descobre a traição da esposa, fazendo com que seu mundo, antes feliz, desmorone. Angélica, transtornada, projeta seu carro numa árvore e morre. Perdido, Álvaro parte para a frente de batalha na Revolução Constitucionalista de 1932.

Elenco

Cláudio Marzo
Ghessa, Rossana
Moraes, Marcelo
Edwin Luisi
Milena Nercessian
Serra, Luiz
Genes, Rinaldo
Correa, Ayrton
Correa, Hortência
Xavier de Oliveira
Bertholucci, Carlos
Vital Filho
Rollo, Rubens
Denoy de Oliveira
Militelo, Jack
Mello, Maracy
Moraes, Marília de
Torres, Josué
Firmino, Luzinete
César Ladeira …. Locução

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Adágio ao Sol (1996) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Xavier de Oliveira
Argumento: Xavier de Oliveira
Roteiro: Xavier de Oliveira
Produção: Ghessa, Rossana; Garcia, Durval
Direção de produção: Vital Filho
Produção executiva: Garcia, Durval; Ghessa, Rossana e Vital Filho
Produtor associado: Xavier de Oliveira
Assistência de produção: Santos, Djalma
Assistência de direção: Lima, Christiana Costa
Continuidade: Musa, Cristiane
Direção de fotografia: Cazassus, Gilles
Câmera: Cazassus, Gilles
Assistência de câmera: Dutra; Araujo, José Assis de
Trucagens: Movedoll
Eletricista: Machado, José Carlos da Silva; Ghessa, Giovanni
Maquinista: Finlizola, Wildenilson; Mazinho
Técnico de som: Oliveira, Márcio de
Som direto: Compasso, Aloísio; Oliveira, Márcio de
Mixagem: Carvalho, Roberto
Ruídos de sala: Jardim, Alexandre; Belo, Pedro
Técnico de dublagem: Uriartt, Daniel
Operador de microfone: Nascimento, Wilmar Henrique do
Montagem: Freire, Vera
Montagem de som: Queyroi, Leonardo
Direção de arte: Pessanha, Marcos
Assistência de direção de arte: Portela, Vera
Maquiagem: Genes, Rinaldo; Oliveira, Rui de
Arranjos musicais: Caldas, Rodrigo
Música: Fabio Nercessian
Motorista: Sá Neto; Rossini, Otávio
Companhia Produtora: Verona Filmes Ltda.
Companhia Produtora Associada: Continental Home Vídeo Ltda.

Dados adicionais de música
Instrumentista: Caldas, Rodrigo; Carvalho, Manoel; Castro, Cláudia; Silveira, Lucila, Farjado, Ângela e Baker, Daniel

Título da música: I’m sitting on top off the world;
Música de: Young e Henderson;

Título da música: I sacri numi;
Música de: Verdi, Giuseppe;

Título da música: Faust, abertura;
Música de: Wagner, Richard;

Título da música: Redenção – hino;
Música de: Tupinambá, M. e Gopnçalves, P.;

Título da música: Passo do soldado – hino;
Música de: Tupinambá, M. e Almeida, G. de;

Título da música: Paris Belfort – hino;
Música de: Farigoul, Antônio;

Título da música: Acadêmico – hino;
Música de: Gomes, Carlos e Sampaio, B.;

Título da música: Partido Constitucionalista – hino
Música de: Tupinambá, M. e Anhanguera

Locação: Mococa – SP; Casa Branca – SP

Biblioteca

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
CBMC/1994-1998, p. 142-3
ALSN/DFB-LM

Observações:
ALSN/DFB-LM grafa: <Guessa, Rossana> e não Rossana Ghessa; <Peçanha, Marcos> e não Marcos Pessanha. Informa ainda: “Não lançado comercialmente no circuito Rio-São Paulo”.
Os letreiros do filme apontam apenas <Garcia, Durval> na produção executiva; apenas <Araujo, José Assis de> como assistente de câmera e <Oliveira, Rui de> nos letreiros.
A música adicional “I sacri numi” da ópera <Aída>. Após indicarem a locução de <Ladeira, César> os letreiros do filme grafam: ” – 1932″.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Adágio ao Sol (1996)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.